Provocativo, dinâmico, ousado, o Rumos – programa de incentivo à cultura do Itaú Cultural – chega ao seu 16º ano completamente renovado. Menos limites, modelos e regras: a partir de agora, convidamos os artistas a escolher seu projeto e a forma de participação, sem restrição de área criativa, e a nos dizer o que precisa para pôr a ideia de pé. Selecionado o projeto, o instituto acompanha o desenvolvimento e trabalha em parceria: instiga e expande, sempre segundo a vontade do criador.

Tem em mente um projeto singular? O que é preciso para concretizá-lo? Seja um período de residência artística, seja uma viagem, estrutura de evento, software ou livro – é você quem diz. Uma comissão multidisciplinar, com gerentes do Itaú Cultural e artistas, pesquisadores e críticos, será responsável por selecionar os inscritos.

Além do processo de seleção inédito, a memória do programa receberá uma abordagem nova: o Rumos Legado, que escolherá, entre os selecionados de edições anteriores, um conjunto destacado de artistas e pesquisadores, chamando-os ou a expor o mesmo trabalho ou a criar algo diferente.

O novo formato é resultado do aprendizado acumulado nas quase duas décadas de programa. O Rumos é um dos mais antigos programas do tipo em vigor, com mais de mil projetos selecionados em artes visuais, jornalismo cultural, pesquisa, educação, música, dança e teatro. O programa amadureceu – e convida os artistas a criar um novo percurso em parceria. Saiba mais no hotsite.