testeiras_blog-rumos_960x80

Lançamento “Código Revista”

4 de dezembro de 2016
Captura de Tela 2016-12-02 às 19.19.35

Em 6 de dezembro, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), será lançada a versão digital da Código, revista publicada de 1974 a 1990 pelo poeta e artista gráfico Erthos Albino de Souza (1932-2000), que se dedicava à literatura e às artes visuais experimentais. A partir das 19h30, ocorrem a apresentação multimídia da plataforma on-line e uma mesa de conversa com poetas participantes do periódico – já confirmados, Augusto de Campos, Antônio Risério e Regina Silveira. O evento compõe Código Revista, projeto selecionado pelo Rumos 2015-2016 e realizado por Ariane Stolfi, Bruno Schiavo, Daniel Scandurra, Gabriel Kerhart e João Reynaldo Paiva Costa. Acesse o site com as 12 edições da publicação.

Código era uma publicação independente e alternativa com foco na poesia e na arte de vanguarda do Brasil – reunindo, entre outros nomes, Décio Pignatari, Haroldo de Campos, José Lino Grünewald, Julio Plaza, Waly Salomão, Júlio Bressane, Lenora de Barros, Alice Ruiz e Pedro Xisto –, além de publicar ensaios, traduções e crítica. Fazia parte de um grupo de “revistas de invenção”, como Noigandres, Invenção, Pólem, Bahia Invenção, Muda, Através e Artéria. Em Código, as pesquisas de poesia concreta ganhavam prosseguimento, ampliando-se para a fotografia, o vídeo, a cultura urbana, os quadrinhos, o computador e a tradução intersemiótica.

 Segundo Felipe Martins Paros, em um artigo que conta a história da revista, “Código teve um papel absolutamente fundamental: foi a maior vitrine que os concretos tiveram fora das páginas de suas revistas oficiais. Num mundo que os rejeitava, e onde publicar livros por editoras era por demais complicado e caro, Código representou a possibilidade de que as ideias concretas tivessem um meio de circulação, que pudessem respirar e, o mais importante, se renovar e se reinventar”.

lançamento Código Revista
terça 6 de dezembro de 2016
das 19h30 às 22h

Centro Cultural São Paulo – Sala Lima Barreto | Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso [estação Vergueiro do metrô] | centrocultural.sp.gov.br

Comentários