Desdobramentos virtuais de conteúdo, programação on-line, difusão nas redes sociais, site e Observatório Cultural_

O Itaú Cultural também tem oferta consistente de conteúdo para consumo na web. O instituto investe cada vez mais nas redes sociais, nas divulgações on-line de sua programação e na acessibilidade para pessoas com deficiência. Todas as atividades transmitidas virtualmente, por exemplo, contam com interpretação em Libras, a Língua Brasileira de Sinais. Além da Enciclopédia, a maioria das ações da instituição conta com desdobramentos virtuais e parte da programação resulta em programas de rádio e TV, que ao longo dos últimos 15 anos, são distribuídos para uma ampla rede de emissoras públicas e comunitárias, ampliando o alcance das iniciativas.

 

Alimentando a sua vocação natural de ser uma plataforma para a geração de conteúdos e manifestações artístico-culturais vindas de todo o Brasil, o Itaú Cultural também aposta nos seus próprios meios de comunicação. O instituto criou e edita a revista Observatório Itaú Cultural, voltada para as discussões em torno da política pública cultural brasileira. Ela traduz e dissemina as discussões, análises e propostas que saem do espaço que lhe dá nome, onde especialistas pesquisam e debatem os fenômenos relacionados à gestão cultural. A proposta central é incentivar o diálogo constante com pesquisadores, universidades, instituições governamentais na área de produção de dados estatísticos, organizações supranacionais e centros de pesquisa no campo das políticas públicas de cultura.

O site do instituto também é importante ferramenta para aproximar cada vez mais o público de todos os produtos, eventos e reflexões gerados pela instituição. O site transmite palestras, debates, shows e apresentações on-line, para que o púbico de outras partes do país possa acompanhar a programação simultaneamente. Nestes 29 anos, já recebeu mais de 111,5 milhões de acessos únicos. O endereço, que abriga ainda a rádio Itaú Cultural na web também oferece programas musicais, de literatura e de entrevistas.

 

O Itaú Cultural mantém, ainda, a plataforma O Mundo de Bartô, destinada ao público infantil. Fonte de diversão e conhecimento para as crianças, é comandado por um ratinho chamado Bartolomeu, que traz entrevistas com personalidades do universo infantil e dicas de filmes, livros e espetáculos, e outras atrações.

 

Há também uma série de revistas eletrônicas com vários tipos de jogos de colorir e recortar, além de textos em linguagem simples sobre temas ligados ao mundo da arte e da cultura. Embora seja voltado especialmente para pequenos de 5 a 12 anos, o site é também um espaço para toda a família.

2016 -  DESENVOLVIDO PELA CONTEÚDO COMUNICAÇÃO

O Itaú Cultural também tem oferta consistente de conteúdo para consumo na web. O instituto investe cada vez mais nas redes sociais, nas divulgações on-line de sua programação e na acessibilidade para pessoas com deficiência. Todas as atividades transmitidas virtualmente, por exemplo, contam com interpretação em Libras, a Língua Brasileira de Sinais. Além da Enciclopédia, a maioria das ações da instituição conta com desdobramentos virtuais e parte da programação resulta em programas de rádio e TV, que ao longo dos últimos 15 anos, são distribuídos para uma ampla rede de emissoras públicas e comunitárias, ampliando o alcance das iniciativas.

 

Alimentando a sua vocação natural de ser uma plataforma para a geração de conteúdos e manifestações artístico-culturais vindas de todo o Brasil, o Itaú Cultural também aposta nos seus próprios meios de comunicação. O instituto criou e edita a revista Observatório Itaú Cultural, voltada para as discussões em torno da política pública cultural brasileira. Ela traduz e dissemina as discussões, análises e propostas que saem do espaço que lhe dá nome, onde especialistas pesquisam e debatem os fenômenos relacionados à gestão cultural. A proposta central é incentivar o diálogo constante com pesquisadores, universidades, instituições governamentais na área de produção de dados estatísticos, organizações supranacionais e centros de pesquisa no campo das políticas públicas de cultura.

 

O site do instituto também é importante ferramenta para aproximar cada vez mais o público de todos os produtos, eventos e reflexões gerados pela instituição. O site transmite palestras, debates, shows e apresentações on-line, para que o púbico de outras partes do país possa acompanhar a programação simultaneamente. Nestes 29 anos, já recebeu mais de 111,5 milhões de acessos únicos. O endereço, que abriga ainda a rádio Itaú Cultural na web também oferece programas musicais, de literatura e de entrevistas.

 

O Itaú Cultural mantém, ainda, a plataforma O Mundo de Bartô, destinada ao público infantil. Fonte de diversão e conhecimento para as crianças, é comandado por um ratinho chamado Bartolomeu, que traz entrevistas com personalidades do universo infantil e dicas de filmes, livros e espetáculos, e outras atrações.

 

Há também uma série de revistas eletrônicas com vários tipos de jogos de colorir e recortar, além de textos em linguagem simples sobre temas ligados ao mundo da arte e da cultura. Embora seja voltado especialmente para pequenos de 5 a 12 anos, o site é também um espaço para toda a família.

2016 -  DESENVOLVIDO PELA CONTEÚDO COMUNICAÇÃO

Desdobramentos virtuais de conteúdo, programação on-line, difusão nas redes sociais, site e Observatório Cultural_

O Itaú Cultural também tem oferta consistente de conteúdo para consumo na web. O instituto investe cada vez mais nas redes sociais, nas divulgações on-line de sua programação e na acessibilidade para pessoas com deficiência. Todas as atividades transmitidas virtualmente, por exemplo, contam com interpretação em Libras, a Língua Brasileira de Sinais. Além da Enciclopédia, a maioria das ações da instituição conta com desdobramentos virtuais e parte da programação resulta em programas de rádio e TV, que ao longo dos últimos 15 anos, são distribuídos para uma ampla rede de emissoras públicas e comunitárias, ampliando o alcance das iniciativas.

 

Alimentando a sua vocação natural de ser uma plataforma para a geração de conteúdos e manifestações artístico-culturais vindas de todo o Brasil, o Itaú Cultural também aposta nos seus próprios meios de comunicação. O instituto criou e edita a revista Observatório Itaú Cultural, voltada para as discussões em torno da política pública cultural brasileira. Ela traduz e dissemina as discussões, análises e propostas que saem do espaço que lhe dá nome, onde especialistas pesquisam e debatem os fenômenos relacionados à gestão cultural. A proposta central é incentivar o diálogo constante com pesquisadores, universidades, instituições governamentais na área de produção de dados estatísticos, organizações supranacionais e centros de pesquisa no campo das políticas públicas de cultura.

 

O site do instituto também é importante ferramenta para aproximar cada vez mais o público de todos os produtos, eventos e reflexões gerados pela instituição. O site transmite palestras, debates, shows e apresentações on-line, para que o púbico de outras partes do país possa acompanhar a programação simultaneamente. Nestes 29 anos, já recebeu mais de 111,5 milhões de acessos únicos. O endereço, que abriga ainda a rádio Itaú Cultural na web também oferece programas musicais, de literatura e de entrevistas.

 

O Itaú Cultural mantém, ainda, a plataforma O Mundo de Bartô, destinada ao público infantil. Fonte de diversão e conhecimento para as crianças, é comandado por um ratinho chamado Bartolomeu, que traz entrevistas com personalidades do universo infantil e dicas de filmes, livros e espetáculos, e outras atrações.

 

Há também uma série de revistas eletrônicas com vários tipos de jogos de colorir e recortar, além de textos em linguagem simples sobre temas ligados ao mundo da arte e da cultura. Embora seja voltado especialmente para pequenos de 5 a 12 anos, o site é também um espaço para toda a família.