A sétima edição do roteiro O Melhor de São Paulo, produzido pela revista Época São Paulo, considerou o Auditório Ibirapuera a Melhor Casa de Shows da Cidade. A avaliação foi publicada na edição de outubro. A matéria diz:

“Uma casa de shows dentro do principal parque da cidade e com arquitetura de Oscar Niemeyer larga com vantagens em relação às concorrentes. O ambiente do Auditório Ibirapuera realmente faz a diferença. A deslumbrante escultura Labareda (espécie de língua de fogo que corta o concreto branco da fachada) dá as boas-vindas e o espectador já se sente acolhido. O espaçoso foyer e a rampa em caracol que leva ao teatro acrescentam um pouco mais de requinte arquitetônico. Uma vez acomodado em alguma das 800 cadeiras do auditório, tudo melhora: a visão do palco é boa de qualquer ponto da casa, a acústica precisa nunca decepciona e a programação contempla uma boa diversidade de gêneros, além de zelar pelo equilíbrio entre nomes consagrados e novidades.”

Fachada do Auditório IbirapueraO Coro Luther King se apresenta no foyer do Auditório IbirapueraNa programação do PERC PAN – Panorama de Percussivo Mundial – de 2011, CrioloCoro da Escola do Auditório, de onde surgiram também os grupos Furiosa e a Orquestra Brasileira do Auditório (OBA)A nova cena musical tem espaço garantido, como Tulipa Ruiz, em 2011, lançando seu álbum EfêmeraPainel de Luis Antônio Vallandro Keating, com 16 X 2,5 metros, intitulado Ensaio de OrquestraFafá de Belém homenageando os índios em apresentação de 2010No hall central, a escultura de Tomie Ohtake repete a imponência vermelha da fachadaNas comemorações dos 50 anos de bossa nova, João Gilberto e seu violãoEm 2008, a jovem guarda de Roberto Carlos encontrou a tropicália de Caetano Veloso em show em homenagem aos 50 anos da bossa novaGilberto Gil nos 25 anos do IC no AuditórioVista lateral da Labareda. A escultura foi apelidada pelos frequentadores do parque de línguaDo traço de Oscar Niemeyer, a fachada geométrica branca e a escultura vermelha LabaredaDe dentro do teatro, a visão do parque pela porta retrátil, que abre o palco para 15 mil pessoas na área externaDo traço de Oscar Niemeyer, a fachada geométrica branca e a escultura vermelha Labareda

O Auditório Ibirapuera é administrado pelo Itaú Cultural desde 2011, tendo sido escolhido em seleção pública pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Saiba mais sobre o Auditório aqui e acompanhe a programação no site.