O violonista e compositor Sebastião Tapajós relembra o momento em que saiu de sua cidade, Santarém/PA, a mudança para a capital, Belém, e a temporada que passou na Europa, onde inicialmente estudou em um conservatório em Lisboa/Portugal. Tapajós fala sobre a influência de Heitor Villa-Lobos, a amizade com Astor Piazzolla, Hermeto Pascoal e Mestre Sivuca e relembra quando conheceu e tocou para seu ídolo, Baden Powell. Ele ainda conta sobre o primeiro contrato com uma gravadora e fala sobre os trabalhos mais recentes, em parceria com músicos mais jovens.

Entrevista realizada para a série +70, do Álbum Itaú Cultural, site de música do instituto, em junho de 2016, em São Paulo/SP.

Confira todas as matérias feitas para a série +70.

Créditos
Gerente do Núcleo de Música: Edson Natale
Coordenadora do Núcleo de Música: Andreia Schinasi
Produção do Núcleo de Música: Bianca Costa
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes
Produção audiovisual: Roberta Roque
Entrevista: Itamar Dantas (terceirizado)
Captação e edição: Gasolina Filmes