A linguista Adelaide Monteiro fala sobre seu trabalho como curadora da Biblioteca Nacional de Cabo Verde e do convívio cotidiano com duas línguas no país insular: a língua portuguesa, oficial e utilizada em situações formais; e o crioulo, da oralidade do dia a dia, ainda em busca de ser oficializado. Comenta também a proximidade entre as culturas brasileira e cabo-verdiana e a relevância que a primeira tem para Cabo Verde.

Gravação realizada durante o 11º Encontro Internacional Conexões Itaú Cultural, em dezembro de 2019, na sede do Itaú Cultural, em São Paulo (SP).

Saiba mais sobre o Conexões Itaú Cultural.

ITAÚ CULTURAL

Presidente: Alfredo Setubal
Diretor: Eduardo Saron
Núcleo de Audiovisual e Literatura
Gerente: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Ana Paula Fiorotto e Julia Sottili
Estagiária: Amanda Lopes
Captação, edição e entrevistas: Belluah Produções (terceirizada)
Intérprete de Libras: Livia Vilas Boas (terceirizada)

Veja também

Assista aos debates do Conexões Itaú Cultural 2019

Evento promoveu mesas de debates sobre as práticas de difusão da produção literária, as relações entre cinema e literatura, o futuro dos estudos sobre a cultura brasileira lá fora e questões de tradução