Vídeo / Davi Kopenawa – Prêmio Itaú Cultural 30 Anos (2017)

Busca

Xamã e líder político dos ianomâmis, Davi Kopenawa (Amazonas, ca. 1956) é um incansável defensor da Floresta Amazônica e do seu povo, composto de mais de 600 comunidades entre o norte do Brasil e o sul da Venezuela. Fundador da associação Hutukara, que representa grande parte dessa etnia no território nacional, foi um dos principais responsáveis – em 1992, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Eco-92) – pelo reconhecimento da Terra Indígena Ianomâmi por parte do governo brasileiro. Sua trajetória, sua visão de mundo e suas preocupações acerca do meio ambiente são comentadas nos relatos que deu ao etnólogo Bruce Albert e que resultaram no livro A Queda do Céu, publicado no Brasil em 2015.

No vídeo, ele conta que aprendeu com seus antepassados a importância da floresta e perigos como a poluição e a destruição do subsolo, e diz que a luta passa pela dificuldade que o povo da cidade tem de aprender com a sabedoria dos indígenas.

O Prêmio Itaú Cultural 30 Anos faz parte das comemorações das três décadas do instituto. Reconhece dez pessoas ou coletivos que atuaram de forma relevante e sinérgica, intervindo significativamente na vida artística e cultural do país nesse período. Os contemplados foram divididos em cinco categorias que dialogam com programas fundamentais do Itaú Cultural: Aprender – Ana Mae Barbosa e Mestre Meia-Noite; Criar – Lia Rodrigues e Véio; Experimentar – Hermeto Pascoal e Teatro da Vertigem; Inspirar – Eliana Sousa Silva e Niède Guidon; e Mobilizar – Davi Kopenawa e Sueli Carneiro.

Saiba mais sobre o Prêmio Itaú Cultural 30 Anos.

Confira outros vídeos sobre os premiados.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Ana de Fátima Sousa
Coordenadores do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Carlos Costa e Jader Rosa
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Paula Bertola
Direção, captação e edição: Bela Baderna (terceirizado)
Roteiro: Paula Stuzan (terceirizada)
Pesquisa: Adriana Yanez e Heverton Lima (terceirizados)
Som direto: Tomás Franco (terceirizado)

Assuntos: