testeiras_blog-rumos_960x80

Rumos 2013-2014: El Redescubrimiento de América Latina

4 de setembro de 2015

Obra: El Redescubrimiento de América Latina
Proponente: Zefirina Bomba

A banda Zefirina Bomba surgiu no início dos anos 2000, instigada e motivada pela experimentação sonora. A ideia era utilizar instrumentos não convencionais para os padrões de uma banda de rock, como o berimbau e a viola – em sua sonoridade mais áspera e aguda.

Desde 2005, o grupo bota o pé na estrada e realiza turnês de carro, dando continuidade às investigações musicais que se tornam possíveis pela troca de experiências com diferentes pessoas e culturas. Já são mais de 300 mil quilômetros rodados em solo brasileiro e mais de 6 mil percorridos em nove países europeus.


Em 2013, movida pelo desejo de dar continuidade a seu modo de criação, a banda inscreveu-se no Rumos 2013-2014 com o projeto El Redescubrimiento de América Latina. A proposta era intercambiar experiências musicais que pudessem se concretizar em exposições fotográficas itinerantes, debates, oficinas e principalmente shows. “Nos últimos anos, vários grupos latino-americanos vieram ao Brasil, mas os brasileiros não conseguem fazer o mesmo. Muitos deles só circulam pelo Cone Sul [Argentina, Uruguai e Chile]”, destaca a banda.

O grupo foi um dos 101 selecionados da mais recente edição do programa. Em mais de 45 dias de estrada – entre os meses de março e abril de 2015 –, o trio explorou alguns trechos do norte do território brasileiro, além da Bolívia, do Chile e do Peru. Durante o percurso, a Zefirina Bomba realizou 37 shows e as imagens das viagens foram todas registradas em vídeo. O resultado será apresentado em um documentário.

“Quando começamos a planejar o projeto El Redescubrimiento de América Latina, não imaginávamos as riquezas que encontraríamos. A história está nas ruas, no povo e na maneira como se preservam suas raízes. Em 12 anos de estrada, rodamos o Brasil inteiro, tocamos na Europa e nos Estados Unidos, mas nada se compara ao que passamos nesses dias de viagem. Precisamos aprender mais com os nossos hermanos para nos reconhecermos como americanos. Tudo isso será compartilhado em breve, e esperamos estar contribuindo com algo”, enfatiza o grupo em relação às experiências vividas no trajeto.

Além dos países previstos no projeto selecionado pelo Rumos, os músicos continuam viajando pela América Latina capturando novas imagens. Elas, juntas às demais, irão compor um documentário que será lançado no primeiro semestre de 2016.

É possível saber mais sobre a trajetória do grupo no site  e no Facebook .

 

Comentários