lista alfabética
  busca
Enciclopédia Itaú Cultural de Artes Visuais
 
       
 
obras
biografia
histórico
textos críticos
fontes de pesquisa



  Exposições
coletivas
póstumas



  sugestões

  Porto-Alegre, Manuel de Araújo (1806 - 1879)        

Nascimento/Morte

1806 - Rio Pardo RS - 29 de novembro

1879 - Lisboa (Portugal) - 29 de dezembro

Formação

s.d. - Porto Alegre RS - Estuda desenho com o desenhista francês François Ther 

s.d. - Rio de Janeiro RJ - Estuda filosofia com o benditino Padre Mestre Francisco José Polycarpo de S. Gertrudes Maia

s.d. - Rio de Janeiro RJ - Freqüenta as aulas de anatomia ministradas por Domingos José Marques e Domingos Ribeiro Guimarães Peixoto, no Hospital da Santa Casa de Misericórdia

1827 - Rio de Janeiro RJ - Ingressa na Academia Imperial de Belas Artes - Aiba

1828 - Rio de Janeiro RJ - Freqüenta a Escola Militar

1831 - Paris (França) - Estuda no ateliê do Barão Antoine-Jean Gros (1771 - 1835)

1831 - Paris (França) - Freqüenta as aulas de arquitetura ministradas por François Debret (1777 - 1850)

1832 - Paris (França) - Matricula-se na École National Superiéure des Beaux-Arts

1834 - Roma (Itália) - Estuda com o arqueólogo Antonio Nibby (1792 - 1839)

Cronologia

Pintor, caricaturista, arquiteto, crítico de arte, professor, escritor

 

s.d. - Recebe as condecorações e medalhas Grande Dignatário da Ordem do Rosa; Comendador da Imperial Ordem de Cristo; Comendador da Real Ordem de Isabel, a Católica, de Espanha; Comendador do Número da Real Ordem de Carlos III, da Espanha; e Coroa de Ferro da 2ª Classe, da Áustria

s.d. - Porto Alegre - RS - Auxilia os pintores José Simeão, João de Deus e Manuel Gentil, com eles aprende os rudimentos da pintura

s.d. - Porto Alegre - RS - Trabalha como cenógrafo na Casa da Ópera

s.d. - Porto Alegre - RS - Integra uma sociedade de teatro amador ao lado de José de Magalhães Calvet, João de Magalhães Calvet, Antonio Pereira Coruja e Amaro de Araújo Ribeiro

1816 - Porto Alegre RS - Muda-se para esta cidade 

1822 - Porto Alegre RS - Trabalha como relojoeiro na Oficina de Jean Jacques Rousseau, lá conhece o desenhista Francisco Angelo Thér de quem recebe os primeiros ensinamentos de pintura 

1827 - Rio de Janeiro RJ - Muda-se para esta cidade 

ca.1828 - Rio de Janeiro RJ - Freqüenta as aulas de anatomia, miologia e fisiologia das paixões ministradas pelo Dr. Cláudio Luiz da Costa, na Escola de Medicina. O médico ministrou estas aulas atendendo a um pedido de Debret. 

1830 - Publica Ode Sáfica, dedicada a Debret (1768 - 1848)

1831 - Paris (França) - Viaja na companhia de Debret

1831 - Paris (França) - Fixa residência nesta cidade

1831 - Paris (França) - Conhece o escritor português Almeida Garret (1799 - 1854)

1833 - Paris (França) - Obtem a terceira medalha em concurso escolar realizado na École National Superiéure de Beaux-Arts

1834 - Itália - Viaja para Roma acompanhado por Domingos José Gonçalves de Magalhães (1811-1882), depois segue sozinho para as cidades de Venza, Turin, Milão e Nápoles 

1835 - Paris (França) - Escreve o artigo Etat des Beaux-Arts au Brésil para o Jornal de l'Institute Historique

1836 - Paris (França) - É nomeado pelo Institut Historique de França membro da comissão relatora da Exposition Général du Louvre

1836 - Paris (França) - Publica em Paris o ensaio poético Tivoli, incluido na obra Supspiros Poéticos e Saudades, de Domingos José Gonçalves de Magalhães

1836 - Paris (França) - Publica a revista Nitheroy, com Gonçalves de Magalhães e Torres Homem, considerado um dos marcos do movimento romântico na literatura brasileira

1837/1848 - Rio de Janeiro RJ - É professor de pintura histórica da Aiba

1837 - Rio de Janeiro RJ - Publica a peça teatral Prólogo Dramático, com música do maestro Cândido José da Silva. e encenada no Teatro Constitucional Fluminense, tendo no elenco João Caetano representando o Anjo da Verdade

1837 - Rio de Janeiro RJ - São publicadas as caricaturas A companhia e o Cujo e A Rocha Tarpéia, ambas desenhadas por Porto Alegre para satirizar Justiniano José da Rocha

1837 - Rio de Janeiro RJ - Executa painel para o teto do Palácio São Cristóvão

1838 - Rio de Janeiro RJ - Nomeado professor interino de desenho do Colégio Pedro II

1838 - Rio de Janeiro RJ - Casa-se com Ana Paulina Delamare

1838 - Rio de Janeiro RJ - É convidado a integrar a recém fundada Sociedade Teatral

1839 - Rio de Janeiro RJ - Pinta os cenários e o pano de boca do Teatro São Pedro de Alcântara para a encenação da peça Olgiato de Domingos José Gonçalves de Magalhães 

1840 - Rio de Janeiro RJ - É nomeado pintor da Câmara Imperial por D. Pedro II, executando e supervisionando as vestimentas e decorações para a cerimônia de coroação e aclamação de D. Pedro II

1840 - Rio de Janeiro RJ - É nomeado Cavaleiro da Ordem de Cristo e Cavaleiro da Rosa

1841 - Rio de Janeiro RJ - Escreve o artigo Memória sobre a Antiga Escola Fluminense de Pintura publicado na Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro

1842 - Rio de Janeiro RJ - É nomeado diretor da Seção de Numismática, Belas Artes e Arqueologia do Museu Nacional

1843 - Rio de Janeiro RJ - Funda o Conservatório Dramático Nacional

1843 - Rio de Janeiro RJ - Funda com Gonçalves de Magalhães e Torres Homem a revista Minerva Brasiliense

1844 - Rio de Janeiro RJ - Funda e dirige do periódico Lanterna-Mágica, a primeira revista ilustrada com caricaturas

1844 - Rio de Janeiro RJ - Elabora projeto arquitetônico para a construção da Capela de São Cristóvão

1845 - Rio de Janeiro RJ - Publica a peça teatral Angélica e Firmino

1845 - Rio de Janeiro RJ - Rio de Janeiro RJ - Publica a peça teatral A Destruição das Florestas

1847 - Rio de Janeiro RJ - Publica O Corcovado

1849/1857 - Rio de Janeiro RJ - É professor substituto da cadeira de desenho da Escola Militar

1849 - Rio de Janeiro RJ - Encarrega-se de alguns projetos arquitetônicos como a planta do Edifício do Banco do Brasil e para a Casa Imperial

1849 - Petrópolis RJ - Executa projeto arquitetônico no Palácio de Verão do Imperador

1849 - Rio de Janeiro RJ - Funda a revista Guanabara com Joaquim Manuel de Macedo (1820 - 1882) e Antônio Gonçalves Dias (1823 - 1864)

1850 - Rio de Janeiro RJ - Publica o artigo Algumas Idéias sobre as Belas Artes e a Indústria no Império do Brasil publicado na revista Guanabara

1851 - Rio de Janeiro RJ - Publica a comédia teatral A Estátua Amazônica

1852 - Rio de Janeiro RJ - Ocupa o cargo de Vereador suplente na Câmara Municipal do Rio de Janeiro

1854 - Rio de Janeiro RJ - Integra a Comissão da Estátua Eqüestre,  encarregada da análise e aprovação do projeto de escultura em homenagem a D. Pedro I. O projeto escolhido foi apresentado pelo escultir francês Louis Rochet (1813 - 1878)

1854/1857 - Rio de Janeiro RJ - É diretor da Aiba

1854 - Rio de Janeiro RJ - Elabora o projeto arquitetônico da Escola de Medicina 

1855 - Rio de Janeiro RJ - Ocupa o cargo de diretor de obras do Paço Imperial

1856 - Escreve o artigo Iconografia Brasileira com as biografias do Padre José Maurício Nunes, Valentim da Fonseca e Silva e Francisco Pedro do Amaral publicado na Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro

1857 - Rio de Janeiro RJ - Escreve a ópera lírica A Noite de São João

1858 - Rio de Janeiro RJ - Escreve a comédia teatral Cenas de Penafiel

1859 - Rio de Janeiro RJ - Publica a peça A Restauração de Pernabuco, com música de Gianini 

1859 - Publica a peça teatral O Prestígio da  Lei, com música de Francisco Manuel da Silva

1859 - Rio de Janeiro RJ - É nomeado por D. Pedro II para a carreira consular

1860 - Lisboa (Portugal) - Permanece por aproximadamente um ano na cidade e recebe as láureas como membro correspondente da Academia de Ciências e Letras e da Academia de Belas Artes

1860 - Berlim (Alemanha) - Nomeado cônsul-geral do Brasil na Prússia e na Saxônia passa a residir nesta cidade

1861 - Viena (Áustria) - Em rápida passagem por esta cidade re-encontra Domingos José Gonçaves de Magalhães, que na época ocupava o cargo de embaixador

1862 - Carlsbad (Tchecoslováquia) - Encontra-se com Domingos José Gonçalves de Magalhães e Antônio Gonçalves Dias 

1862 - Dresden (Alemanha) - Como cônsul é transferido para esta cidade e nela escreve a comédia teatral Os Lobisomens, além de publicar o livro de poesia As Brasilianas

1863 - Dresden (Alemanha) - Escreve a comédia Os Lavernos

1866 - Viena (Áustria) - Publica no Rio de Janeiro e nesta cidade o grande poema épico Colombo

1867 - Lisboa (Portugal) - Como cônsul é transferido e passa a residir nesta cidade

1867 - Paris (França) - Coordena a Seção de Belas Artes do Brasil na Grand Exposition Universelle de Paris

1869 - Lisboa (Portugal) - Sua filha Carlota se casa na embaixada com Pedro Américo (1843 - 1905)

1873 - Viena (Áustria) - É secretário da Seção Brasileira na Exposição Universal

1874 - Rio de Janeiro RJ - Recebe de D. Pedro II o título de Barão de Santo Ângelo

1876 - Lisboa (Portugal) - Obtém cópia da Carta de Pero Vaz de Caminha (ca.1451 - 1500) na Torre do Tombo enviando-a para a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro

1877 - Itália - Viaja para tratamento de saúde

1877 - Lisboa (Portugal) - Publica a peça teatral Os Voluntários da Pátria, escrita por ocasião da Guerra do Paraguai

1918 - Porto Alegre RS - Inauguração da herma do pintor, de autoria do escultor Eduardo de Sá (1866-1940)

1939 - Rio Pardo RS - É inaugurado mausoléu perpétuo, onde foi colocado medalhão de bronze com efígie do artista, realizado pelo escultor André Arjonas



Atualizado em 28/05/2010
 
 
Veja nas
Enciclopédias
 
  literatura - nomes
  Caminha, Pero Vaz de (ca.1451 - 1500)
Dias, Gonçalves (1823 - 1864)
Macedo, Joaquim Manuel de (1820 -1882)
Magalhães, Gonçalves de (1811 - 1882)