eventos

Ocupação Grupo Corpo 40 Anos

Espetáculo Santagustin (2002) "Santagustin" photo José Luiz Pederneiras (Foto: José Luiz Pederneiras/Itaú Cultural)

Em 2015 o Itaú Cultural comemora o 40º aniversário da companhia de dança mineira e marca a data com a Ocupação Grupo Corpo 40 Anos, que pode ser visitada a partir de 5 de dezembro.

Em quatro décadas de história, o Grupo Corpo produziu mais de 35 espetáculos, visitou mais de 40 países e contou com a participação de mais de cem bailarinos. No entanto, neste caso, os números dão uma vaga indicação do que é a companhia. Talvez porque o mais correto seja não apenas descrevê-la por meio da precisão dos dígitos, mas defini-la pelo que tem de indescritível.

Uma sensação – entre tantas outras – que se pode experimentar ao assistir a um espetáculo do grupo é a de plena harmonia. Música, coreografia, cenografia, luz e figurino parecem ter sido criados e executados por uma única pessoa. Esse sentimento de unicidade que aparece em cena é reflexo do equilíbrio das relações entre aqueles que estão na coxia. Bailarinos, técnicos e produção artística desenvolvem um trabalho que, além de profissionalismo, inclui afeto e respeito.

Na tentativa de revelar um pouco da trajetória do grupo, esta Ocupação apresenta mais de mil fotos que contam um pouco do cotidiano da equipe – viagens, ensaios e momentos de lazer. Todas elas capturadas pelos próprios integrantes durante o tempo em que permaneceram no grupo.

O espaço expositivo se completa com vídeos de alguns espetáculos representativos na carreira do grupo, como o primeiro deles, Maria Maria (1976), além de 21 (1992), Parabelo (1997), Onqotô (2005) e dos comemorativos Suíte Branca (2015) e Dança Sinfônica (2015).

Ocupação Grupo Corpo 40 Anos
abertura
sábado 5 de dezembro de 2015
às 11h
[visitação até as 20h30]

visitação
sábado 5 de dezembro de 2015 a domingo 17 de janeiro de 2016
terça a sexta, das 9h às 20h [permanência até as 20h30]
sábado, domingo e feriado, das 11h às 20h
entrada gratuita
[indicado para todos os públicos]

  • 05
    • /Fim de Semana em Família

      Sábado - 14:00

      Crianças e adultos estão convidados para uma oficina conduzida pela coreógrafa e performer Elisabete Finger e a artista visual Manuela Eichner. Com base tanto em princípios da dança contemporânea quanto em técnicas de colagem – e usando materiais como tecidos, argila e pedras –, elas propõem exercícios com os quais os participantes podem se colocar em movimento e conhecer melhor os seus corpos.

      Foyer da Sala Vermelha (piso 3) 

      15 vagas [crianças com menos de 4 anos podem participar acompanhadas de um adulto]

      Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]

      [livre para todos os públicos]

  • 05
    • /Mesa com José Miguel Wisnik

      Sábado - 20:00

      O compositor, professor e ensaísta assinou quatro trilhas originais para espetáculos do Grupo Corpo – em parceria com Tom Zé, Caetano Veloso e Carlos Nuñez. José Miguel Wisnik falará um pouco sobre sua experiência de criação de trilha para a dança e sobre a relação entre a música e a construção da coreografia. A mesa conta com a participação de Rodrigo Pederneiras, coreógrafo da companhia mineira.

      Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 247 lugares

      Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]

      [livre para todos os públicos]

    • Participantes

      • José Miguel Wisnik

        É professor de literatura brasileira na Universidade de São Paulo (USP), ensaísta e compositor. Entre seus livros publicados estão O Coro dos Contrários – a Música em Torno da Semana de 22 (1977), o Veneno Remédio – o Futebol e o Brasil (2008), entre outros. Como compositor lançou os CDs autorais Pérolas aos Poucos (2003) e Ná e Zé (2015). Além das trilhas originais para o Grupo Corpo, fez música para cinema e teatro.

      • Rodrigo Pederneiras

        É coreógrafo do Grupo Corpo desde 1978. Além de seu trabalho junto à companhia, criou coreografias para o Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Balé da Cidade de São Paulo, Gulbenkian (Portugal), Les Ballets Jazz de Montréal (Canadá), Stadttheater Saint Gallen (Suíça), Opéra du Rhin (França) entre outros.

  • 06
    • /Fim de Semana em Família

      Domingo - 14:00

      Crianças e adultos estão convidados para uma oficina conduzida pela coreógrafa e performer Elisabete Finger e a artista visual Manuela Eichner. Com base tanto em princípios da dança contemporânea quanto em técnicas de colagem – e usando materiais como tecidos, argila e pedras –, elas propõem exercícios com os quais os participantes podem se colocar em movimento e conhecer melhor os seus corpos.

      Foyer da Sala Vermelha (piso 3)

      15 vagas [crianças com menos de 4 anos podem participar acompanhadas de um adulto]

      Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]

      [livre para todos os públicos]

  • 06
    • / Percursos para a Dança em Grupo – Vozes Dissonantes

      Domingo - 16:00

      Tendo como ponto de partida os 40 anos do Grupo Corpo, artistas de diferentes companhias se encontram para compartilhar experiências ligadas aos seus modos de produção e suas poéticas.

      Participantes: Adriana Grechi (diretora do Núcleo Artérias, de São Paulo), Alejandro Ahmed (coreógrafo residente, diretor artístico e bailarino da Cena 11 Cia. de Dança, de Santa Catarina), Claudia Ribeiro (diretora de programação do Grupo Corpo), Paulo Pederneiras (fundador e diretor geral e artístico do Grupo Corpo) e Jailson Lima (coreógrafo e diretor da Cia de Dança do Sesc Petrolina e produtor e diretor da Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança, de Pernambuco). 

      Sala Multiúso (piso 2) 

      Gratuito – distribuição de ingresso com meia hora de antecedência]

      [livre para todos os públicos]

  • 06
    • /Espetáculo Para Sempre Teu

      Domingo - 19:00

      O trabalho da Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança aborda a noção de que o homem nem sempre é um ser completo e deve lidar com suas próprias contradições.

    • Participantes

      • Qualquer um dos 2 Companhia de Dança

        O grupo foi fundado em 2007 em Petrolina, Pernambuco, e busca realizar um trabalho de ações formativas e montagens de espetáculos. Recebeu prêmios como o Festival Palco Giratório Recife (PE), Mostra Cariri de Arte e Cultura no Crato (CE), Festival de Dança de Dança Itacaré (BA).

  • 17
    • /Espetáculos Auditório Ibirapuera

      Quinta-Feira - 21:00

      Parabelo e Onqotô

      O Grupo Corpo apresenta-se no Auditório Ibirapuera com dois espetáculos por noite, Parabelo e Onqotô.

      Apresentado pela primeira vez em 2005 – marcando o 30º aniversário da companhia –, Onqotô aborda a perplexidade do homem diante da vastidão do universo. A trilha sonora é assinada por Caetano Veloso e José Miguel Wisnik.

      Parabelo, de 1997, é tida pelo coreógrafo Rodrigo Pederneiras como a mais brasileira das suas criações. A música de José Miguel Wisnik e Tom Zé mistura a rabeca nordestina à zabumba e ao canto das lavadeiras – numa combinação que remete às raízes da cultura popular, mas tratadas de uma forma contemporânea.

      quinta 17 a sábado 19 de dezembro de 2015

      às 21h

      domingo 20 de dezembro de 2015

      às 19h

      plateia interna 806 lugares

      duração aproximada 105 minutos – com 20 minutos de intervalo]

      [R$20 | R$10 (meia entrada)]