No dia 17 de setembro de 2017, a Ocupação Glauco, realizada pelo Itaú Cultural, ganhou o Troféu HQMIX na categoria Exposição. Criada em 1988 por Gualberto Costa e JAL, a premiação organizada pela Associação dos Cartunistas do Brasil e pelo Instituto do Memorial de Artes Gráficas do Brasil é realizada anualmente com um processo de seleção que integra um time de jurados na definição dos indicados e mais de mil profissionais da área na escolha final.

Em cartaz de 9 de julho a 21 de agosto de 2016, a Ocupação Glauco apresentou não só trabalhos do cartunista, mas também materiais de acervo como fotografias, entrevistas cedidas à TV e rascunhos. O site da mostra conta com parte do que foi exposto, além de depoimentos em vídeo de amigos como Toninho Mendes e Laerte.

Foi concedida uma estatueta ao Itaú Cultural e outra à família do cartunista Glauco - foto: André Seiti / Itaú CulturalA estatueta do troféu, feita por Olintho Tahara, foi inspirada na série Chopnics, do jornal O Pasquim - foto: André Seiti / Itaú CulturalGlauco economizava traços e esbanjava bom humor em suas tiras - foto: André Seiti / Itaú CulturalAs personagens de Glauco marcaram presença na Ocupação - foto: André Seiti / Itaú CulturalA Ocupação continha uma área exaltando a atuação de Glauco como líder espiritual do santo-daime – religião que cultua um caminho de autodescoberta e cura permitido pelo chá de ayahuasca - foto: Parte da equipe do Itaú Cultural que realizou a Ocupação Glauco - foto: André Seiti / Itaú Cultural

É a terceira vez que o Itaú Cultural é contemplado pelo Troféu HQMIX. As ocupações Angeli e Laerte, que ocorreram, respectivamente, em 2012 e 2014, também levaram a premiação. A cerimônia da 29ª edição aconteceu no Sesc Pompeia e foi conduzida por Serginho Groisman.

Entre os premiados, destacam-se também outros nomes presentes na Banca de Quadrinistas que aconteceu no Itaú Cultural em agosto de 2017: Cris Peter como Colorista Nacional; Laudo Ferreira como Roteirista Nacional; Germana Viana, na categoria Web Quadrinhos (com "As Empoderadas"); Daniel Esteves, na categoria Publicação Independente de Grupo (com "São Paulo dos Mortos") e José Aguiar na categoria Produção para Outras Linguagens (Cena HQ – A Infância do Brasil).

Confira também a nossa playlist com trechos de vídeos, entrevistas e depoimentos sobre HQs e quadrinistas, concedidos ao Itaú Cultural.

Veja também