Além da Agenda

Em homenagem a Eduardo Coutinho

3 de fevereiro de 2014

O cineasta Eduardo Coutinho faleceu ontem, com 80 anos. Compartilhamos em lembrança ao diretor duas entrevistas suas para o instituto.

Nesta, no Jogo de Ideias, Coutinho fala sobre O Fim e o Princípio, filme de 2004, sobre sua relação com seus entrevistados e a reação do público a suas produções. “Tento me colocar no lugar do outro. Ouço e acredito no que essas pessoas me falam”, diz ele.

 

Em “A Vida é Amiga da Arte“, perfil escrito pela jornalista Paula Fazzio para a Continuum, Coutinho comenta seus métodos e suas perspectivas a respeito da vida e da arte. No texto, lemos:

Por mais brasileira que seja sua trajetória de documentários, Coutinho consegue imprimir marcas universais em cada um deles. É possível sensibilizar-se com alguns personagens em todos os seus filmes, mesmo que pertençam a uma realidade distante. “Coutinho faz filme com os outros e não sobre os outros […]. Ninguém está previamente condenado a nada”, explica João Moreira Salles no prefácio do livro O Documentário de Eduardo Coutinho: Televisão, Cinema e Vídeo (Jorge Zahar, 2004), de Consuelo Lins.

Rumos Cinema e Vídeo 1998

Coutinho também foi um dos selecionados pelo programa Rumos Cinema e Vídeo 1998, que fomentou, entre outras, a produção de seu filme Santo Forte. Confira o trailer:

Comentários