Um dos curadores da Ocupação Zuzu, Claudiney Ferreira, gerente do núcleo de Audiovisual e Literatura do Itaú Cultural, fala sobre o perfil de Zuzu Angel como artista, sua ironia e perspicácia. Ele também comenta sobre a importância do simbolismo da data de lançamento da exposição no instituto, que aconteceu no dia 1º de abril de 2014, data em que o golpe militar completou 50 anos.

Depoimento gravado para a Ocupação Zuzu, em março de 2014, em São Paulo/ SP.

A Ocupação Zuzu apresenta ao público a multiplicidade de sua obra e a legitimidade de sua luta contra a repressão da ditadura brasileira, que em 1971 prendeu e matou seu filho de 26 anos, Stuart Angel.

Com curadoria de Hildegard Angel, filha mais nova da estilista, do Itaú Cultural e de Valdy Lopes Jn, que também assina a cenografia da exposição, a Ocupação Zuzu fica em cartaz entre 1º de abril e 11 de maio de 2014, no Itaú Cultural.

Créditos:
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenação de Conteúdo Audiovisual: Kety Fernandes
Entrevista: Maria Clara Matos
Produção Audiovisual: Jahitza Balaniuk
Vídeo: André Seiti
Edição: Rodrigo Lorenzetti

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 5

Saiba mais sobre a Ocupação Zuzu.