logo
nomes vida literária termos e conceitos vídeos obras busca
 
  lista alfabética
busca
       
  biografia
  comentário crítico
  cronologia
  bibliografia
  fontes de pesquisa

  primeiras edições
  traduções e edições estrangeiras

  sugestões
 
Lispector, Clarice (1920 - 1977)      

Cronologia

1920 - Nasce em 10 de dezembro, em Tchetchelnik, uma aldeia da Ucrânia

1921 - Fugindo das perseguições contra os judeus, a família se muda para o Brasil e vai morar inicialmente em Maceió

1924 - A família muda-se para Recife. Clarice estuda no Grupo Escolar João Barbalho

1930 - Morre sua mãe. É matriculada no Collegio Hebreo-Idish-Brasileiro

1933 - Seu pai muda-se com as filhas para o Rio de Janeiro. Estuda no Colégio Sílvio Leite

1936 - O escritor Álvaro Moreyra (1888 - 1964) publica o primeiro conto de Clarice, no jornal literário Dom Casmurro

1938 - Estuda no Colégio Andrews. Dá aulas particulares de matemática e português para ajudar em casa

1940 - Ingressa no curso de direito da Faculdade Nacional do Rio de Janeiro. Morre seu pai. Escreve contos, além de fazer entrevistas e traduções, para a revista Vamos Ler!, atividade que realiza até o ano seguinte

1941 - Trabalha como redatora na Agência Nacional, onde faz amizade com o escritor Lucio Cardoso (1913 - 1968)

1943 - Trabalha como redatora no jornal A Noite. Naturaliza-se brasileira. Casa-se com o diplomata Maury Gurgel Valente, seu colega da faculdade

1944 - Conclui sua graduação. Por causa da carreira do marido, viaja para Nápoles, Itália, onde dá assistência num hospital de soldados brasileiros. Publica seu primeiro romance, Perto do Coração Selvagem, com o qual ganha o prêmio da Fundação Graça Aranha

1946 - Seu marido é transferido, e passam a morar em Berna, Suíça. Numa viagem ao Brasil, conhece o escritor Fernando Sabino (1923 - 2004), de quem se torna amigo

1950 - Volta para o Rio de Janeiro

1952 - Escreve página feminina para a revista Comício, com o pseudônimo de Teresa Quadros. Seguindo o marido, vai morar em Washington, Estados Unidos

1956 - Escreve, para o filho caçula, O Mistério do Coelho Pensante, publicada em 1967

1958/1959 - Escreve para a revista Senhor

1959 - Separa-se do marido e vai morar no Rio de Janeiro. Escreve uma coluna feminina para o Correio da Manhã, com o pseudônimo de Helen Palmer, até 1961

1960 - Trabalha no Diário da Noite, numa página feminina, na qual é ghost-writer da atriz Ilka Soares (1932), até o ano seguinte

1961 - Recebe o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro - CBL, pelo livro Laços de Família

1962 - Ganha o Prêmio Carmem Dolores Barbosa pelo romance A Maçã no Escuro

1967 - Ocorre um incêndio em seu apartamento, e ela se fere. Escreve crônicas semanais para o Jornal do Brasil, até 1973 (material reunido no livro póstumo A Descoberta do Mundo, de 1984). O Mistério do Coelho Pensante ganha o Prêmio Calunga de literatura infantil

1969 - Recebe o Prêmio Golfinho de Ouro, do Museu da Imagem e do Som - MIS, por Felicidade Clandestina

1972 - Sem ânimo para datilografar, recebe a ajuda da amiga Olga Borelli, que passa a exercer essa função, enquanto ela faz suas anotações para novos livros

1975 - Participa como representante do Brasil do 1º Congresso Mundial de Bruxaria, em Bogotá, Colômbia

1976 - Ganha o primeiro prêmio no 10º Concurso Literário Nacional, de Brasília, pelo conjunto de sua obra

1977 - Morre em 9 de dezembro, no Rio de Janeiro

1978 - Recebe o Prêmio Jabuti pelo romance A Hora da Estrela



Atualizado em 07/04/2008
 
 
Veja na Web
 
  site oficial da escritora