Dois de dezembro é o Dia Nacional do Samba. Devemos isso a Ary Barroso, que nessa data, em 1940, visitou pela primeira vez a cidade de Salvador (BA). Antes comemorado apenas na capital baiana, o dia hoje é celebrado em todo o Brasil.

Para comemorar também aqui no site do Itaú Cultural, separamos duas entrevistas da série +70, que homenageia artistas com mais de 70 anos de idade.

Primeira mulher a fazer parte da ala de compositores da Mangueira, Leci Brandão conta na entrevista como se descobriu compositora e também fala de sua carreira política. A gravação foi feita em setembro de 2015, em São Paulo (SP).

Ícone da Portela, Monarco fala sobre o começo da sua carreira na escola carioca e sobre seu primeiro samba gravado, “Tudo Menos Amor”, que ganhou o mundo na voz de Martinho da Vila. A entrevista foi gravada em julho de 2014, também em São Paulo (SP).

Veja também
Highlight large samba rock

Samba rock | Patrimônio cultural

O músico e compositor Marco Mattoli, integrante do grupo Clube do Balanço, conta como foi o processo para o samba rock se tornar...

Rumos 2015-2016: Essa Viola Dá Samba

Por meio de oficinas de confecção de viola machete e outras atividades, o projeto visa revitalizar o samba de roda – ou samba chula – da região do Recôncavo Baiano.