A exposição Waldemar Cordeiro – Fantasia Exata foi inaugurada no início de julho de 2013 e, desde então, recebeu inúmeras visitas educativas, de escolas a faculdades. Como forma de sensibilização e compreensão do processo de criação de Waldemar Cordeiro, propusemos algumas atividades lúdicas durante as visitas.

Em uma das atividades, um novelo de barbante era desenrolado pelos participantes a medida que se apresentavam ou durante uma conversa sobre as obras. Ao fim do novelo, o barbante se “transformava” em teia gerando um desenho feito de linhas no qual era possível encontrar algumas formas geométricas. A teia, quando esticada, configurava um conjunto geométrico em que a participação de cada um era extremamente importante. No final da atividade, os participantes eram incentivados a desenhar em folhas de papel as formas vistas na teia, criando assim uma aproximação com os trabalhos de Waldemar Cordeiro e sensibilizando o olhar.

Seguindo a linha da observação da forma geométrica, as Feltroformas foram outra proposta para pensar elementos da construção visual de uma obra, como ritmo, peso e simetria. Leia um pouco mais sobre esta atividade neste link do blog.

Tendo como referência a Arteônica (nome dado por Waldemar Cordeiro à sua produção de imagens feitas por computador na década de 1970), trabalhamos a construção de imagens com pontos e símbolos gráficos através da utilização de carimbos. Podemos pensar na construção de uma imagem pela repetição de símbolos gráficos e também como a variação de tons entre cinza e preto pode sugerir a profundidade ou a proximidade dos elementos criados.

Você participou de alguma visita educativa na exposição Waldemar Cordeiro? Conte-nos o que achou.