testeiras_blog-rumos_960x80

Rumos 2013-2014: Acampamento Provisório 1

18 de setembro de 2015

obra: Acampamento Provisório I
selecionado: Cia. Teatral Ueinzz

Acampamento Provisório I, projeto selecionado no Rumos 2013-2014, é uma zona de experimentação temporária e aberta ao público. Dela fazem parte exposição, performances, exibição de filmes, conferências, oficinas e lançamento de livro.

A inspiração para o trabalho vem de Fernand Deligny (1913-1996). O poeta e pedagogo francês realizou uma profunda pesquisa com crianças autistas, dando origem ao que hoje chamamos de método Deligny. Observador, ele elaborava mapas – de percepções e gestos – nos quais traçava percursos dessas crianças, distinguindo as linhas de errância das linhas costumeiras. Com isso, podia observar o que nos escapa se estivermos atentos apenas aos padrões de linguagem e interação já conhecidos.

A Cia. Teatral Ueinzz trabalha com o potencial poético revelado pelos estudos de Deligny. É composta de pacientes e usuários de serviços de saúde mental, atores profissionais, terapeutas, compositores e diretores. Foi fundada em 1997 no interior do hospital-dia A Casa, em São Paulo (SP), mas em 2002 desvinculou-se do contexto hospitalar. Atualmente conta com mais de cem apresentações, boa parte delas realizada no Teatro Oficina, também na capital paulista.

Nas performances, o grupo encena uma história na qual no mundo não há lugar para todas as pessoas. Então um pequeno grupo decide sair em uma nave em busca de outros mundos. Utopia, evasão ou lucidez?

Além das apresentações, o projeto inclui uma mostra de filmes, todos eles documentários, que são referência criativa para o grupo – entre as obras estão Esse Garoto (1976) e O Mínimo Gesto (1971). Especialistas e pesquisadores como Sandra Alvarez de Toledo, Marlon Miguel e Noelle Resende também foram importantes para o desenvolvimento do projeto, e conferências com eles fazem parte da apresentação de Acampamento Provisório I no Itaú Cultural no mês de outubro.

 

Comentários