Hoje, 21 de dezembro, completam-se 40 anos da morte do dramaturgo e escritor Nelson Rodrigues (1912-1980). Nelson se destacou pela crítica dos costumes de sua época e pela sagacidade de seus comentários sobre a cultura brasileira e os acontecimentos do país. De peças como Vestido de Noiva – que se tornou leitura obrigatória em vestibulares – aos contos de A Vida Como Ela É... e suas crônicas de futebol, ele deixou uma marca.

Em 2012, o Itaú Cultural realizou em homenagem a ele a Ocupação Nelson Rodrigues. No site da exposição, há diversos conteúdos atemporais para quem quer conhecer mais a obra do autor: entrevistas e textos que falam sobre sua vida e trabalho (com artistas, pesquisadores e familiares), além de leituras de algumas de suas dramaturgias.

O site conta, por exemplo, com falas do cineasta Arnaldo Jabor, dos diretores de teatro Antonio Cadengue, Marco Braz, Eduardo Tolentino e Zé Celso, e das pesquisadoras Fátima Antunes (futebol) e Berta Waldman (literatura), outros. Veja a playlist de vídeos.

Veja também

Marcelo Ariel, um certo alguém

O poeta nega a saudade e elogia a “presença suave”; fala de se dissolver na beleza, do valor de viver às cegas e da vontade de criar linhas de fuga