Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, o Estéreo Saci faz um tributo a uma das figuras mais importantes do violão brasileiro. Maria Rosa Canelas, a Rosinha de Valença, nasceu na cidade de Valença, Rio de Janeiro, em 30 de julho de 1941. Seu interesse pelo violão começou cedo: aos 12 anos tocou na rádio de sua cidade natal. Pouco tempo depois, mudou para a capital fluminense e conheceu figuras importantes do cenário musical da época. Gravou seu primeiro disco pela Elenco e, desde então, passou a trabalhar tanto sozinha quanto na companhia de outros artistas. Neste programa, vamos ouvir algumas faixas de seus discos solos, lançados durante os anos 1970.

Músicas:

Zanzibar - (Edu Lobo)
Marinheiro Só - (Caetano Veloso) - participação: Martinho da Vila
Summertime - (Dubose Heyward - Dorothy Heyward - George Gershwin - Ira Gershwin)
De conversa em conversa - (Haroldo Barbosa - Lúcio Alves)
O samba da minha terra - (Dorival Caymmi)
Tema espanhol - (Rosinha de Valença - Celinho)
Caboclo Ubiratan - (domínio público) - adaptação: Rosinha de Valença)
Bala com bala - (João Bosco - Aldir Blanc)
Asa branca - (Luiz Gonzaga - Humberto Teixeira)
Araponga - (Rosinha de Valença)
Cuíca - (Rosinha de Valença)
Os grilhos são astros - (Rosinha de Valença)
Madrinha lua - (Rosinha de Valença)
Cabocla Jurema - (Rosinha de Valença)
Xangô - (domínio público)
Usina de prata - (Rosinha de Valença)
Vila de Santa Tereza - (Rosinha de Valença - Elisa Marina)
Lamento - (Pixinguinha - Vinícius de Moraes) - participação: Sivuca
Tema do boneco de palha - (Vera Brasil - Silvan Castelo Neto)

Veja também