testeiras_blog-rumos_960x80

Rumos 2013-2014: Warakdzã – Conexões Culturais e Midiáticas no Sertão do Cariri

8 de maio de 2015

Segundo as lendas dos índios cariris, Warakdzã é o senhor do sonho, inspirador das criações que dão sentido à vida. Celebrando sua força e poder, as tribos realizavam uma grande festa que reunia sacerdotes para um ritual anual. Tendo como inspiração o festejo cariri, a Fundação Casa Grande elaborou o projeto Warakdzã – Conexões Culturais e Midiáticas no Sertão do Cariri.

A ideia é promover o intercâmbio e a articulação entre uma rede de formadores integrada por profissionais de áreas multidisciplinares, instituições e coletivos de artistas e a partir disso promover a formação das crianças e adolescentes da fundação.

O projeto propõe a realização da Mostra do Warakdzã. O evento tem por objetivo ser uma grande reunião, com celebração musical, troca e aprendizado entre os oficineiros e os membros da Fundação Casa Grande e comunidade, que serão multiplicadores do conhecimento e saberes adquiridos durante todo o processo de formação.

A Fundação Casa Grande – Memorial do Kariri
Criada em 1992, a instituição é uma organização não governamental, cultural e filantrópica, com sede em Nova Olinda, Ceará. Atua nos setores criativos da cultura, da arte, da memória, da comunicação, da educação e do turismo.

Com a missão de ser um espaço de vivência em gestão institucional para crianças e adolescentes, a fundação apresenta quatro programas: educação infantil, empreendedorismo juvenil, geração de renda familiar e sustentabilidade institucional. A ideia é promover competências, habilidades e atitudes necessárias para a formação e atuação do profissional criativo. Os jovens integram a rotina dos alunos frequentadores da Fundação Casa Grande, gerenciando e cuidando do espaço físico, da organização financeira e dos atendimentos gerados pelo espaço. Os laboratórios unem educação infantil com profissionalização, em que o aprendizado mútuo se torna metodologia de ensino dentro de um processo em que se aprende fazendo.

Desse modo a organização chega às residências por meio do Turismo de Base Comunitária, sendo os familiares os que recebem visitantes em suas pousadas domiciliares, gerando um complemento na renda da família. De uma forma sistêmica, os quatro eixos estratégicos movimentam a Cadeia Produtiva da Cultura Criativa no Município de Nova Olinda, fazendo da Fundação Casa Grande referência nacional e internacional e gerando fluxo turístico anual de 60 mil visitantes. 

Nova Olinda
A cidade está localizada no Ceará, na região do Cariri, em plena caatinga. Com aproximadamente 15 mil habitantes, fica a 558 quilômetros da capital, Fortaleza. Rodeada pelo verde da Chapada do Araripe, possui grande variedade de atrativos naturais, como a Ponte de Pedra e o Berço da Mãe d’Água. O trabalho em couro de Espedito Seleiro, a arte na pedra cariri de Zé Felipe e a Fundação Casa Grande são alguns dos pontos de interesse cultural da cidade.

A região metropolitana do Cariri engloba 27 municípios. Nessa área viviam os índios quiriris ou tapuias, cuja ramificação linguística não estava ligada diretamente ao tupi. Uma das principais subdivisões dessa tribo eram os cariri, que, nômades, visitavam de tempos em tempos as margens do Rio São Francisco, incluindo o sertão da Paraíba, o Rio Grande do Norte e o Ceará. Muitas tribos foram exterminadas durante o processo de conquista dos sertões, migrando para outras áreas e por isso sua herança histórica pode ser encontrada em outras regiões.

 

Comentários