Em 2016, o Auditório Ibirapuera recebeu espetáculos bastante distintos entre si. Com o intuito de fornecer uma programação diversificada, o palco da casa foi ocupado por músicos, escritores, atores, maestros, cineastas, dançarinos e outros tantos artistas. Além disso, neste ano, ampliou-se o número de shows com o recurso de interpretação em Libras (Língua Brasileira de Sinais).

Apresentações para a plateia externa foram realizadas, permitindo que o espaço do Parque Ibirapuera fosse ocupado por todos os interessados nas atrações. A plateia interna contou com shows de lançamento de disco, homenagens a grandes mestres, peças e exibição de filmes. O foyer foi ocupado por diferentes grupos, sobretudo pelas orquestras formadas por alunos da Escola do Auditório.

Confira abaixo um pouco do que aconteceu em 2016 e acesse o site do Auditório Ibirapuera para acompanhar a programação de 2017.

6 de maio | Ana Cañas
A cantora paulistana Ana Cañas apresentou um show com as canções do seu quarto álbum de estúdio, Tô na Vida. Primeira produção totalmente autoral da artista, foi lançada em vinil na data, com arte diferenciada no CD e nova masterização.3 de março | MITsp
A abertura da terceira edição da Mostra Internacional de Teatro de São Paulo foi realizada no Auditório Ibirapuera, com a encenação da peça Cinderela (Cendrillon), dirigida pelo francês Joël Pommerat.3 de abril | Birdman, com trilha ao vivo de Antonio Sanchez
No início do mês de abril, na plateia externa da casa, foi exibida a projeção do filme Birdman, de Alejandro Iñarritu. A trilha sonora, ganhadora do 58º Grammy, foi executada ao vivo pelo baterista e compositor Antonio Sanchez.29 de maio | Rico Dalasam
O esperado disco Orgunga, o primeiro do rapper paulistano Rico Dalasam, foi lançado no final de maio no Auditório Ibirapuera. Pop, rock, funk e outras sonoridades, como as presentes em canções populares do Nordeste, dividem espaço no trabalho do artista, que em suas letras aborda temas como diversidade e autoafirmação.26 de junho | Escola do Auditório (homenagem ao maestro Branco)
O arranjador e instrumentista José Roberto Branco é maestro na Escola do Auditório. Em junho, a Orquestra Furiosa, um dos grupos formados por alunos da casa, realizou uma homenagem ao mestre. O repertório foi escolhido levando em consideração canções que falavam sobre a relação entre os 32 jovens músicos e Branco.8 de julho | Supla
No início de julho, Supla subiu ao palco do Auditório Ibirapuera para comemorar seus 30 anos de carreira, apresentando algumas de suas canções mais populares e músicas das bandas de que fez parte (Brothers of Brazil, Psycho 69 e Tokyo), além de novas composições e covers. O show contou com as participações especiais e Isa Salles, João Suplicy e Roger Moreira.16 de julho | Ballet Paraisópolis
Em julho, o Auditório Ibirapuera recebeu o espetáculo Dançando com a Alma, realizado pelo Ballet Paraisópolis. Com integrantes com idades entre 8 e 16 anos, o grupo tem como diretora, professora e idealizadora a coreógrafa Mônica Tarragó e foi formado com o intuito de criar oportunidades para jovens e crianças da comunidade da Zona Sul de São Paulo.23 de julho | 3 Mil Tons
O músico Salloma Salomão uniu, no espetáculo 3 Mil Tons, influências de Milton Santos, Milton Gonçalves e Milton Nascimento. A ideia ao reunir, estudar e levar para o palco o trabalho de um geógrafo, um ator e um cantor foi destacar o papel de três grandes personagens negros que deixaram um legado para a história brasileira.9 e 10 de setembro | O Terno
O grupo paulistano O Terno realizou o lançamento do terceiro disco de estúdio com duas noites de show no Auditório Ibirapuera. Formada por Tim Bernardes, Peixe e Biel Basile, a banda entrou em um novo momento com o álbum Melhor do que Parece. Experimentações e mais tempo para a gravação possibilitaram a exploração de novas sonoridades e novos instrumentos, como a harpa.18 de setembro | Roda de samba em celebração a Cartola 
Em comemoração da abertura da Ocupação Cartola, a curadora da exposição, Fabiana Cozza, promoveu uma roda de samba para celebrar o cantor e compositor carioca. A velha guarda do Camisa Verde e Branco e integrantes da Comunidade Samba da Vela e do Coletivo Sarau Samba Original foram alguns dos convidados para o show.30 de setembro | As Bahias e a Cozinha Mineira
A turnê Etc. & Tal, realizada pelo grupo As Bahias e a Cozinha Mineira, foi iniciada no Auditório Ibirapuera em 30 de setembro. Produzido por Marcos Xuxa Levy, o espetáculo apresentou um repertório baseado no disco Mulher, lançado em 2015, e em covers de nomes influentes na carreira da banda, como Belchior e Fagner.1 e 2 de outubro | Liniker
O disco Remonta, primeiro da banda Liniker e os Caramelows, foi lançado no Auditório Ibirapuera no início de outubro. Depois de conseguir um alcance grandioso com o EP Cru, composto de apenas três músicas, o grupo se lançou na estrada e realizou mais de 80 shows num período de oito meses.9 de outubro | Wilco
A banda de Chicago voltou ao Brasil depois de dez anos e subiu no palco do Auditório Ibirapuera no mês de outubro. Com mais de 20 anos de carreira, a Wilco, atualmente formada por Jeff Tweedy, John Stirratt, Glenn Kotche, Nels Cline, Patrick Sansone e Mikael Jorgensen, apresentou um repertório extenso, reunindo sucessos antigos e dos discos mais recentes, como o Star Wars, de 2015, e Schmilco, de 2016.22 de outubro | Detentos do Rap
O grupo Detentos do Rap surgiu há 20 anos no extinto presídio do Carandiru, em São Paulo. Daniel Sancy, Maurício DTS e DJ Colina apresentaram as canções do disco Marchando contra o Tempo e a Política no Brasil com as participações especiais de Dum Dum, Karol, Ylsão, Sérgio Vaz e Ferréz.2 de novembro | Mostra Internacional de Cinema 
No dia 2 de novembro, o Auditório Ibirapuera recebeu o encerramento da 40ª Mostra Internacional de Cinema. A plateia externa assistiu ao filme A General, um clássico de 1926, com a trilha sonora tocada ao vivo pela Orquestra Juvenil Heliópolis, sob a regência do maestro e compositor americano Robert Israel.6 de novembro | Orquestra Gulbenkian
Fundada em 1962, a Orquestra Gulbenkian faz parte da Fundação Calouste Gulbenkian, de Lisboa. Atualmente formado por 66 músicos, o grupo se apresentou para a plateia externa do Auditório Ibirapuera com regência do maestro californiano Lawrence Foster e participação especial do violoncelista brasileiro Antonio Meneses.AION SÃO PAULO 20/11/2016 - AUDITÓRIO IBIRAPUERA OSCAR NIEMEYER - TAYÓ - O MUSICAL - KIUSAM DE OLIVEIRA E MORABEZA NAÇÃO COM VOZ DE MARIANA PER.FOTO SERGIO CASTRO/AUDITORIO IBIRAPUERA.20 de novembro | Tayó – O Musical 
No Dia da Consciência Negra, o Auditório Ibirapuera recebeu Tayó – O Musical, espetáculo baseado na história do livro O Mundo do Black Power de Tayó.  Escrita por Kiusam de Oliveira, a obra discute de forma lúdica o significado do penteado black power, no intuito de ajudar crianças negras, sobretudo mulheres, que enfrentam o preconceito desde pequenas.23 de novembro | Balada Literária 
A Balada Literária, idealizada pelo escritor Marcelino Freire, celebra a literatura e seu diálogo com outras áreas artísticas. A abertura do evento foi realizada no Auditório Ibirapuera com o show Em Tercina, com as irmãs Alzira e Tetê Espíndola e Ney Matogrosso.27 de novembro | Graacc
Também na plateia externa, a Bachiana Filarmônica Sesi-SP foi regida pelo maestro João Carlos Martins em evento em comemoração dos 25 anos de atividades do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graacc). Com participação especial do cantor Daniel, o show apresentou um repertório diverso, que incluiu obras de Beethoven e Bach músicas populares como “Adoro Amar Você” e “Estou Apaixonado”.7 de dezembro | Abertura da SIM
A abertura da quarta edição da Semana Internacional de Música foi realizada no Auditório Ibirapuera. O evento gratuito contou com dois grandes shows, da cantora carioca Mahmundi e da banda Liniker e os Caramelows, que convidou Elza Soares.

Veja também:

>> Retrospectiva 2016 no Itaú Cultural

>> Auditório fecha para manutenção e retoma espetáculos em janeiro