lista alfabética
busca
       
 
   
histórico
fontes de pesquisa



  sugestões

  Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)        

Histórico
O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)é uma instituição que visa à divulgação da arte e da cultura de forma multidisciplinar. Sua atuação estende-se às artes cênicas, cinema, vídeo, música, artes plásticas e literatura, com uma programação regular e diversificada de shows, exposições, peças, debates, seminários e eventos educativos. Está instalado nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, mas atinge outras capitais e cidades do Brasil por meio do programa Circuito Cultural Banco do Brasil. No Recife o centro cultural está em fase de implantação. 

A primeira sede é aberta ao público em 12 de outubro de 1989, no Rio de Janeiro, ocupando um edifício histórico, na rua Primeiro de Março, 66. O projeto, de característica eclética, é de Francisco Joaquim Bethencourt da Silva (1831-1912), e sua construção inicia-se em 1880. Em 1906 o edifício é inaugurado como sede da Associação Comercial, posteriormente passa a ser utilizada como agência do Banco do Brasil. Em sua arquitetura destacam-se as colunas, a cúpula sobre a rotunda, onde funcionava o antigo pregão da bolsa, a ornamentação e o mármore que sobe do foyer pelas escadarias.

O CCBB - Rio de Janeiro tem três teatros, um cinema, uma sala de vídeo e espaços para exposições temporárias. O edifício abriga uma biblioteca, o museu de numismática e o arquivo histórico.

A biblioteca conta com 120 mil títulos, das áreas de artes, ciências sociais e literatura. O museu guarda aproximadamente 38 mil peças entre moedas, medalhas e cédulas. Também fazem parte de seu acervo pinturas, gravuras e esculturas e peças de mobiliário e utensílios: telefones, carimbos, máquinas de escrever e calcular. A preservação de antigos documentos é função do arquivo histórico, que mantém uma coleção de atas, relatórios e fotografias, além de cuidar da memória atual, com registro em áudio e vídeo dos eventos realizados pela instituição.

Em 12 de outubro de 2000 é aberto ao público o CCBB de Brasília, localizado no Setor de Clubes Sul, trecho 2, instalado em um edifício projetado por Oscar Niemeyer (1907 - 2012), em 1993, para ser sede do Centro de Treinamento de Pessoal do Banco do Brasil. O conjunto arquitetônico, de dois andares assentados sobre pilotis, divide-se em módulos. Cabe ao centro cultural parte do prédio principal, duas estruturas cilíndricas e um vão livre central. O projeto paisagístico é de Alba Rabelo Cunha.

O espaço de São Paulo, inaugurado em 21 de abril de 2001, está na rua Álvares Penteado, 112, em edifício construído em 1901. Adquirido pelo Banco do Brasil em 1923, torna-se sua primeira agência em São Paulo. Considerado um exemplar da arquitetura do início do século XX, é tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico de São Paulo - Condephaat e pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo - Conpresp.      

Entre as exposições promovidas pelo CCBB, destacam-se: Iberê Camargo - Mestre Moderno, 1994; Miró - Os Caminhos da Expressão, 1995, em parceria  com a Fundação Joan Miró em Mallorca; O Grupo Santa Helena, 1996, exibida em 1995 no Museu de Arte de São Paulo - MAM/SP; Andy Warhol - Coleção Mugrabí, 1999; Surrealismo, 2001; Arte da África, 2003, peças do Museu Etnológico de Berlim; Antoni Tàpies, 2004, com obras do acervo da Galerie Lelong de Paris e Zurique.



Atualizado em 06/12/2012