Criada em 2010 na Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim (Emesp), a Camerata Aberta já se consolidou como referência da música contemporânea. E no dia 19 de maio traz ao Itaú Cultural cinco solistas para apresentar o segundo concerto da série Música de Câmara 2013, pelo projeto Toca Brasil.

O Toca Brasil promove a diversidade da música brasileira desde 2004, trazendo shows de artistas com estilos distintos. Na edição de maio, também participam do programa Daniel Maudonnet, Carlos Navas e Sebastião Biano e Seu Terno Esquenta Muié.

Veja também:
>>Toca Brasil com Daniel Maudonnet
>>Toca Brasil com Carlos Navas
>>Toca Brasil com Sebastião Biano e seu Terno Esquenta Muié 

No instituto, antes da apresentação, a jornalista Gioconda Bordon, os cinco músicos da Camerata Aberta, os compositores Sílvio Ferraz e Alexandre Lunsqui e o diretor artístico do grupo Sérgio Kafejian participarão de um bate-papo na presença do público. Os solistas escolhidos para o concerto são Cássia Carrascoza (flautas), Luís Afonso Montanha (clarinetes), Martin Tuksa (violino), Alberto Kanji (violoncelo) e Lídia Bazarian (piano).

A Camerata Aberta conquistou prêmios importantes: o APCA de música contemporânea e o Prêmio Bravo! Bradesco Prime de Cultura e já realizou concertos nacionais e internacionais.

Confira o repertório da apresentação:

Eli-Eri Moura, Circumversus
Obra de 2005 para flauta, clarinete, violino e violoncelo escrita em homenagem ao compositor Mário Ficarelli por ocasião dos seus 70 anos. Tem como fonte de referência a cantoria de viola do Nordeste brasileiro.

Felipe Lara, Post Card
Obra de 2006 para flauta, clarinete, violino e violoncelo.

Alexandre Lunsqui, Topografia de um Caminho Andado
Obra de 2001 para flauta baixo.

Marcos Branda Lacerda, Duas Peças para Piano

Roberto Victorio, Duat
Obra de 1995 para flauta, clarinete, violino, violoncelo e piano.

Sílvio Ferraz, Window into the pond (Janela no Espelho d’Água)
Obra de 1995 para flauta baixo, clarone, violino, violoncelo e piano.

João Pedro Oliveira, Hokmah
Obra de 2010 para piano e clarinete. “Hokmah” é uma palavra hebraica que significa “sabedoria”e aqui se refere à sabedoria necessária para fazer a escolha certa.

 

Toca Brasil: Solistas da Camerata Aberta – série Música de Câmara 2013
domingo 19 de maio de 2013
às 19h
Sala Itaú Cultural – 219 lugares

Entrada franca – ingressos distribuídos com meia hora de antecedência
[livre para todos os públicos] L