>>> A peça Rei Lear, com Juca de Oliveira, foi cancelada por questões de saúde e será substituída por Eu Não Dava Praquilo, com Cassio Scapin. A peça será reagendada e informaremos aqui pelo site. <<<

O programa De Vez em Quarta, Teatro traz em julho três espetáculos teatrais ao Itaú Cultural, em São Paulo. Sempre às 20h, nos dias 2 e 3, Eu Não Dava Praquilo, com direção de Elias Andreato e atuação de Cassio Scapin; no dia 16, 45 Minutos, com direção de Roberto Alvim e monólogo de Caco Ciocler; no dia 30, Tríptico Samuel Beckett, dirigido por Roberto Alvim e cujo elenco conta com Nathalia Timberg.

Eu Não Dava Praquilo é um monólogo cômico-dramático escrito com base na biografia da atriz e diretora paulista Myrian MunizTríptico Samuel Beckett é dirigido por Roberto Alvim e conta com Nathalia Timberg no elenco

Eu Não Dava Praquilo é um monólogo cômico-dramático escrito com base na biografia da atriz e diretora paulista Myrian Muniz, em que o ator Cassio Scapin a homenageia. Além de contar passagens da vida pessoal e profissional de Muniz, o espetáculo é uma ode ao ofício teatral e à sua importância como agente de transformação tanto individual quanto social. Eu Não Dava Praquilo tem realização do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Escrito por Marcelo Pedreira, 45 Minutos é uma peça sobre o lugar e o significado do teatro atualmente. Em um palco vazio, Caco Ciocler interpreta um ator que é obrigado a entreter a plateia por 45 minutos sem trama nem personagem prévios. Nessas condições, ele procura desesperadamente meios de preencher o tempo.

Tríptico Samuel Beckett sintetiza três obras de Beckett, escritor irlandês que é Prêmio Nobel de Literatura: Para o Pior Avante, Companhia e Mal Visto, Mal Dito. É o “drama mais bem-acabado” de Roberto Alvim, segundo o crítico Dirceu Alves Jr. As atrizes Paula Spinelli, Juliana Galdino e Nathalia Timberg representam uma mulher na infância, na maturidade e na velhice, respectivamente. Nesse percurso, veem-se as dores, as perplexidades, os medos, as fragilidades e os anseios de toda a humanidade.

Veja na aba Programação minibiografias dos atores e dos diretores.

De Vez em Quarta, Teatro: julho
quartas 2, 16 e 30 e quinta 3 de julho
sempre às 20h

Entrada franca – ingressos distribuídos com meia hora de antecedência

Sala Itaú Cultural – 249 lugares