Durante três dias, de 7 a 9 de novembro, o Itaú Cultural apresenta uma seleção dos projetos apoiados pelo Rumos Cinema e Vídeo ao longo de seus anos de existência. Os filmes foram organizados em categorias, de acordo com a temática de cada produção.

Além disso, haverá ainda a oficina Traduttore, Traditore: a Extração Ficcional do Real, com o diretor, roteirista e produtor, sócio-fundador da Mosquito Project e Bando Studio, Leandro HBL, e o cineasta, editor e roteirista Lucas Camargo de Barros. Trata-se do comentário sobre o trabalho do realizador na tradução da realidade para obras ficcionais. Para isso, os participantes serão convidados a tecer uma sinopse de algo cotidiano que transformariam em obra audiovisual.

A ideia do evento é rever a riqueza e as reverberações dos projetos incentivados pelo Rumos no cenário da produção audiovisual contemporânea, a partir da análise de diversas criações selecionadas pelo programa.

O curta O Porto, de O Porto, de Clarissa Campolina, Julia de Simone, Luiz Pretti e Ricardo Pretti, será exibido na mostraA Pessoa é Para o Que Nasce, de Roberto Berliner, será exibido dia 7 de novembroAlquimia da Velocidade, de Arthur Omar, integra a programaçãoA Verdadeira História da Bailarina de Vermelho, de Alessandra Colasanti e Samir Abujamra, será exiibido dia 9 de novembro

Criado em 1997, o Rumos Cinema e Vídeo realizou sua última edição em 2013. Ao longo desses anos, 90 projetos foram apoiados pelo edital, resultando em filmes de longa, média e curta-metragem, além de incentivos à pesquisa, à produção de performances, à organização de exposições e a mostras itinerantes.

O evento acontece nos dias 7, 8 e 9 de novembro e as exibições serão na Sala Itaú Cultural.

Retrospectiva
sexta 7 sábado 8 e domingo 9 de novembro de 2014
sala itaú cultural – 247 lugares
[indicado para maiores de 16 anos]

Oficina
sábado 8 de novembro
das 14h às 19h (lanche às 17h)
25 vagas, inscrição pelos números (11) 2168-1876, das 9h às 20h
[indicado para maiores de 16 anos]