Há 200 anos, em novembro de 1817, a jovem Leopoldina de Habsburgo desembarcava no Brasil para se casar com o príncipe D. Pedro I. Filha do imperador da Áustria, ela cruzara o Atlântico na companhia de um grupo de cientistas que percorreriam diferentes itinerários para estudar e coletar espécies de animais e plantas típicas do país.

O botânico Carl Friedrich Philipp von Martius e o zoólogo Johann Baptiste von Spix, ambos alemães, estavam entre os membros da expedição – que ficou conhecida como a Missão Austríaca. Do Rio de Janeiro – então capital da colônia portuguesa – eles seguiram viagem por Minas Gerais, Goiás, Bahia, Pernambuco, Piauí, Maranhão e Pará, percorrendo mais de 10 mil quilômetros. Em 1821, voltaram para a Europa com 6.500 espécies de plantas e quase 3.500 de animais, entre mamíferos, aves, anfíbios, peixes, insetos, aracnídeos e crustáceos.

Além de conhecimentos científicos, Martius e Spix tinham talento para o desenho e reproduziram vários dos materiais reunidos. Boa parte da Coleção Brasiliana Itaú – como a que compõe o hall do Espaço Olavo Setubal (abaixo) – é formada por esses trabalhos.

Desenhos do botânico Carl Friedrich Philipp von Martius e do zoólogo Johann Baptiste von Spix expostos no Espaço Olavo Setubal

O Espaço Olavo Setubal fica na sede do Itaú Cultural e pode ser visitado de terça a sexta, das 9h às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h.

Saiba mais sobre a Missão Austríaca no site Brasiliana Iconográfica, uma base de dados on-line desenvolvida pelo Itaú Cultural em parceria com a Biblioteca Nacional, o Instituto Moreira Salles e a Pinacoteca de São Paulo.

Confira alguns dos trabalhos de Spix e Martius presentes no Espaço Olavo Setubal:

Mesoprion uninotatus, 1829, de Johann Baptiste von Spix - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalChelys fimbriata, 1824, de Johann Baptist Von Spix - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalMicrurus Spixii, 1824, de Johann Baptiste von Spix - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalMycetes barbatus, 1823, de Johann Baptiste von Spix - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalVögel = Teich am Rio de S. Francisco, 1828-1831, de Carl Friedrich Philipp von Martius - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalArbores ante Christum natum enatae in silva juxta fluvium Amazonum, 1850, de Carl Friedrich Philipp von Martius - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalAstrocanyum gynacanthum, Bactris pertinata, Bactris hinta, 1830, de Carl Friedrich Philipp von Martius - foto: Edouard Fraipont/Itaú CulturalAstrocaryum Iauari. Leopoldina pulchra, 1823-1831, de Carl Friedrich Philipp von Martius - foto: Edouard Fraipont/Itaú Cultural

Veja também
Highlight large vista panora%cc%82mica da bai%cc%81a de bele%cc%81m  1870  joseph leo%cc%81n righini foto edouard fraipont acervo itau%cc%81 cultural

Brasiliana Iconográfica

Site disponibiliza obras de arte e outros materiais ligados à história, à cultura, à fauna e à flora do Brasil