O Encontro com Professores, programa de formação do Itaú Cultural, foi uma das atividades que ganharam destaque em 2016. No primeiro sábado dos meses de agosto, setembro, outubro e novembro, os temas Quando uma Paisagem Vira Cartão-Postal?, Álbum de Viagem como Livro de Artista, Das Caras nas Moedas às Selfies – a Mensagem por trás da Imagem e Iorubás e Bantus no Brasil foram discutidos nos encontros.

Confira abaixo a galeria com fotos do último encontro e mais detalhes sobre o programa.

Ao participar de no mínimo dois encontros, os professores da rede pública da Grande São Paulo puderam agendar uma visita à exposição com seus alunos, utilizando ônibus fornecido pelo Itaú Cultural.A visita guiada e o ônibus gratuito foram muito utilizados ao longo dos meses. A agenda de dezembro ainda está sendo preenchida.Em 2016, o sistema de inscrições foi alterado, substituindo o cadastro via telefone por formulário on-line. Dessa forma, os interessados não foram limitados pelos horários de atendimento. Além disso, os módulos eram independentes, ou seja, a inscrição era específica para cada mês.O resultado foi um programa com menos evasão e um número de adesão superior ao dos outros anos. Neste semestre, o programa recebeu profissionais de diferentes regiões e formações, mas a maioria dos interessados era docente da rede pública de ensino.Antes de definir os temas de cada encontro, o Núcleo Educativo reuniu os educadores e explorou a linha de pesquisa de cada um dos responsáveis pelo programa. Assim, cada mês teve uma linha condutora diversa e capaz de englobar conteúdos diferentes entre si.Em agosto, o tema Quando uma Paisagem Vira Cartão-Postal? foi desenvolvido pela educadora Josiane Cavalcanti, que, com os participantes, investigou como artistas viajantes representaram o território brasileiro em suas pinturas e o impacto dessa ação na formação do imaginário nacional.O encontro de setembro teve à frente a educadora Claudia Malaco. O módulo questionou a memória e a documentação por meio de uma análise sobre álbuns de viagens. Esse elemento pode ter como objetivo apenas o registro de acontecimentos ou lugares, mas a escolha das fotos pode refletir um ponto de vista particular e único sobre uma cultura ou realidade.Em outubro, Thiago Borazanian falou sobre o tema Das Caras nas Moedas às Selfies: a Mensagem por trás da Imagem. Aprofundando-se nas obras de iconografia do acervo do Espaço Olavo Setubal, o educador discutiu o aspecto simbólico de moedas, autorretratos e outras obras levando em consideração diferentes períodos da história.O último encontro de 2016 aconteceu em novembro e foi ministrado por Vinícius Rodrigues. Por meio do tema Iorubás e Bantus no Brasil, o educador falou sobre a importância das culturas africanas na construção do país, que foi formado por povos diferentes entre si.Cada um dos módulos tinha um sistema pedagógico diferente. Dinâmicas, discussões, exposições e demonstrações eram aplicadas de acordo com o tema e o educador responsável.Em todos os encontros foram entregues certificados aos 105 participantes; dessa maneira, o programa pode ser incluído como uma atividade de formação no currículo dos professores.No primeiro semestre de 2017, o Encontro com Professores voltará com mais quatro módulos. Fique ligado no site para não perder as datas de inscrição!