Diretor do Itaú Cultural, Eduardo Saron fala sobre a relevância do acervo do Itaú Unibanco e a importante narrativa constituída por essa curadoria, de uma empresa brasileira privada, com foco em reunir itens que contemplem a produção de arte e cultura no Brasil. Saron também ressalta as aquisições mais recentes do acervo, que constituem um sólido núcleo ligado às questões raciais.

Depoimento gravado em maio de 2017, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo/SP. Com a curadoria de Paulo Herkenhoff, Thais Rivitti e Leno Veras, em parceria com a equipe do Itaú Cultural, a exposição Modos de Ver o Brasil: Itaú Cultural 30 Anos comemora as três décadas de atividade do instituto e fica em cartaz na Oca, no Parque Ibirapuera, de 25 de maio a 13 de agosto de 2017.

Assista a outros vídeos sobre Modos de Ver o Brasil: Itaú Cultural 30 Anos.

Saiba mais sobre a exposição.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Artes Visuais: Sofia Fan
Coordenador do Núcleo de Artes Visuais: Juliano Ferreira
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Paula Bertola
Captação e edição: Richner Allan
Captação segunda câmera: Sacisamba (terceirizada)
Técnico de som: André Bellentani (terceirizado)