Mestre e doutorando em psicologia social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Márcio Farias comenta os desafios da preservação da memória afro no Brasil e analisa instrumentos dessa luta, como o samba e a roda de samba.

Entre os dias 16 e 17 de março de 2017, o Observatório Itaú Cultural e o Centro de Memória, Documentação e Referência (CMDR) realizaram o Seminário de Memória, Resistência e Políticas Culturais na América Latina. O evento reuniu pesquisadores, gestores culturais, artistas e ativistas do continente latino-americano em quatro mesas de debate e um workshop.

Durante esse ciclo, o Observatório conversou com alguns dos participantes sobre a importância das políticas culturais para a memória, além de conhecer mais a atuação particular de cada um.

Créditos
Presidente: Milú Villela
Diretor-superintendente: Eduardo Saron
Superintendente administrativo: Sérgio Miyazaki
Núcleo de Inovação | Observatório
Gerente: Marcos Cuzziol
Coordenadora do Observatório: Luciana Modé
Produtores do Observatório: Marcel Fracassi e Rafael Figueiredo
Núcleo de Audiovisual e Literatura
Gerente: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Jahitza Balaniuk
Captação e edição: VOCS

Veja também
Highlight large foto ida alta wallace andrade 2

Ida

Peça levanta questões como o racismo estrutural que marca nossa sociedade e o processo de autodescoberta da mulher negra
onde: Itaú Cultural