No dia 25 de outubro, completaram-se 41 anos da morte de Vladimir Herzog. Em homenagem ao jornalista assassinado em 1975, durante a ditadura militar, nas dependências do Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), a Câmara Municipal de São Paulo inaugurou uma estátua sua de bronze com mais de 2 metros de altura.

herzog
Ao centro, a viúva do jornalista, Clarice Herzog (foto: Divulgação)

herzog

Idealizada pelo artista plástico Elifas Andreato, a obra foi originalmente encomendada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para um prêmio especial, distribuído em 2008 para celebrar os 60 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos. A estátua foi apelidada de “Vlado Vitorioso” e fica localizada no centro da cidade, na Praça Vladimir Herzog, atrás do prédio da Câmara Municipal.