A quadrinista paulista Cris Eiko, que faz HQs autobiográficas com Paulo Crumbim, conta que iniciou nos quadrinhos criando fanzines e fala sobre suas influências, desde os mangás até os quadrinhos norte-americanos e a animação. Ela explica um pouco como funciona a parceria com Crumbim, que costuma produzir tanto os roteiros como os layouts das histórias, cabendo a ela os desenhos. Cris ainda trata de processos de viabilização, como editais e financiamento coletivo, e apresenta alguns de seus trabalhos: Penadinho – Vida e a série Quadrinhos A2.

Veja também:
>> Programação da Banca de Quadrinistas 2018

>> Confira aqui mais vídeos da série e outros relacionados ao universo das histórias em quadrinhos

Gravado durante os eventos Caminhos da HQ e Banca de Quadrinistas em julho de 2016, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo/SP.

 

Veja também