Além da Agenda

Saxofonando participa de concurso internacional em Brasília

6 de outubro de 2015

No dia 9 de outubro, o Quarteto Saxofonando, formado por Beatriz Pacheco (sax soprano), Danilo Rocha (sax alto), Herbert Lucas (sax tenor) e Janderson Bernardo (sax barítono) – atuais alunos e formandos da Escola do Auditório – participa da semifinal do 1º Concurso Internacional de Quarteto de Saxofones de Brasília. Esta é a primeira vez que uma competição do gênero, destinada a quartetos de saxofone de todas as nacionalidades e sem limite de idade, acontece no país.

Quarteto Saxofonado

Tendo como concorrentes outros dois quartetos brasileiros (Quartessência e Saxofonium) e três colombianos (234, Da´Corto e Quacolsax), os jovens músicos terão de apresentar as peças Mobile para Quarteto de Saxofones, de Ronaldo Miranda, e Gare Saint-Lazare para Quarteto de Saxofones, de Douglas Braga – saxofonista da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e professor de saxofone na Escola do Auditório. O programa é obrigatório para todos os participantes dessa etapa e, na fase final, os cinco primeiros classificados deverão executar a peça Quarteto Nº 1 para Quarteto de Saxofones, também de Douglas Braga.

Mas quem pensa que os integrantes do Saxofonando têm alguma vantagem sobre os demais competidores, já que têm contato com o compositor da obra, se engana. Para eles a responsabilidade só aumenta. “Nós vamos ter de tocar muito, mas muito bem. O público estará esperando por isso, já que somos alunos do Douglas”, relata Danilo. “Na posição de alunos dele, para nós tudo tem de sair perfeito”, acrescenta Beatriz.

O resultado do 1º Concurso Internacional de Quarteto de Saxofones de Brasília sai no próprio dia 9, logo após as apresentações. Até lá, os músicos garantem empenho total e muito ensaio para tentar voltar para São Paulo como vencedores.

Sobre o Quarteto Saxofonando

Quarteto Saxofonando PB

Criado em 2011 durante o Encuentro Internacional de Orquestas y Coros Infantiles y Juveniles para el Bicentenario, que aconteceu na Argentina, e com o apoio do mestre Nailor Proveta, diretor-artístico da Escola do Auditório, o Saxofonando conta com a formação atual desde 2014. Os músicos que integram o grupo também fazem parte de outras formações da Escola do Auditório – como a Orquestra Brasileira do Auditório e a Orquestra Furiosa do Auditório –, que está sob gestão do Itaú Cultural desde 2012, oferecendo cursos de música brasileira, com duração de cinco anos, a até 170 estudantes (a partir de 12 anos de idade) da rede pública de ensino que residam no município de São Paulo.

Em 2013 o Quarteto Saxofonando participou da gravação do Samba-Book de Zeca Pagodinho, junto à Orquestra Furiosa do Auditório. Em 2012, ficou com a segunda colocação no concurso Pré-Estreia, da TV Cultura, na categoria conjuntos. Nesse mesmo ano, participou da 4ª Mostra Brasil (RJ) e do I Festival de Música Clássica (SP).

Comentários