Marco Lucchesi, escritor e amigo de Nise da Silveira, fala da necessidade de entender as ações da psiquiatra como políticas e filosóficas. Explica, por exemplo, que o capitalismo pode ser entendido como um dos catalisadores da loucura e que Nise sempre foi contra as “camisas de força químicas”. Cita como referências de leituras e estudos de Nise: Karl Marx, Carl Jung, Sigmund Freud, São Francisco de Assis e Baruch de Espinosa.

A 37ª edição do programa Ocupação homenageia a psiquiatra Nise da Silveira (1905-1999), pioneira na renovação das estruturas do tratamento da saúde mental. Com a curadoria de Luiz Carlos Mello (diretor do Museu de Imagens do Inconsciente) e da equipe do instituto, a exposição fica em cartaz entre os dias 25 de novembro de 2017 e 28 de janeiro de 2018, no Itaú Cultural, em São Paulo/SP.

Depoimento gravado no Rio de Janeiro/RJ e em São Paulo, em setembro de 2017.

Saiba mais sobre a Ocupação Nise da Silveira.

Veja também