Ensaísta, músico e professor aposentado de literatura brasileira na Universidade de São Paulo (USP), José Miguel Wisnik conta a sua experiência como mestrando e doutorando sob a orientação de Antonio Candido. Fala extraída da participação do convidado na mesa Aulas, Seminários, Conversas: a Pedagogia de Antonio Candido, durante o Colóquio Internacional Antonio Candido, realizado em maio de 2018 no Itaú Cultural.

José Miguel Wisnik fez mestrado e doutorado em teoria literária e literatura comparada, sob a orientação de Antonio Candido. Publicou, entre outras obras, O Coro dos Contrários – a Música em Torno da Semana de 22; O Som e o Sentido – uma Outra História das Músicas; Sem Receita – Ensaios e Canções; e Veneno Remédio – o Futebol e o Brasil.

Neste 2018, quando completaria 100 anos, o crítico literário, sociólogo e professor Antonio Candido é o homenageado da 40ª edição do programa Ocupação, com curadoria do Itaú Cultural e de Laura Escorel, neta do intelectual.

Leia mais sobre o Colóquio Internacional Antonio Candido.

Sobre a Ocupação Antonio Candido.

Leia o verbete sobre o professor na Enciclopédia Itaú Cultural.

Veja também

Para o mestre com carinho

I Na obra do professor Antonio Candido, há três textos aos quais retorno com frequência. Enumer...