Márcia Kambeba, escritora de origem Omágua Kambeba, no Amazonas, cresceu em uma aldeia do povo Ticuna e reside hoje no Pará. Aos 8 anos, ela se mudou para a cidade, porém visitava a aldeia com frequência. Nessas visitas pôde observar o aumento gradativo do contato da civilização branca com a cultura daquele povo, que ainda mantém sua tradição oral. Ela também fala sobre alguns trabalhos de preservação da cultura.

Depoimento gravado durante o evento Mekukradjá – Círculo de Saberes de Escritores e Realizadores Indígenas, em setembro de 2016, em São Paulo/SP. Leia mais sobre o evento.

Mais vídeos sobre culturas indígenas.

Leia sobre a edição 2017 do Mekukradjá.

Outros depoimentos de escritores brasileiros na playlist Encontros de Interrogação.

Confira ainda os registros dos debates do Mekukradjá 2016.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Gerente do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Ana de Fátima Sousa
Coordenadores do Núcleo de Comunicação e Relacionamento: Carlos Costa e Jader Rosa
Entrevista: Duanne Ribeiro
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Ana Paula Fiorotto e Caroline Rodrigues
Captação: Bela Baderna
Edição: Anna Lucchesi (terceirizada)
Roteiro: Rosani Madeira (terceirizada)
Músicas: “Krikok Tondon” e “Nak Inhauit”, do CD GRI Kandhan – Músicas do Povo Krenak

Veja também
Highlight large laurita krenak

Krenak dentro e fora do Brasil

Documentário sobre o povo indígena Krenak participa da 7ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental e do festival peruano Sembrando Cine