ser a dor, viver a dor, ser árvore
envergar e jamais quebrar
ser o choro, embriagar com cada lágrima
ser retina, abrir o olhar e mareiar para limpar

Abre esta matéria o trecho inicial de “Axé”, primeira canção do DVD Mais, que a cantora e compositora Maíra Baldaia lança no Itaú Cultural, em São Paulo, em 24 de novembro, às 20h. A musicista mescla referências afro-brasileiras a sonoridades da bossa nova, do samba e do rock. Mais é o segundo disco da autora, tendo sido antecedido por Poente e Outras Paisagens (2016), e foi composto com participação de vários músicos da cena contemporânea: Luedji Luna, Nath Rodrigues e Ellen Oléria, entre outros.

Nas letras, Baldaia canta o amor (“Só por um Instante”, “Poente”, “Espelho d’Água” etc.), embeleza seus versos com referências à religiosidade afro-brasileira (“Pororoca”), fala, em primeira pessoa, da negritude (“Negra Rima”, ou o verso de “Insubmissa” que trata da “insubmissa voz, insubmissa negra voz”) e do ser mulher, também em “Insubmissa”:

mulher é lua
sabe quando estamos a beira-mar e vê-se a lua cheia
refletida na imensidão das águas?
então, isso é mulher!

Mulher e negra, Baldaia canta resistência (“é preciso estar atento e forte, se mantenha viva, mulher”, em “Palavra Muda”; “voz de reação, chama pra ação, ela é mulher e grita pelo que quer”, em “Negra Rima”) e liberdade, desde o desapego nos relacionamentos (presente em “Só por um Instante”), até uma abertura, capacidade de se espraiar tanto pela tristeza quanto pela alegria, que aparece mesmo como condição de viver:

ser o sangue, viver o sangue, ser cinzas
queimar e renascer do pó
ser a água, embriagar com todo canto de mar
ser raiz, entranhar com fluidez para encharcar
enloucrescer pela dor e pelo amor


o horizonte é pra quem tem veias abertas e poesia nos ossos...

Os últimos trechos, novamente, de “Axé”. Mais e Poente e Outras Paisagens podem ser ouvidos no Soundcloud de Baldaia. Veja também o clipe de “Insubmissa”:

Maíra Baldaia [com interpretação em Libras]
sábado 24 de novembro de 2018
às 20h
[duração aproximada: 70 minutos]
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa

[livre para todos os públicos]

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Veja também