Dobra-dobra - processo de criaçãoDobra-dobra na Ocupação Laerte

 

A Ocupação Laerte fica em cartaz no Itaú Cultural até dia 2 de novembro e nós, educadores do instituto, propomos ao público uma nova forma de visitar a exposição. Por meio de um jogo, os visitantes são convidados para pensar sobre questões ligadas ao universo dos quadrinhos a partir de provocações reflexivas do atual contexto contemporâneo.

Para incentivar a autonomia do público durante a visitação, criamos o dobra-dobra. Com um dos passatempos mais populares entre as crianças, é possível criar um roteiro de visitação à Ocupação Laerte.

O processo de criação do jogo se iniciou com uma análise do conteúdo que faria parte do recorte curatorial da exposição. Fez parte dessa etapa uma pesquisa mais aprofundada sobre a figura de Laerte e sobre os assuntos de destaque em sua produção.

A primeira ideia era criar um jogo no qual a pessoa pudesse percorrer um caminho de perguntas em que as respostas a levariam a determinados pontos do espaço expositivo. Concluímos, então, que o jogo seria mais bem jogado a partir de qualquer ponto da Ocupação. Com base nisso, iniciamos quatro eixos temáticos para o dobra-dobra: cotidiano, humor, crítica e comportamento.

O jogo propõe, assim, uma nova forma de visitação em que o público pode escolher seus próprios roteiros. Além disso, provoca cada um dos exploradores do labirinto de maneira divertida e suave.