A homenageada da 34ª edição do programa Ocupação, Conceição Evaristo, é também tema do espetáculo Canto de Vida e Obra, que será apresentado no Itaú Cultural nos dias 10 e 11 de junho.

Veja também:
>>
Ocupação Conceição Evaristo

As personagens de Conceição Evaristo são inspiradas em histórias comuns e mesmo cotidianas. Esse é um dos fatores que fizeram seu trabalho se tornar uma fonte de identificação e motivação para mulheres negras, muitas vezes marginalizadas não só na literatura, mas de forma geral.

Diante da proposta de levar a realidade em forma de situações, desejos e medos, Conceição Evaristo fala também de si: de seu crescimento na favela do Pindura Saia, em Belo Horizonte, da partida para o Rio de Janeiro ainda jovem, de convivência com a filha, Ainá Evaristo, de sua relação com a mãe, dona Joana, e dos desafios que a vida impõe às mulheres negras.

Em Canto de Vida e Obra, a trajetória de Conceição e de sua produção literária transformam-se em música e teatro nas mãos das musicistas Mariana Per e Priscila Hilário e da dançarina Malú Avelar. Também participam do espetáculo os músicos Leo Carvalho, Ronaldo Gama e Renato Gama.

Canto de Vida e Obra
sábado 10 de junho de 2017
às 20h
domingo 11 de junho de 2017
às 19h
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares
[duração aproximada: 60 minutos]

Entrada gratuita

[distribuição de ingressos
público preferencial: duas horas antes do espetáculo, com direito a um acompanhante | público não preferencial: uma hora antes do espetáculo, um ingresso por pessoa]

[livre para todos os públicos]