Entre 5 de dezembro e 17 de janeiro, o programa Ocupação Itaú Cultural apresenta uma exposição em homenagem ao Grupo Corpo, companhia de dança mineira que completa 40 anos em 2015. A mostra traz fotos que revelam o dia a dia dos bailarinos, da equipe técnica e da produção artística do grupo. As mais de mil imagens foram registradas – em viagens, ensaios e momentos de lazer – pelos próprios integrantes da companhia.

Confira abaixo a programação paralela da Ocupação Grupo Corpo 40 Anos.

NO ITAÚ CULTURAL
Fim de Semana em Família
Crianças e adultos estão convidados para uma oficina conduzida pela coreógrafa e performer Elisabete Finger e a artista visual Manuela Eichner. Com base tanto em princípios da dança contemporânea quanto em técnicas de colagem – e usando materiais como tecidos, argila e pedras –, elas propõem exercícios com os quais os participantes podem se colocar em movimento e conhecer melhor os seus corpos.

sábado 5 e domingo 6 de dezembro de 2015
às 14h
Foyer da Sala Vermelha (piso 3)
15 vagas [crianças com menos de 4 anos podem participar acompanhadas
de um adulto]
[duração aproximada 90 minutos]
Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]
[livre para todos os públicos]

Mesa com José Miguel Wisnik
O compositor, professor e ensaísta assinou quatro trilhas originais para espetáculos do Grupo Corpo – em parceria com Tom Zé, Caetano Veloso e Carlos Nuñez. José Miguel Wisnik falará um pouco sobre sua experiência de criação de trilha para a dança e sobre a relação entre a música e a construção da coreografia. A mesa conta com a participação de Rodrigo Pederneiras, coreógrafo da companhia mineira.

Com José Miguel Wisnik e Rodrigo Pederneiras
sábado 5 de dezembro de 2015
às 20h
[duração aproximada 120 minutos]
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 247 lugares
Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]
[livre para todos os públicos]

Espetáculo Nazareth (1993)

"Nazareth"
Foto: José Luiz PederneirasEspetáculo Ímã (2009)Espetáculo Bach (1996)Espetáculo Sem Mim (2011)Espetáculo Bach (1996)Espetáculo Breu (2007)Espetáculo Bach (1996)

Percursos para a Dança em Grupo – Vozes Dissonantes
Tendo como ponto de partida os 40 anos do Grupo Corpo, artistas de diferentes companhias se encontram para compartilhar experiências ligadas aos seus modos de produção e suas poéticas.

Participantes:
Adriana Grechi (diretora do Núcleo Artérias, de São Paulo), Alejandro Ahmed (coreógrafo residente, diretor artístico e bailarino da Cena 11 Cia. de Dança, de Santa Catarina), Claudia Ribeiro (diretora de programação do Grupo Corpo), Paulo Pederneiras (fundador e diretor geral e artístico do Grupo Corpo) e Jailson Lima (coreógrafo e diretor da Cia de Dança do Sesc Petrolina e produtor e diretor da Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança, de Pernambuco).
domingo 6 de dezembro de 2015
às 16h
Sala Multiúso (piso 2)
130 lugares
[duração aproximada 120 minutos]
Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]
[livre para todos os públicos]

Espetáculo Para Sempre Teu
O trabalho da Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança aborda a noção de que o homem nem sempre é um ser completo e deve lidar com suas próprias contradições.
Com Qualquer um dos 2 Companhia de Dança
O grupo foi fundado em 2007 em Petrolina, Pernambuco, e busca realizar um trabalho sistemático com ações formativas e montagens de espetáculos. Recebeu prêmios como o Festival Palco Giratório Recife (PE), Mostra Cariri de Arte e Cultura no Crato (CE).

domingo 6 de dezembro de 2015
às 19h
Sala Itaú Cultural (piso térreo) 249 lugares
[duração aproximada 45 minutos]
Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]
[classificação indicativa: 12 anos]

Espetáculo Onqotô (2005)Espetáculo Onqotô (2005)

"Onqotô"
foto José Luiz PederneirasEspetáculo Parabelo (1997)"Parabelo"

photo by José Luiz Pederneiras

NO AUDITÓRIO IBIRAPUERA
Parabelo e Onqotô
O Grupo Corpo apresenta-se no Auditório Ibirapuera com dois espetáculos por noite, Parabelo e Onqotô.
Apresentado pela primeira vez em 2005 – marcando o 30º aniversário da companhia –, Onqotô aborda a perplexidade do homem diante da vastidão do universo. A trilha sonora é assinada por Caetano Veloso e José Miguel Wisnik.
Parabelo, de 1997, é tida pelo coreógrafo Rodrigo Pederneiras como a mais brasileira das suas criações. A música de José Miguel Wisnik e Tom Zé mistura a rabeca nordestina à zabumba e ao canto das lavadeiras – numa combinação que remete às raízes da cultura popular, mas tratadas de uma forma contemporânea.

quinta 17 a sábado 19 de dezembro de 2015
às 21h
domingo 20 de dezembro de 2015
às 19h
plateia interna 806 lugares
duração aproximada 105 minutos – com 20 minutos de intervalo]
[R$20 | R$10 (meia entrada)]

[vendas a partir de 4 de dezembro em ingressorapido.com.br]