Itaú Numismática - Museu Herculano Pires
O Museu está fechado para reformas

Desde tempos imemoriais a humanidade coleciona objetos que testemunharam fatos importantes vividos por gerações anteriores, ou que resgatem a memória de eventos notáveis na história de uma nação. Dentre estes objetos, as moedas, medalhas e condecorações, perenes por serem feitas de metais nobres, tem um destaque especial.

A ciência que se ocupa do estudo destas interessantes peças metálicas, a numismática, se relaciona diretamente com a história do país e a heráldica, procurando entender e explicar as particularidades e os motivos das cunhagens. Vista em outro sentido, a numismática é por sua vez um poderoso apoio para o pesquisador, que aí muitas vezes encontra a prova de suas teses.

Ciência documental e testemunho histórico por um lado, lazer cultural e colecionismo por outro, a numismática é também investimento e reserva de valor quando observada pelo seu lado mais comercial, distinguindo-se, entretanto, de outros investimentos em arte e cultura por sua liquidez privilegiada.


O Museu Herculano Pires de Itaú Numismática é único no seu formato, pois está estruturado tanto para atender ao público especializado em moedas como ao público em geral, oferecendo aos mais diversos interesses culturais e faixas etárias, as informações desejadas.

As visitas podem ser individuais ou monitoradas; neste caso em grupos de 10 a 20 pessoas, previamente agendadas em português ou inglês.


A apresentação inicia-se com um vídeo informativo, despertando a atenção dos participantes para os pontos relevantes da numismática e da história do Brasil, a qual é contada em 32 módulos, dispostos cronologicamente e dando destaque aos pontos notáveis, documentados por moedas, medalhas e condecorações.

Cada módulo apresenta na sua parte superior um painel com a efígie do governante, brasão e bandeira da época, bem como informações sócio-políticas e econômicas do período. Na parte central das vitrinas estão as moedas, medalhas e condecorações acompanhadas de informações numismáticas. A parte inferior das vitrinas apresenta a iconografia da cidade luso-brasileira através de gravuras, pinturas e fotografias. Cada módulo é acompanhado por trilha sonora com músicas da sua época.


Desta forma os visitantes de um grupo agendado, percorrem os 500 anos da história do Brasil em roteiros de 40 minutos, os quais podem ser abreviados para até 30 ou ampliados para até 100 minutos, conforme o detalhamento desejado pelo grupo de participantes.

Com a finalidade de situar o espectador no tempo universal, as vitrinas tem na sua base uma fita cronológica, apresentando os principais eventos históricos, políticos e sociais, do Brasil e Portugal em particular e do mundo em geral, abrangendo o espaço de tempo entre os anos de 1500 e 2000.

Para os especialistas, uma mesa circular exibe cerca de 236 patacões, permitindo sua observação detalhada, com poderosas objetivas LEICA que alcançam até 40 vezes de aumento.