eventos

Singularidades/Anotações – Rumos Artes Visuais 1998-2013

Brasília Teimosa, de Barbara Wagner (Foto: Barbara Wagner)

Em seus 16 anos de existência, o Rumos Itaú Cultural apoiou a produção de mais de mil artistas e pesquisadores de todas as regiões do Brasil. Com a reformulação do programa, o Itaú Cultural comemora esta nova fase reapresentando 35 autores e coletivos selecionados pelos editais de artes visuais e arte e tecnologia na exposição Singularidades/Anotações – Rumos Artes Visuais 1998-2013, em cartaz no instituto, em São Paulo, entre os dias 28 de agosto e 26 de outubro.

>>> Visitas, Vídeo Guia e Rodas de Conversa 

Com a equipe curatorial formada por Aracy Amaral, Paulo Miyada e Regina Silveira, a mostra apresenta um conjunto heterogêneo de obras que inclui pinturas, gravuras, esculturas, fotografias e instalações interativas, espalhados por três andares do Itaú Cultural. O projeto faz parte da série Rumos Legado, que revisita a trajetória de diversos artistas contemplados pelo programa ao longo de quase duas décadas.

Veja também: transmissão online da obra Panorâmica Brasília, do artista Rodrigo Paglieri 

Os curadores afirmam que fizeram o exercício de “procurar sentidos para a produção artística brasileira com ele [o programa Rumos] envolvida e de pensá-la como conjunto, guardando todas as diferenças entre os artistas, as obras e as diversas curadorias”. O diferencial dessa exposição é mostrar que “a seleção de obras evoca algo do que esses artistas fizeram no passado recente, mas também aceita seus saltos e aprofundamentos, as singularidades adquiridas pelos caminhos que lhes permitiram dar continuidade, consistência e pertinência ao embate com as perguntas que elegeram como suas”.

No ano que vem, a exposição passará por outras cidades brasileiras e realizará uma série de oficinas itinerantes com outros dez artistas selecionados pelo Rumos.

Singularidades/Anotações – Rumos Artes Visuais 1998-2013
quinta 28 de agosto a domingo 26 de outubro de 2014
terça a sexta, das 9h às 20h (permanência até às 20h30); sábado, domingo e feriado, das 11h às 20h
pisos 1, -1 e -2

Entrada franca
[livre para todos os públicos]