O Arte e acesso – portfólio coletivo de artistas com deficiência mapeia trabalhos de pessoas com deficiência que atuam em diferentes áreas de expressão artística. Com este projeto, o Itaú Cultural (IC) visa incentivar programadores, curadores e produtores – independentes ou ligados a espaços culturais – a expandir a presença de artistas com deficiência em suas programações.

A iniciativa ainda busca ampliar a área de atuação do IC no campo da acessibilidade, contando agora com uma frente on-line, além dos recursos físicos oferecidos nos espaços expositivos e em outras instalações da sede da instituição.

Ao longo dos últimos anos, o IC vem desenvolvendo e aperfeiçoando processos e ações no campo da acessibilidade a fim de agregar diversos públicos, tanto em sua equipe de colaboradores quanto em sua programação. O Arte e acesso – portfólio coletivo de artistas com deficiência é mais um projeto que afirma o compromisso do IC com a acessibilidade.

Para se inscrever, clique em "Faça Parte", abaixo ou no canto superior direito, preencha as informações e aguarde. Seu cadastro sera avaliado pela equipe e, se cumprir todos os critérios necessários, será incluído em cerca de 30 dias na plataforma.

Os critérios são ser um artista maior de 18 anos com qualquer deficiência residente e atuante no Brasil; com atuação de ao menos um ano como artista em qualquer área de expressão e que seu trabalho seja condizente com os valores de não discriminação do Itaú Cultural e não ser atentatórios aos direitos humanos.



Veja aqui dicas de como se inscrever


15 artistas encontrados na(s) categoria(s) selecionadas:

A Corda em Si SC 7 20 A Corda em Si é um duo musical formado por Mateus Costa (contrabaixista, compositor e arranjador) e Fernanda Rosa (cantora e compositora), ambos com deficiência visual. Sua formação é de contrabaixo acústico e voz, rara, que produz uma sonoridade intimista, emocionante e única. Abhadia Marya GO 11 230 Graduada em relações públicas, com especializações multidisciplinares, Abhadia Marya trabalha com diversas linguagens artísticas, dedicando-se mais à arte têxtil, através da técnica chamada tear de grampo. Com hastes paralelas, ela constrói tiras e produz adornos, itens de decoração e vestuário. Adiane Pita BA 15 93 Adiane Pita é coordenadora e bailarina de dança contemporânea inclusiva, criando conteúdos dedicados à inclusão e à motivação. Adriana Gusmão SP 11 172 Adriana Gusmão é uma artista que desenvolve sua carreira dentro das artes visuais desde 2018, a pintura é a sua maior expressão. Aflordescendente SP 13 69 Milca Samara, a poeta Aflordescendente, é compositora, mestra de cerimônia e graduanda em ciências sociais. Mora no ABC Paulista e já participou de diversos clipes e campanhas publicitárias. Desde 2017, atua na cena literária. Alana Freitas MG 11 283 Artista visual, fotógrafa, jornalista e redatora, Alana Freitas se especializou em áreas diversas, mas encontrou na fotografia a paixão e a linguagem sensível de expressão. Suas atividades e vivências artísticas se estendem pelo norte e sul de Minas Gerais. Alegretti SP 11 105 Elson Algretti é artista plástico, realizando pinturas a óleo e com giz. Alexandra Martins BA 9,11,15 156 Mestra em estudos de gênero e mulheres pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Alexandra Martins é especialista em estudos contemporâneos em dança pela mesma instituição e especialista em artes visuais pelo Senac, além de ter se graduado em jornalismo. Alexandre Mascarenhas GO 13 80 Alexandre Mascarenhas é graduado em comunicação social (jornalismo) pela Universidade de Brasília (UnB) e mestre em educação pela Universidade Católica de Brasília (UCB). É autor de romances e de livros de poesia e contos. Leciona jornalismo e publicidade e propaganda no Instituto de Educação de Brasília. Alice Procter SP 9,11 139 Alice Procter é surda, ativista, artista, designer e eternamente apaixonada por moda.  Aline Souza MG 11,13 248 Artista plástica, desenhista e escritora, Aline Souza lançou seu primeiro livro, uma coletânea de textos opinativos, em 2019. Já participou de duas exposições internacionais, por meio do projeto Alegrias brasileiras e atuou com o coletivo Grup’Art, como expositora e curadora em quatro exposições em Belo Horizonte. Allexandra Hayram RJ 9,11,13,16,17 226 Allexandra Hayram é artista e produtora cultural há mais de duas décadas. Em 2012, fundou a Ahprocult e lá criou o projeto DespertArte, que promove programas socioculturais. Assinou a direção de fotografia e a ideia original no longa-metragem Olhos fechados, ainda em fase de finalização.  Amanda Lyra SP 7,9 261 Cantora, compositora, produtora, especialista em acessibilidade digital, palestrante e comunicadora,Amanda Lyra já dividiu o palco com Maria Gadú, Kleiton e Kledir, Elba Ramalho, entre outros nomesda música brasileira. Tocou em vários estados do Brasil e também na Alemanha. Lançou “Semreclamar”, clipe-protesto 100% acessível, protagonizado somente por pessoas com deficiências. Amanda Mittz SP 7 285 Amanda Mittz é cantora, compositora, produtora musical e pesquisadora de acessibilidade estética para a música. Entre os trabalhos de destaque estão o single “Muito próximo do fim”, contemplado no Converse Rubber Tracks (2016), os álbuns Acesso e Acesso ao vivo, e o documentário O acesso é livre, lançados pela Natura Musical (2020). Participou da campanha “Born to change” para a Samsung (2022) e da novela Todas as flores, da Globoplay (2023). Ana Amália SP 11 312 Ana Amália é artista plástica e arte-educadora formada pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap) em 1991. Estudou história da arte, design e litografia em universidades nos Estados Unidos. Fundou a empresa Arteducação Produções em 2001. É mestre (2003) e doutora (2012) em artes visuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) e pós-doutora pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2017. Em 2002, teve um acidente vascular cerebral (AVC) de tronco encefálico e, como sequela, adquiriu a síndrome do encarceramento (locked-in): ficou tetraplégica, muda e disfágica, mas com a cognição plenamente preservada.   Ana Cândida Carvalho PI 11,13 110 Ana Cândida Carvalho é autista graduada em psicologia, fotógrafa artística e escritora. Integra a Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas Autistas (Abraça) e o coletivo Voragem, composto de mulheres artistas visuais do Piauí. Ana Clara Britto GO 9,13 209 Ana Clara Britto atua como escritora, roteirista e produtora cultural. Trabalha também com revisão literária, tradução e legendagem. É uma das criadoras da Casa Brasil Digital e do Coletivo Cultural Koskatl, projetos que desenvolvem ações de incentivo à leitura. Cursou produção cultural na Universidade Federal Fluminense (UFF) e é graduanda em letras pela Universidade Federal de Goiás (UFG). As suas ações são direcionadas à ampliação da produção cultural voltada para pessoas em situação de vulnerabilidade social e com deficiência. Ana Cunha SP 11 101 Ana Cunha é formada em direito e, aposentada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), iniciou-se na pintura como terapia ocupacional. Participou de salões de arte, sendo agraciada com participações e algumas medalhas, e de várias exposições coletivas e individuais. Sua principal técnica é o óleo sobre tela. Ana do Vale PB 7,11 48 Ana do Vale é arte-educadora, brincante da cultura popular e artista visual. Tem formação em música (teoria musical, violino e clarinete). Integrou a Orquestra Talento e a big band de sopros do Grêmio Musical Henrique Dias. É proponente e consultora com deficiência de estratégias voltadas à acessibilidade cultural do coletivo Maracastelo. Ana Rangel ou Ana Amaranthus SP 11 217 Ana Rangel é artista visual, graduada em artes e aluna da licenciatura em cinema e audiovisual, ambos os cursos na Universidade Federal Fluminense (UFF). Utiliza a experiência como esteticista e terapeuta integrativa em seus trabalhos artísticos, além de se dedicar a questões ligadas aos feminismos e às escutas sensíveis.  Ana Santuci PR 11 237 Ana Santuci é artista visual formada em artes visuais pela Universidade Estadual do Paraná (Unespar). Dedica-se à produção artística utilizando diferentes meios de expressão, como desenho, pintura e gravura, e apresentando lapsos das construções morais e dos hábitos humanos aos quais tem dificuldade de compreender, sendo uma pessoa no espectro autista.  Analú Faria RJ 16,17 15 Analú Faria é atriz, acrobata, trapezista e professora de educação física. Após perder totalmente a visão, se reencontrou nas artes do circo e do teatro. Estudou no Tablado, Escola Nacional de Circo e Circo Crescer e Viver. Hoje está na Cia ILTDA e no coletivo Du'velhomoço. Andersen Viana MG 7,9,11,13 71 Doutor em música pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), atua como compositor e professor, lecionando diversas matérias na Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes, em Belo Horizonte, além de eventualmente ministrar palestras em universidades no Brasil e no exterior.  André Gomes PA 11 241 Artista, designer, fotógrafo e pesquisador, André Gomes é graduado em produção multimídia pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal do Pará (Ufpa). Como fotógrafo, vem atuando no campo da acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência do município de Belém na área do paradesporto. Andressa Silva SC 11 288 Andressa Silva é autora da série de desenhos Mãos libertas, que traz reflexões sobre barreiras de acesso e sobre comunicação inclusiva. Feitos em papel-cartão, a lápis e à caneta, os desenhos têm um estilo marcado pelo degradê e por transições de tons escuros para tons claros. O objetivo da série, diz a artista, é “mover a sociedade de ouvintes para entender o lugar do outro”. Andreza Aguida SP 7,9,15 174 Mulher com albinismo e deficiência visual, atua na causa albina há 17 anos. É formada em engenharia elétrica e educação física. Anig Lemos RJ 11,13 51 Anig Lemos é uma escultora e escritora de 77 anos. Ao longo de sua trajetória, desenvolveu projetos como o Correio da Redação e Talentos Infantis. Entre o universo da literatura e da escultura, Anig já participou de exposições. Desde 2013, participa das antologias do Grupo Editorial Scortecci. Escreveu livros infantis, com ilustrações próprias, pela editora Pingo de Letra, em São Paulo. Em 2021, recebeu o Prêmio Sidney Santos da Lei Aldir Blanc, por seus livros infantis. Anízio Vianna MG 7,13 220 Poeta, letrista e professor, Anízio Vianna é graduado em língua portuguesa, língua espanhola e suas literaturas. A sua criação conversa com universos imagéticos oriundos de culturas hispano-americanas. Criou o blog Escrevo ao Vivo, espaço em que publica poemas baseados em notícias veiculadas nos meios de comunicação.  Aquilas Mano Beiço RJ 11 126 Aquilas Miguel, conhecido como Mano Beiço, convive desde sempre com a distrofia muscular de Steinert, doença que não o impede de viver a arte urbana como sua principal paixão Assim Somos SP 15,17 55 Coletivo artístico que representa e capacita artistas com deficiência. Desenvolve intervenções artísticas que tenham um contexto e ênfase em uma ponderação social. É um coletivo com diversos talentos, de bailarinas com baixa visão a professores de forró cadeirantes. Associação Escola de Samba Embaixadores da Alegria RJ 7,11 62 A associação é responsável pela inclusão emocional e social em projetos culturais para os portadores de deficiência. Através de oficinas de arte e Carnaval e da inclusão, leva as pessoas com deficiência para participar na maior expressão cultural do mundo. Associação Solidariedança de Arte e Cultura SP 15,17 281 Solidariedança é uma associação sem fins lucrativos cuja missão é a inclusão sociocultural. Fundada em 2008, tem o maior grupo de dança em cadeira de rodas do país, com a excelência reconhecida pelos títulos de Utilidade Pública Municipal, Utilidade Pública Estadual, Cebas, CRCE e Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, além de registro na Secretaria de Esportes. Bella Corrêa RS 9,11 157 Além de ser estudante de design gráfico e cinema, modelo e pintora de telas, Bella atua como diretora de arte desde 2019. Bere Ramos BA 11,13 319 Bere Ramos é poeta e fotógrafa. No campo da fotografia, tem participado de salões de arte, exposições e bienais. No campo da literatura, teve sua poesia destacada em concursos literários e também publicada na revista LiteraLivre. Bernardo Tochilovsky BA 11 270 Artista plástico, Bernardo Tochilovsky escolheu, ainda criança, o desenho como forma de lidar com sentimentos e emoções, e expressar suas percepções de mundo. Já expôs seus trabalhos em Salvador e São Paulo. No exterior, expôs no Marrocos. Bily Ânderson RS 15 247 Autista, Bily Ânderson foi vice-campeão do Festival nacional quando as ruas chamam, em 2022, na categoria Especial Battle. Trata-se de um dos mais importantes festivais de dança de rua do Brasil. Além de dançar break, ele é beatboxer (faz percussão vocal do hip-hop) e artista experimental. BlinDJs SP 7 24 BlinDJs é uma dupla de DJs cegos, formada por Camilla Harumi e Anderson Farias. Anderson já foi o DJ do Tour da Tocha Paralímpica (2016) e, juntos, já abriram o show de NX0 (2010). Lançaram, em 2019, o clipe Invisível, com a cantora Sara Bentes, que possui versão com e sem audiodescrição no YouTube. Brisa Marques MG 7,11,13,17 197 Brisa Marques é performer, jornalista, curadora, escritora e letrista. Tem dois livros de poesia lançados e mais de 50 músicas gravadas por parceiros diversos. Concebeu várias performances e atuou nelas, como Pisca devagar, com Renata Mara. Em 2022, estreou o show Fio da medula, acompanhada por Raquel Coutinho, Pedro Fonseca e Rafael Pimenta. Criou e apresentou vários programas na Rádio Inconfidência, da qual foi também diretora artística. Bruno Mickael CE 9,11,13 122 Bruno Mickael é artista visual, skatista e estudante de ciências sociais. Atua nas artes digitais. Bruno Ramos RJ 17 38 Bruno Ramos é surdo, formado em letras/Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), 2012, e mestre em estudos da tradução. Também é ator e professor de Libras da Universidade Federal Fluminense (UFF), poeta e arte-educador. Bruno Vital SP 11 42 Bacharel em artes visuais pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Educador de acessibilidade cultural em diversos museus e instituições culturais, como Sesc/SP, Fundação Bienal, Instituto Tomie Ohtake e MIS/SP, além de realizar minha primeira exposiçã na Comuna sagaz (São Paulo). Cacá Lopes SP 7,13 260 Pernambucano de Araripina, Cacá Lopes é cantor, compositor, violonista, pesquisador, cordelista e educador popular. Tem nove discos lançados e várias coletâneas. É autor de três livros e tem mais de uma dezena de cordéis publicados. É um dos fundadores do SP Cordel e do Coletivo SP Forró, integra o Fórum Estadual do Forró e coordena o Sarau Bodega do Brasil. Já participou de mais de cem programas de televisão. Cadeirarte SC 11 164 Cadeirarte é pintor há cinco anos e começou a expor suas artes na pandemia em feiras na cidade de Guarulhos. Candy Uranga RJ 11 23 Candy Uranga é uma artista visual argentina, que vive no Rio de Janeiro. Trabalha com pintura, design e fotografia, campos que têm um vasto trabalho. Em sua arte, busca também a intersecção entre artes visuais e língua de sinais. Carla Siluza RJ 13 103 Carla Siluza é pedagoga mestra em produção de material, com curso livre em produção de eventos. Dedica-se à escrita de conteúdos que valorizam a cultura e as pessoas surdas. Possui trabalho citado pelo Ministério da Educação (MEC) e premiação em congresso. Atua visitando espaços educativos para interação com os alunos. Carlos Alvarez DF 11 205 Ilustrador e biólogo com mestrado em ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É autor da exposição Cerrado vivo, que busca divulgar a riqueza da biodiversidade do Cerrado e alertar para o risco iminente de extinção do bioma. Teve passagens pelo Ministério do Meio Ambiente e pela Agência Nacional de Águas. Carol Deaf SP 7 167 Musicista, professora e compositora, Carol se apresentou no Grammy Latino 2019 e regeu a orquestra sinfônica jovens Jacareí duas vezes com o projeto Música e inclusão. Carolina Cesar RJ 9,11 129 Carolina Cesar é ilustradora e designer. Formou-se tecnóloga em design gráfico com ênfase em animação pela Universidade Veiga de Almeida (UVA), no Rio de Janeiro. Casa Circo de Artes Integradas AP 15,16,17 142 A companhia Casa Circo de Artes Integradas já realizou circulações regionais e nacionais em projetos como o Sesc Amazônia das artes e o Palco giratório. Tem como diretor Jones Barsou, que também é ator, palhaço, artista circense e dramaturgo graduado em teatro pela Universidade Federal do Amapá (Unifap).  Catarina Laz Camargo MT 11 254 Vive e trabalha em Cuiabá. Estudou artes visuais e atualmente cursa jornalismo. Atua como artista-educadora desde 2014 em centros culturais. Participou de exposições coletivas em alguns estados, incluindo a Bienal de arte contemporânea e a Bienal naifs, ambas do Sesc. Possui obras no acervo do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul. Cena Diversa ES 9,11,17 146 Cena Diversa começou em 2019, com a montagem de Quando acordar a cidade (espetáculo com cegos), Pele (espetáculo com cadeirantes e andantes) e Slam corpo grita (work in progress com surdos e ouvintes em duas línguas).  Charles Chu RS 9 290 Graduado em produção audiovisual pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS), Charles Chu atua no campo audiovisual, com foco em escrita de roteiros para diversos formatos e gêneros. Interessa-se pela cultura nerd, por inteligência artificial e ocultismo. Morador da periferia, tem deficiência visual (visão monocular). Chavesfrom SP 11 114 Hesller Soares de Melo, conhecido pelo nome artístico Chavesfrom, é ativista do movimento hip-hop e atua na cena do grafite desde 2014. Chico Aafa GO 7 120 Chico Aafa é cantor, compositor e membro titular da Eco Academia de Letras, Ciências e Artes de Terezópolis de Goiás (GO). Recebeu o Prêmio Grão de Música de 2018. Em 2022, participou do The voice +, reality show musical da TV Globo. Cia. Alexandre Fialho Arte & Dance PB 15,17 313 Alexandre Fialho Nogueira é ator, autor e diretor de espetáculos com 40 anos de carreira. Fundou sua companhia há 25 anos e, de lá para cá, coleciona sucessos na comédia e em espetáculos infantis. É cadeirante amputado e reside em Campina Grande, na Paraíba, onde atua no espetáculo infantil As aventuras da netinha Talita com seu vovô Pitucha, de sua autoria. Seu sonho atual é a prótese. Tem como temas centrais a inclusão da pessoa idosa com deficiência física, a empatia, o acolhimento, brincadeiras antigas e o preconceito geracional, entre outros.  Cia. Artística Eficientes Especiais – Cegos de amor pela arte RJ 7,17 201 A Cia. Artística Eficientes Especiais foi fundada em 2004 por Jaque Winter, diretora artística e produtora. Jaque é formada em licenciatura, arte educação e bacharel em teatro. Trabalha com temas de inclusão, inserção no mercado de trabalho, cidadania, estética, autoestima e profissionalismo. Cia. de Rodas para o Ar SP 15 196 Fundada em 2015, a Cia. de Rodas para o Ar atua com o protagonismo da pessoa com deficiência na arte, desenvolvendo espetáculos, oficinas de dança, palestras, workshops e encontros com instituições públicas e privadas. Já participou da Caixa Cultural, do congresso do Conselho Internacional de Dança da Unesco, do projeto mundial One billion rising e do projeto Abrace a Roosevelt. Fez apresentações no sindicato Simeaco, palestra e apresentação artística no Centro de Tecnologia e Inclusão (CTI) e capacitação e expressão Corporal no Espaço de Dança Núcleo em Movimento.Também participou da Semana da Inclusão do Sesc/SP. Cia. do Nosso Jeito PA 15 154 O grupo é formado por paratletas de dança esportiva e cadeira de rodas. Cia. Fluctissonante PR 17 31 A Fluctissonante é uma companhia teatral com sede, que se dedica à criação de espetáculos teatrais que reúnem Libras e língua portuguesa dentro da cena, voltados a surdos e ouvintes de maneira integrada. Deixando de lado a encenação exclusiva em uma das línguas, os projetos do grupo associam as duas também como dispositivos estéticos e cênicos, unindo ainda atores e atrizes surdos e ouvintes.  Cia. Soli – Dança artística e esportiva em cadeira de rodas SP 15,17 263 A companhia nasceu do desejo de valorizar o artista PcD e fomentar a dança em cadeira de rodas como uma possibilidade artística e esportiva. Ciro Leandro RN 13 245 Ciro Leandro é doutor em letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern). É pesquisador nas áreas de literatura brasileira, literaturas e culturas afro-brasileiras e populares, e memórias literárias, bem como autor das obras infanto-juvenis A pequena aprendiz de rezadeira e Flores de maio. Clara Larrosa DF 11 145 Clara Larrosa é arquiteta e mosaicista brasiliense. Em 2016, sofreu um acidente de carro que a deixou paraplégica. Coleciona mais de 180 trabalhos, tendo participado de exposições e realizado dois workshops na Leroy Merlin SOF Norte, de Brasília Clarice Senna SP 7,9 84 Clarice Senna é letrista, melodista e intérprete da música brasileira. Formada em comunicação social, como roteirista e diretora de webdoc, produziu três documentários premiados em festivais e em mostras de cinema. ClarinhaMar DF 13 37 ClarinhaMar é escritora e poeta. Tem paralisia cerebral mista e se tornou uma digital influencer de relevância nacional. Tem conquistado as pessoas com seus vídeos leves, positivos e que compartilham suas percepções de mundo por meio de reflexões, indagações e poesias. Alguns de seus trabalhos estão publicados em coletâneas. Claudio Rubino SP 9,11 317 Ilustrador e gestor cultural, Claudio Rubino produz ilustrações em guache, aquarela e tinta acrílica com finalização digital. Pessoa com deficiência atuante na luta anticapacitista e pela acessibilidade na cultura, ele é bacharel e licenciado em educação artística, com extensão em semiótica nas artes. Também é pós-graduado em educação inclusiva, especialista em gestão cultural contemporânea e gestão de design de moda. Membro do Comitê Diversidade e Inclusão do IDBrasil (organização social responsável pela gestão do Museu da Língua Portuguesa e do Museu do Futebol), foi mentor da edição 2023 do programa Entre arte e acesso, do Itaú Cultural (IC). Também atuou na implementação do “Marco referencial arte educação no Sesc” (2020-2021). É coordenador de acessibilidade no Instituto Tomie Ohtake e consultor para cultura DEF em diversas organizações culturais. Claus Agostinho SP 15 190 Claus Agostinho é diretora e coreógrafa do Ballet Clau’s Teens, na periferia de São Paulo, ministrando aulas de dança para crianças, jovens e adultos. A formação percorre tanto o caráter educativo quanto o competitivo, dando oportunidade aos alunos de ter acesso à arte e à cultura. Seu trabalho se destaca pela atuação conjunta, a fim de respeitar e compreender o desenvolvimento de cada indivíduo, preparando-os para participar de eventos variados. Cleber Couto – Palhaço Senvoz PA 16,17 293 Há muito tempo o artista faz solos que vão de Charles Chaplin a Michael Jackson. Cleber Couto cria e recria a vida no silêncio.  Cleber Tolini SP 17 36 Cleber Tolini é um ator de São Paulo. É o realizador do espetáculo O subnormal – uma história de baixa visão – indicado ao Prêmio do Humor de Melhor Performance –, em que trata de sua deficiência com bom humor em cena. Além deste espetáculo, Cleber integrou o elenco de diversos outros. Codo DF 11,13 124 Codo é artista plástico e escritor. É autor de 26 livros em diversos gêneros e, como pintor, ilustrador e desenhista, possui 2.500 trabalhos produzidos, tendo participado de 36 exposições pelo Brasil e quatro internacionais. Coelhinho BA 11 218 Ilustradora e designer, Coelhinho faz desenhos animados e os disponibiliza através de QR Codes. O seu trabalho dialoga com questões da cultura negra, em especial com o Black Arts Movement (Movimento de Artes Negras), criando ilustrações coloridas. Coletivo Desvio Padrão SP 17 25 Desvio Padrão é um coletivo formado por pessoas que transitam nas pontas da curva normal – cegos, videntes, surdos e ouvintes de raças, gêneros e afetividades diversas –, atuantes no campo da cultura como artistas, técnicos e produtores. No Desvio Padrão, se inverte a curva e, do guarda-chuva, forma-se um bote. Quem estava na ponta, tomando chuva, escorrega pro meio e, desse jeito, fica junto e misturado com quem estava no privilégio do sequinho. Coletivo Independente Dependente de Artistas (Cida) RN 15 180 O Coletivo Independente Dependente de Artistas é um núcleo artístico de dança contemporânea e performance. Composto de artistas emergentes, pluriétnicos, com e sem deficiências e oriundos de diversas regiões do Brasil, o grupo coloca em discussão e traz para a cena corpos que são vistos exclusivamente por meio de marcadores sociais. Coletivo Mobilização Artística SP 7,9,11,13 10 O Coletivo Mobilização Artística é formado por artistas, com e sem deficiência, engajados nos direitos e na afirmação da expressão estética, artística e crítica, bem como na qualificação profissional para formação do sujeito artista por meio de variadas ações culturais. Comédia Sentada SP 13,17 315 Comédia Sentada nasce da união de comediantes com deficiência que, invisíveis à sociedade e ao cenário artístico, apresentam o seu primeiro espetáculo de comédia. O grupo conta, com muita ironia, sarcasmo e interatividade com o público, a forma mascaradamente preconceituosa com a qual a sociedade encara e trata a pessoa com deficiência, utilizando o humor como ferramenta contra o capacitismo. Companhia de Dança Loucurarte SE 15 243 A Companhia de Dança Loucurarte promove a inclusão por meio da reunião de dançarinos com e sem deficiência, moradores de Aracaju, capital sergipana, e dos municípios de Barra dos Coqueiros, Lagarto e Nossa Senhora da Glória. Companhia de Teatro dos Palhaços Surdos PA 16,17 292 A Companhia de Teatro dos Palhaços Surdos é a primeira companhia de atores surdos da Amazônia. Surgido em 2005, o grupo tem por objetivo promover, incentivar e difundir a produção e o desenvolvimento das atividades artísticas e culturais de pessoas surdas e das demais manifestações artísticas e tradicionais representativas da cultura brasileira.  Companhia Giradança RN 15 67 Criada em 2005, a Companhia Giradança tem como fundadores os artistas da dança Anderson Leão e Roberto Morais. Com outros artistas, a companhia se estabelece, em seus trabalhos, como uma zona capaz de gerar coreografias com enfoque nas relações entre corpos com e sem deficiência. Cores da Alma CE 11 11 Cores da Alma é um projeto de arte inclusiva, de iniciativa do artista cearense Dias Brasil, que aborda história da arte, desenho e pintura para pessoas com deficiência visual de forma a elevar sua autoestima e sua autoexpressão, estimulando-as à produção artística. Cosmonauta Mosaicos RJ 11 165 Cosmonauta Mosaicos é um ateliê de arte especializado em mosaico de cerâmica. É formado por John Souza, mosaicista e historiador, e Natalia Reyes, mosaicista e designer. Cris MG 11 183 Cris é artista visual. Encontrou na arte uma maneira de se expressar e se entender como parte do mundo. Sempre falou por imagens mais do que palavras, uma das características do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Daisy Viola RS 11 153 Daisy Viola é artista plástica, instrutora de pintura no Atelier Livre Xico Stockinger, da Prefeitura de Poá, e curadora na Galeria e Espaço Cultural Duque. Dani Ribeiro DF 7,17 322 Dani Ribeiro é cantora desde os 15 anos. Daniel Gonçalvez RJ 9 52 Pós-graduado em cinema documentário pela FGV, dirigiu diversos curtas, entre eles Tem bala aí?, Luz guia, Como seria? e Pela estrada afora. Meu nome é Daniel, seu primeiro longa, foi exibido em mais de 20 festivais, como o IDFA, o Festival do Rio, a Mostra de São Paulo, o Festival de Sydney e o Festival de Cartagena. Davi Pontes PA 15,17 155 Davi Pontes faz parte do corpo de bailarinos da Companhia do Nosso Jeito. Dançando na cadeira de rodas, tem realizado diversas apresentações em eventos nacionais e internacionais. Dêivide Monteiro BA 11 206 Dêivide Monteiro é uma pessoa com deficiência visual, fotógrafo, audiodescritor, consultor, jornalista e radialista. Trabalha com misturas de cores e paisagens urbanas. Desiree Helissa SP 11 26 Artista que borda, manca, dobra a pele ao sentar e sente nó na garganta ao se perguntar: o incomum é incomum para quem? Desiree trabalha com arte e educação. Pesquisa sobre bordado, identidade, deslocamento e corpo. Integra os coletivos Feminista Helen Keller de Mulheres com Deficiência, Filomena, Yoga para Todes Brasil e produz coletivamente o programa Entretecer. Desvio Padrão SP 7,9,11,13 121 Desvio Padrão é um coletivo composto de corpos plurais – cegos, videntes, surdos, ouvintes, de cores e afetividades diferentes – atuantes no campo da cultura. Dinorá Couto Cançado DF 13,17 297 Pedagoga e agente cultural, é pós-graduada em inclusão e democracia participativa/movimentos sociais. Editou os livros Revolucionando bibliotecas e revelando autores em braile. É membro-fundadora da Biblioteca Braille Dorina Nowill, da Academia Inclusiva de Autores Brasilienses e do Prêmio Internacional de Espírito Inclusivo (Piei).  Diogo Califr PE 11 255 Artista plástico e digital, Diogo Califr faz pinturas em quadros e no computador. Em 2013, escreveu a HQ Laydo em hora de dormir e, em 2015, ilustrou uma cartilha sobre autismo, lançada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco. Também atua como ilustrador da página Laydo arte e autismo [https://www.instagram.com/laydoarteeautismo/], no Instagram. Divino Antonio de Sousa GO 13,17 314 Divino Antonio de Sousa é escritor. Nasceu no município de Abadiânia, em Goiás, e, em sua infância, deparou-se com a dor e com a decepção da perda dos movimentos de suas pernas, mas não se deixou abater por isso. Cresceu confinado a uma cadeira de rodas, mas sua deficiência não foi obstáculo para não buscar seus sonhos. É autor de Minhas pernas querem andar (2019), Ciúme e medo (2020) e Encontro com o passado (2020), entre outras obras. DJ Aloss SC 7,9 179 Aloss é um DJ surdo. Já se apresentou em clubes, teatros, festivais e faculdades, unindo cultura surda, Libras, produções experimentais e tecnologia. Dona Gracinha da Sanfona DF 7,17 304 Dona Gracinha da Sanfona é mestre de cultura popular. Faz interpretações de clássicos populares com uma gaita ponto, banhando-se em diversos estilos nacionais tradicionais. Dub_Nan MS 7,9 66 Dub cresceu fazendo música – com 8 anos, começou a tocar gaita e, com 11, ganhou sua primeira guitarra. Aos 15 anos, formou uma banda com estilo musical eclético e, aos 21, sofreu um acidente que o deixou com sequelas nos braços e pernas. Hoje, com 36 anos, é compositor musical.  Édison Cordano SP 11 85 Édison Cordano possui graduação em pedagogia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) Araraquara, e em publicidade e propaganda pela Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), com pós-graduação em gestão de projetos culturais e organização de eventos e em gestão da educação a distância – artes visuais pela Faculdade Mozarteum de São Paulo (Famosp); assim como em psicopedagogia institucional pela Uniara (Araraquara). Realizou também aperfeiçoamento em estudos literários e linguísticos – teoria e prática pela Unesp Araraquara. Ednalda Coelho CE 11 222 Ednalda Coelho é artista visual com deficiência em mobilidade, especializada em colagem. Atua nessa área desde 2000, quando participou do Salão de abril, em Fortaleza (CE).  Edu O. BA 11,13,15,17 161 Edu é artista da dança, da performance e do teatro, escritor e professor da Escola de Dança da UFBA. Também dirige o Grupo X de Improvisação em Dança. Elaine Gomes de Castro Menezes MS 13 185 Elaine Gomes de Castro Menezes é escritora, poeta e palestrante. Ela escreve poesias desde a adolescência. Participou de concursos de editoras tendo seis obras contempladas. Lançou o livro autobiográfico A menina da botinha (2023), pela Editora Apris, que aborda a questão de uma criança com deficiência na sociedade mostrando que a base familiar e escolar é muito importantes para o desenvolvimento de cada um. Eliza Pratavieira SC 7,11,15 87 Eliza Pratavieira é criadora de performances em interfaces como dança, escrita e expressões visuais, tomando como ponto de partida as relações entre corpo e ambiente em processos de criação. Emeli Barossi SC 16,17 163 Emeli Barossi é atriz e palhaça. Tem deficiência na perna direita causada por uma má formação congênita. É cofundadora da La Luna Cia. de Teatro, onde atua como diretora e atriz da companhia. Emílio Figueira SP 13 21 Escritor com paralisia cerebral de vasta obra entre livros impressos e digitais, sendo estes romances, livros acadêmicos, peças teatrais e roteiros. Citamos como destaque sua autobiografia "O caso do tipógrafo", em que aborda a questão de sua deficiência, e o romance "O homem que amou em silêncio". Entidade Blues SP 7 12 Entidade Blues é uma banda de blues formada por quatro verdadeiros amantes da música na tentativa de resgatar uma vibe há muito perdida. Músicos que acreditam que o blues pode se tornar o foco narrativo de suas vidas. Entretecer SP 9,11 27 Podcast formado por quatro mulheres e transmitido quinzenalmente em parceria com o portal Fruta Preta, no YouTube, visando refletir sobre inclusão de forma ampliada, respeitando protagonismos de fala e trazendo pessoas convidadas para expandir as discussões sobre decolonialidade, representatividades, arte e acessibilidades.  Estela Lapponi SP 9,11,17 8 Performer e videoartista que tem como foco de pesquisa o discurso cênico do artista com deficiência, o relacional com o público e o trânsito entre as linguagens cênicas e visuais. É criadora do conceito #corpointruso, idealizadora da Casa de Zuleika e diretora do curta profanAÇÃO. Ety Faria RJ 15 151 Ety Faria é cadeirante, bailarina e percussionista. Eva Bacellar MA 11 100 Eva Bacellar é artista visual maranhense, atuante em São Luís desde 2014. Tem experiência em (re)criar e pensar figuras femininas por meio de técnicas mistas e de aspectos ligados a memórias afetivas. Fábio de Sá SP 13 9 Poeta surdo, ator e narrador. Desenvolve pesquisa poética em Libras a partir do conceito Visual Vernacular (VV), tipo de poesia específica da comunidade surda. Ministrou workshops de VV na Colômbia, no Chile e no Brasil. Fábio Passos PI 11 14 Através do desenho, Fábio Passos constrói narrativas que mitigam invisibilidades de corpos antinormativos. Sua vivência como artista, pesquisador e pessoa com deficiência, lhe permite tensionar, em seu fazer artístico, o que experiencia cotidianamente: o ocultamento do corpo de uma pessoa com deficiência em sua dimensão estética.  Felipe Berty RJ 15 95 Felipe Berty é dançarino em cadeira de rodas desde 2013. Participou da primeira comissão de frente com pessoas em cadeira de rodas de um desfile de escola de samba no Carnaval do Rio de Janeiro. Felipe De Vicente SP 7,11 202 Felipe De Vicente é artista plástico abstracionista, digital e multimídia, e músico, com reconhecimento nacional e internacional. Possui formação em artes visuais pela Universidade de Franca e pós-graduação em arteterapia. Seus trabalhos já foram expostos na Bienal de Florença, na Itália, bem como na Inglaterra, em Portugal e na Espanha.  Felipe Hidalgo PE 9,11,13 63 Possui formação em Cinema e MBA em Gestão Cultural, é surdo pós lingual e usuário do implante coclear, atua em produções culturais voltadas para as linguagens do audiovisual, artes visuais, literatura e artes integradas. Percorre as cidades do nordeste e sudeste do Brasil, desenvolvendo atividades formativas, atuando como consultor de acessibilidade comunicacional para projetos em fase de captação e produção.  Felippinho21 RJ 11 250 Fotógrafo formado pela Escola de Fotografia Popular/Imagens do Povo, fundada na Maré pelo Observatório de Favelas, já teve fotos publicadas na revista Periferias (edição especial 2022) e nos perfis oficiais do Imagens do Povo e Voz das Comunidades.  Fernanda Costa RJ 11,17 256 Artista que transita entre arte, educação e ciência. Mulher negra de pele clara, nordestina e neurodiversa, Fernanda Costa milita por todas essas causas sempre em estado de alumbramento. Fernando Boi GO 7 79 Fernando Boi é cantor e compositor. Lançou o primeiro CD do grupo Alvorada do Samba, em 2010, gravando 12 músicas inéditas. Até o momento, tem 148 canções gravadas, em nove álbuns solo, sempre com canções autorais. Filipe Oliveira SP 7 141 Filipe Oliveira é pianista e professor de musicografia braille graduado em educação musical pela Faculdade Santa Marcelina (Fasm), em São Paulo. Dedica-se à música clássica, à MPB e ao jazz. Fillipe Costta DF 7 74 Produtor cultural, artista do rap, pessoa com deficiência e ativista pelas lutas coletivas que combatem as injustiças sociais, sempre se reinventou e buscou possibilidades para trazer acesso à cultura em sua cidade, através da organização de batalhas de rima, campeonatos de skate, festas e shows. Atuou na produção de grandes eventos de hip-hop no Distrito Federal. Flávia Oliver RJ 15 102 Atriz, bailarina e professora de dança e teatro, Flávia Oliver foi a primeira pessoa surda licenciada em dança no Brasil. É também mestranda em dança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pós-graduada em artes cênicas, educação física e psicomotricidade.  Flávio de Araújo RJ 13 81 Flávio de Araújo é poeta, escritor e mediador caiçara, filho de pescadores da Praia do Sono, em Paraty. Publicou Zangareio pelo Selo Off Flip. Fluindo Libras PR 9,11,13,17 60 Fluindo Libras é uma produtora cultural composta de surdos e ouvintes. Produziu a primeira peça somente com atores surdos na cidade de Curitiba. Além da produção teatral, atua com produções audiovisuais e traduções artísticas na Língua Brasileira de Sinais (Libras). Fran Chang SP 11 177 Fran Chang é formada em artes visuais, com extensão acadêmica em astrofísica e em astronáutica. Gabriel Monteiro BA 9 207 Produtor audiovisual, graduado pelo Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), Gabriel Monteiro tem experiência nas áreas de televisão, vídeos para a internet e documentários. Desde 2018, atua em projetos culturais na Bahia, como Arte eletrônica indígena e Encontro periférico de artes. Participou dos documentários Aldeia do cachimbo e Do dendê ao acarajé. Em 2022, dirigiu o filme Mar, cores, sons e texturas – o olhar quilombola na infância.  Galeria Aut MG 11 184 Aut é uma galeria de arte feita por pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Fundada em 2014, ela expõe as obras de arte dos artistas com autismo e gera informação, conhecimento e conscientização sobre o tema. Gio Carvalho MA 11,17 275 Giovane Carvalho é surdo, designer de interiores, ilustrador e formando em artes visuais. Começou a desenhar aos 10 anos, um ano antes de aprender a língua de sinais. Ao entender a sinalização, a língua tornou-se o lugar de pertencimento e inclusão, central na identidade e objetivos de produção. Hoje aproxima-se da performance, da curadoria e da produção em artes visuais. Giovanni Venturini SP 9,17 43 Ator, dramaturgo, roteirista e poeta. Sua carreira teve início nos palcos, passou por telenovelas e séries de TV e cinema, como Veneza, de Miguel Falabella; Maior que o mundo, de Beto Marques, e A sogra perfeita,  de Cris D'amato. Compartilhou com o mundo sua poesia através do livro Anão ser, lançado em 2015. Giuliano Robert PR 9,17 45 Giuliano Robert é diretor cinematográfico, fotógrafo e ator. Com 12 anos de carreira, tem como trabalho de destaque o curta-metragem Mãos em fúria. Dirigiu também clipes e documentários. Como ator, foi o protagonista da websérie Eu, celebridade.   Glaucu Lima SP 7 187 Glaucu Lima é um cantor gospel, mas diferenciado. Com 2 meses de idade, teve uma grave doença que causou sérias infecções nos ouvidos. Ainda na infância, perdeu a audição. Com uma deficiência auditiva bilateral profunda, aborda temas como superação, fé e esperança em seu trabalho como cantor. Basta pôr seu pé sobre uma caixa de som com um pouco mais de volume nos graves para que ele possa cantar. gRUPO êBA! SP 11 56 O gRUPO êBA! nasceu, em 2012, com o objetivo de proporcionar um novo tipo de encontro entre a cultura surda e a ouvinte. As histórias, brincadeiras e músicas em português e Libras transformaram-se em instrumentos para chegar até as crianças, levando leitura, alegria e muita imaginação. Guilherme Bitencourt DF 7,17 307 Guilherme Bitencourt é um artista que propõe a arte inclusiva por meio de músicas autorais com a mistura de gêneros, grupos sociais e acessibilidade. Lançou um single nas plataformas digitais e criou um canal no YouTube com músicas brasileiras não conhecidas do grande público e com canções autorais, além de organizar dois festivais com bandas autorais em 2022 e 2023.  Guilherme Macedo RJ 9,13 242 Guilherme Macedo é roteirista e escritor. Já escreveu para o Porta dos fundos e para o canal Multishow. Coordena o projeto Justiça em cena, podcast de dramaturgia da Rádio Justiça FM, também veiculado no Spotify. Dirigiu filmes selecionados para importantes festivais LGBTQIA+. Em 2022, lançou seu primeiro romance, A casa do grito, ganhador dos prêmios 200 Anos de Independência (2019) e Caio Fernando Abreu – MixLiterário (2021). Gustavo Gusmão Ferreira SC 13,17 58 Poeta, comediante e ator surdo que tem seu trabalho e performatividade ligados à Língua Brasileira de Sinais. Gustavo Rückert RS 13 96 Gustavo Rückert é autista com diagnóstico na vida adulta. Atuando na literatura, é professor, pesquisador e autor de obras ensaísticas e poéticas. Hiran Matheus RJ 7,9 127 Hiran Matheus é graduado em cinema e audiovisual e dedica-se à realização de curtas-metragens, tendo participado de diversas exibições pelo Brasil e em países como Israel, Colômbia, China, Equador, México, do Reino Unido, Estados Unidos e Rússia (nesta, no tradicional festival universitário Gerasimov). HQS do Luca PA 13 296 Lucas Moura Quaresma é um jovem autista graduado em design de produtos. Atualmente desenvolve histórias em quadrinhos através das HQs do Lucas, além de dedicar-se à ilustração de livros e cartilhas. Igor Bianco PR 11 265 Portador da síndrome de Klinefelter (xxy), desde muito pequeno Igor Bianco teve contato com cavalos por causa de suas necessidades especiais. Influenciado por sua mãe, que é artista, buscou em suas obras transparecer as cores, as formas e os movimentos dos cavalos, através da pintura em tela e desenhos. Ingrid Erika Boer BA 11 178 Ingrid Erika Boer é artista visual. Já participou de exposições individuais e coletivas em centros de cultura, bibliotecas, museus e universidades. A questão ambiental é o tema principal de suas obras. Ira Vilaronga BA 7,13,17 147 Ira Vilaronga é mestra em educação e contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e gestora da Acessu – Acessibilidade Universal. Desempenha funções como audiodescritora, consultora e locutora em produtos audiovisuais culturais, visando à acessibilidade universal.  Irmãos Mamedes MG 11 34 Os Mamedes são três irmãos autistas (síndrome de asperger) que encontraram no desenho sua forma de comunicação com o mundo. Autodidatas e extremamente focados, eles têm a criação de desenhos no centro de sua rotina. Mantêm uma produção intensa, com uma média de dez trabalhos por dia, somando mais de 4 mil desenhos já produzidos.  Isabella Motta SP 11 106 Isabella Motta é artista visual em formação pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Desde criança, interessa-se por arte, fotografia e pintura, meios que explora para acessar suas emoções e reportar suas experiências de vida. Isflocos SP 9 30 Youtuber e influenciador digital que produz conteúdo sobre a cultura da comunidade surda, sobre Libras, acessibilidade e inclusão, entre outros assuntos, como campanhas e projetos temáticos no YouTube e traduções de músicas em Libras.  Ismael Carlos Souza Barbosa SP 7 149 Ismael Carlos Souza Barbosa toca teclado e piano desde os 4 anos de idade. Inicialmente tocando na igreja, hoje se apresenta em vários lugares e eventos. Ivan Camargo SP 9,13,17 282 Jornalista pós-graduado em comunicação social e com especialização em dramaturgia, Ivan Camargo é editor de obras literárias e especiais jornalísticos, e autor de romances, livros de contos, peças teatrais e roteiros audiovisuais. Entre os trabalhos premiados, estão o romance Onde moram os tatus e as peças O cativeiro e Até que a morte nos enlace. Ivan Zanon MG 11 268 Nascido em 1974, em São Caetano do Sul (SP), Ivan Zanon é técnico em cerâmica pelo Senai/SP, tendo cursado a Faculdade de Belas Artes por um curto período. Aos 20 anos, perdeu a visão do olho esquerdo e passou alguns anos em hospitais. Dedica-se a óleos sobre tela e a desenhos, participando de diversas exposições e dando aulas de artes em escolas públicas e privadas. Ivanildo Art BA 11 267 Ivanildo Art aprendeu a desenhar sozinho, observando imagens na televisão e tentando reproduzir no papel. Depois de um ano de curso de pintura, passou a pintar e desenhar sem copiar imagens da TV e a vender suas obras. Atualmente, é estudante de artes visuais na Universidade Federal do Recôncavo Baiano. Janaína Reis de Almeida SP 17 150 Janaína Reis de Almeida é cega desde o nascimento e surda do ouvido esquerdo desde 2008.  Participou de oficinas de teatro no Instituto Luiz Braille do Espírito Santo, em Vitória (ES).  Jaque Winter RJ 13,16,17 219 Jaque Winter é atriz, poeta, escritora, iluminadora, arte-educadora e produtora, formada em teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Estudou na Escola Nacional de Circo. É autora do livro Ardentes pedações de mim (2000) e fundadora e diretora da Cia. Artística Eficientes Especiais. Jeff Barbato SP 11 64 Jeff é desenvolvedor de uma investigação sobre a história e a estética da labiopalatina no campo das artes visuais. Também possui pesquisa em artes e transita por multilinguagens, tendo o desenho e a fotografia como base para a criação de objetos, esculturas e pinturas expandidas. Jenny SP 7 117 Jenny é psicóloga, com mestrado em políticas públicas, e rapper ativista. Em 2021, ganhou o Curta Santos – festival de cinema de Santos. Jeronimo Eichler RJ 9,11 176 Jeronimo Eichler é artista visual e pesquisador. Passou por importantes espaços de construção artística, como os cursos do Parque Laje e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/Rio). Sua arte incorpora pintura, escrita colagens e artes digitais. Jéssica Teixeira CE 17 136 Jéssica Teixeira é atriz, produtora, diretora e dramaturga. Desenvolve pesquisa sobre o corpo impossível a partir da investigação do seu próprio corpo.  João Asimão BA 11,13 300 João Asimão é agente cultural, escritor e fazedor de poesia. Atuante no setor cultural, entre seus trabalhos de destaque estão a exposição virtual Arte em folhas, de 2021; a cocriação do Museu Virtual de Cidades Baianas (Muviciba), também em 2021; a participação no projeto integrador da turma de agentes culturais do Senac/BA com a produção e a declamação da poesia “O futuro da cultura na Bahia”, em 2022; e a participação no evento cultural Exposição tons, em 2022-2023. João Maia SP 11 215 Licenciado em história e pós-graduado em fotografia, João Maia é idealizador do projeto Fotografia cega, palestrante e ministrante de oficinas de fotografia. Foi o único fotógrafo com deficiência visual a participar da cobertura fotográfica de duas Paralimpíadas (Rio 2016 e Tóquio 2021). Participa de exposições coletivas nacionais e internacionais e realizou uma mostra fotográfica no Japão em 2019.  João Paulo Lima CE 15 44 Doutorando em dança pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, o artista investiga e escreve sobre processos de dança que mesclam corporeidades. É o idealizador e produtor da Plataforma de Dança e Acessibilidade da Bienal Internacional de Dança do Ceará. João Vitor Frazão GO 15,17 77 Ator, bailarino, performer e artista da cena com neurodiversidade, João Victor Frazão pesquisa a visibilidade de artistas com deficiência em cena. É graduado em teatro na Universidade Federal de Goiás (UFG), com formação em dança contemporânea e interpretação teatral. Como bailarino, integra o grupo de dança Diversus. Também já participou da Quasar Cia. de Dança e do grupo teatral Ludos. Jokãntyhy MG 13 91 Eni Carajá Filho, Jokãntyhy, é educador social indígena graduando em antropologia. Atua como coordenador do Fórum Estadual de Entidades de Defesa das Pessoas com Patologias, Deficiências e Doenças Raras de Minas Gerais (Fopad); presidente da Federação das Associações de Deficientes de Minas Gerais (FadeMG); e coordenador do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) de Minas Gerais. José Jackson Down RJ 15 208 Desde cedo, José Jackson Down interessa-se pela dança e, hoje, trabalha com essa linguagem, fazendo, por exemplo, performances inspiradas em Michael Jackson. Em seu ofício, procura incentivar a importância da família para a comunidade e o entendimento da frustração.  Julmar Rubens Leardini PR 9,17 73 Formado em cinema e vídeo pela Escola Superior Sulamericana de Cinema e TV do Paraná (CineTV/PR), bacharel e licenciado em filosofia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e pós-graduado em jornalismo contemporâneo pela Faculdade Play/SP, é diretor de cinema, teatro, ópera e produtor cultural há mais de 30 anos. Tem mais de cem produções culturais produzidas e dirigidas Juvenildo Leite AP 7,17 113 Juvenildo Leite é músico, atuando como violonista e cantor há 18 anos. Desde 2017, trabalha também com teatro de fantoches. Karen dos Anjos RJ 7 223 Karen dos Anjos é formada em marketing e produção cultural. DJ e com curso de radialismo, privilegia, em suas playlists, artistas da cena independente.  Kátina Sousa SP 7,16,17 137 Kátina Sousa é produtora cultural, mãe, atriz e palhaça. Atuou por dez anos como palhaça de hospital na instituição Cirurgiões da Alegria. Kauan Mansur DF 9,17 298 Professor infantil há 20 anos, Kauan é membro da Comissão dos Direitos dos Autistas da OAB-DF e da Associação Nacional para a Inclusão dos Autistas no Brasil, além de auxiliar na elaboração de leis para pessoas autistas. Participou como figurante e apoio nos longas-metragens Robin Hood do Cerrado e Colegas e o herdeiro. Kbça BA 11,17 221 Kbça é artista de rua, representante da cultura do grafite. Em seu trabalho, reflete sobre o cotidiano urbano, temas político-sociais e a valorização do povo preto. Keké Bandeira PA 9,11,13 235 Keké Bandeira é poeta, cineasta e produtora cultural com deficiência. Realiza estudos sobre capacitismo, gênero e produção artística na Amazônia. Já foi curadora do “Edital Natura Musical 2022”.  Kenan Bernardes SP 17 92 Kenan Bernardes é formado pela Escola Livre de Teatro de Santo André, em São Paulo. Idealizou e atuou em Kaim, texto de Dione Carlos com direção de Wagner Antônio. Kilma Coutinho PE 11 82 Artista plástica e iluminadora, Kilma Coutinho é formada em letras-libras pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Kitana Dreams RJ 17 18 Drag queen surda, youtuber, digital influencer, maquiadora e apresentadora. Forte influenciadora digital, envolvendo temas como movimentos da comunidade LGBTQIA+ e vídeos tutoriais de maquiagem, Kitana Dreams é uma das precursoras de gírias na comunidade surda. Kizy PB 13,17 274 Kizy é o nome artístico da atriz, poeta, narradora, slammer e visual vernacular Tamara Silva. Ela integra o Slam do 9, grupo do qual é vice-diretora. Krill SP 11 273 Krill (Fernanda Martins) trabalha explorando diferentes materiais, mídias e técnicas para criar sua arte. Graduada em ilustração pela Ebac, ela canaliza seu hiperfoco para criar ilustrações digitais e analógicas, além de delicados bichinhos de pelúcia feitos à mão, esculturas, roupas e acessórios. Lais Lage RJ 9,17 266 Graduanda em teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Lais Lage desenvolve trabalhos como atriz, diretora e produtora no Coletivo Arame Farpado, no qual pesquisa questões como negritude, acesso à cidade, tecnologia e humor, através do teatro e do cinema. Lary Lemons RS 9,11 303 Lary Lemons é ilustradora. Iniciou sua jornada artística em 2015, aos 16 anos, na área de vestuário e produzindo ilustrações e painéis para a Olimpíada das cores do Colégio Gonzaga, em Pelotas, no Rio Grande do Sul. O desejo de criar arte a levou a explorar também a fotografia e a escrita. Leandro Segais SC 11 144 Leandro Segais é tetraplégico e, por meio de uma adaptação, usa o computador para criar paisagens, tipografias e pinturas abstratas. Leda Maria SP 15 104 Bailarina desde 2006, Leda Maria se apresentou com a Cia. de Rodas em vários eventos em São Paulo, entre os anos de 2014 e 2019. Depois passou a dançar como solista na Virada inclusiva no Parque da Água Branca e em vários festivais. Lee Brandão DF 15,17 39 Primeira drag queen com deficiência de Brasília, bailarina(o), cantora(o), maquiadora(o) e instrutor de capoeira. Depois de cantar por 12 anos no coral de uma igreja, Lee se graduou como instrutor de capoeira e ganhou concursos de canto e dança, contribuindo com a visibilidade LGBTQIA+/PCD na televisão. Leonardo Andreh SP 7 118 Leonardo Andreh é professor de artes e de música, escritor de literatura infantil, poeta, compositor e produtor musical. Há 35 anos, ministra aulas de iniciação musical, de flauta doce germânica, de canto popular e coral, e de outros instrumentos. Leonardo Teixeira PE 13 204 Artista surdo, Leonardo Teixeira adapta contações de história e conteúdos humorísticos para a comunidade surda. Licenciado em pedagogia, com ênfase em atendimento educacional especializado, ele dá aulas de Libras e faz parte da diretoria da Associação de Surdos do Agreste Meridional de Pernambuco (Asampe). Letícia Brasil SP 9,11 47 Letícia Brasil é artista visual. Realiza, majoritariamente, estudos e trabalhos na área de arte multimídia, com enfoque na concepção de animações, com técnicas clássicas e digitais, com elementos bi e tridimensionais, e ambientes imersivos em rede. Autista, tem trabalhando símbolos e narrativas visuais em suas experimentações artísticas, como a investigação de sua vivência atípica. Letícia Lima PE 13,17 233 Graduada em letras-libras pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e pós-graduada em libras, Letícia Lima atua como professora substituta de libras no Instituto Federal de Brasília (IFB). É poeta e produtora cultural, tendo sido aprovada no edital Arte como respiro, lançado pelo Itaú Cultural durante a pandemia de covid-19. Letícia Magalhães MT 9,11,13 232 Desde a infância, Letícia Magalhães demonstra talento para desenho, dança e literatura. No começo da adolescência, dedicou-se a escrever fanfics e a fazer dublagens de personagens de animes. Atualmente desenvolve desenhos e pintura em telas. LirioPaper SP 11 72 Artista visual licenciada, expressa-se através do estilete de precisão. Como cronista visual, observa e absorve seu cotidiano e o devolve em forma de arte, transformando a dor em expressão artística. Lizi Quadros RS 123 Lizi Quadros é administradora e desenvolvedora de jogos digitais. Vem atuando em projetos que relacionam educação, diversidade, inclusão e sustentabilidade. Lua Cavalcante DF 9,11 50 Artista, educadora e aleijada. Pedagoga que se aventura pelos caminhos da pedagogia griô. Sua linguagem artística é a produção de experimentações em autorretrato, desenvolvendo investigações sobre as particularidades de seu corpo, lido sob aspecto da deficiência. Lua se coloca como ser artístico-político-pedagógico, propondo reflexões sobre quais lugares reais e encantados ela habita e em que opera. Luana Katielly GO 15,17 78 Luana Katielly é uma artista com deficiência, licenciada em história e mestranda do programa de artes da cena da Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua no grupo de dança Diversus, no Coletivo Tônus e no Núcleo T-triArte. Fez parte dos espetáculos cênicos premiados Oratórios, Transbordar, Cartas ao tempo e Fronteiras. Lucas Saadallah RJ 9,13 280 Lucas Saadallah trabalha como assistente de direção e produtor audiovisual. Sua primeira experiência com longa-metragem foi em Fogaréu (2022). Já trabalhou como curador de mostras de cinema e assistente de projetos em uma agência de talentos. Atualmente faz parte da equipe de produção do Festival brasileiro de cinema universitário (FBCU) e é estagiário de desenvolvimento e marketing na Camisa Listrada, produtora de filmes e séries de TV. Luciana Viacava SP 16,17 302 Luciana Viacava é palhaça, atriz, diretora, professora e preparadora de atores. Desde 1995, tem sua pesquisa voltada para o teatro cômico e gestual. Formou-se na Escola Célia Helena, na Jacques Lecoq e na Kiklos Scuola. Estudou no Centro Maschere e Strutture Gestuali e aprofundou-se na linguagem do palhaço com diferentes profissionais. É formadora e palhaça integrante da Escola de Palhaços dos Doutores da Alegria, do coletivo Sampalhaças, do Piccolo Circo, do Palhaços sem Fronteiras e do Lola & Charlito. Ludlene Felipe ES 7,15,17 286 Atriz, cantora e bailarina/coreógrafa, Ludlene Felipe atualmente se dedica à dança, à música e ao teatro, apresentando-se em espetáculos e musicais. Luérgio DF 9 32 Diretor de cinema que atua na área representando a comunidade surda por meio de curtas-metragens com atores e protagonistas surdos e enredos que envolvem a realidade dessa comunidade. Luis Eduardo Martins Garcia SP 13 152 Luis Eduardo Martins Garcia é escritor profissional há mais de seis anos. Luiz Canela SC 7 99 Luiz Canela é cantor, compositor e instrumentista. Com o grupo Felixfônica, foi selecionado pelo Prêmio Pixinguinha em 2009. Com o grupo No Dorso do Rinoceronte, lançou dois álbuns, tocando em diversos teatros e festivais. Luiz Couto MG 11 115 Luiz Couto é artista visual e arte-educador graduado em artes visuais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Trabalha buscando relacionar o corpo, a memória afetiva e o cotidiano em contextos de diálogo entre ação e exposição. Luiz Lotti SP 11 257 Estudante e artista, Luiz Lotti vive e trabalha em São Paulo. Suas pesquisas mais recentes investigam questões sobre memória, raça e corpo através de arquivos fotográficos, texto e objetos. Luminosidade Sonora RJ 7 195 Formado por Rodrigo Varanda e pelo Trio Música Acessível, o grupo é conhecido por intervenções artísticas em bares, restaurantes e eventos particulares. Os artistas encantam pelo repertório diversificado e pela espontaneidade mesmo em espaços sem condições adequadas de acessibilidade. Malta Lee AL 7 134 Malta Lee é cantora e compositora. Aos 15 anos de idade, ingressou em um coral de canto popular que depois se tornou associação artístico-cultural. Mano Dáblio DF 7 90 William Tomaz, conhecido como Mano Dáblio, é artista brasiliense. É rapper, slammer, poeta, ator, intérprete, letrista e ritmizador de seus versos. Mano Samir DF 7 83 Mano Samir é cantor, compositor, músico profissional, tem deficiência físico e é rapper desde 1998. Com músicas conscientes e letras simples em dois CDs gravados, incentiva as pessoas a fazer o bem. Mara Alexandre CE 15 88 Artista da dança e surda, Mara Alexandre é formada pelo Curso Técnico em Dança do estado do Ceará (2012) e também é bacharela em dança pela Universidade Federal do Ceará (UFC).Transita entre teatros, salões de dança, espaços de ensaios, salas de aulas e espaços culturais. Marcel Enok SP 11,13 295 Desenhista e escritor desde os 13 anos – deficiente desde os 18 –, Marcel trabalha como Papai Noel, fotógrafo ambiental, ventríloquo e musicoterapeuta. Faz esculturas com material reciclado e bonecos para teatro infantil. Como arte-educador, desenvolveu trabalhos sociais no Jardim Ângela, que deu origem ao premiado livro No Jardim de Ângela – história de um professor na periferia. Marcele Bona DF 11 191 Marcele é ilustradora neurodivergente e atua nos mercados editorial e publicitário criando imagens contemporâneas expressivas que focam na diversidade e na inclusão social. Sua produção artística também aborda questões relativas à mulher, ao feminismo e ao pensamento crítico. Márcio Moreira RJ 7,17 291 Cantor e compositor há 20 anos, Márcio Moreira lançou recentemente seu primeiro álbum, Repartir.  Ele agora está em turnê por cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Belém e Brasília. Márcio Santtos MG 7 140 Márcio Santos é cantor, compositor e instrumentista autodidata. Trabalha com música desde 1984 Marcos Abranches Cia. SP 15 33 Marcos Abranches é um bailarino de São Paulo que iniciou sua trajetória como artista independente, em 2007, trabalhando como coletivo artístico que agrega artistas de diversas linguagens. As principais obras de seu repertório são: Formas de ver, Via de regra, Corpo sobre tela, Canto dos malditos, O grito e O idiota. Marcos Anthony DF 11 138 Marcos Anthony foi o primeiro arquiteto surdo de Minas Gerais e um dos primeiros do Brasil. Foi também o primeiro pintor surdo do país a fazer uma exposição individual internacional. Marcos Cavalcante SP 11 203 Marcos Cavalcante é um artista digital autodidata. Teve trabalhos publicados na revista on-line Arte brasileira e expostos na V Bienal Internacional de Guarulhos. Marcos Emendabili SP 11 160 Marcos Emendabili é professor de artes da rede pública estadual e professor universitário na Universidade de Cuiabá (Unic). Mari Ricomini SP 11,13 264 Escritora com um livro infantil publicado (Titi, um cãozinho sem igual!), Mari Ricomini já participou de saraus literários e antologias, entre elas Coletânea + humor, do selo Off Flip/22, com a crônica “Como cães e gatos”. Mari Velasco DF 11 86 Mari Velasco é artista visual. Possui graduação em design gráfico e em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e mestrado em comunicação audiovisual pela Universidad Complutense de Madrid, na Espanha. Atualmente, cursa pós-graduação em gestão cultural pelo Senac. Maria Cristina Medeiros PR 7 65 Bacharel em canto lírico pela Universidade Estadual do Paraná (Unespar), foi conselheira do setorial de música no Conselho Municipal de Cultura de Cascavel e gestora cultural e proprietária de uma agência de produção musical. Atuou em várias produções operísticas e participou de diversos festivais e oficinas de música no Brasil. Marilene Vieira RJ 9,13 125 Marilene Vieira é poeta, performer e professora de artes. Possui livros de poesia publicados pela Editora Urutau. Participou do grupo Verso & Companhia e hoje compõe o coletivo Solos Pisados. Marley RJ 9,11 200 Felix Neto, conhecido como Marley, é fotógrafo. Atuou com a cobertura de rodas culturais e eventos de funk, rap e pagode na Baixada Fluminense e na agência Workshop Models. Em 2020 deu início a sua carreira dentro da produtora independente Mídia Daltônica. Lançou o documentário Doc de cria, que aborda jovens da região. Martha Freitas DF 7 246 Cantora e cadeirante, Martha Freitas é formada em canto erudito pela Escola de Música de Brasília. Atua em canto coral há mais de 25 anos, com experiência em festivais e concursos internacionais, e também investe na carreira solo. Tem se apresentado em turnês com o espetáculo Canções e impressões, fazendo releituras de canções eruditas brasileiras e músicas populares de compositores locais. Martin Blue PA 7 294 O DJ Martin Blue tem 15 anos e é autista nível 1 de suporte. Seu hiperfoco pela música eletrônica começou aos 8 anos quando lhe foi apresentado o DJ Alok. Acreditando em seu potencial, sua família o inscreveu no festival TEAlentos, o que lhe deu mais visibilidade. O artista já se apresentou na 26ª Feira do livro e das multivozes e no 5° Congresso internacional de autismos no Brasil, entre outros. Matheus Rocha BA 9 75 Formado em cinema, roteiro, direção e montagem, integrou a equipe dos documentários Preciso falar sobre ela e O Carnaval invisível. Dirigiu vários vídeos institucionais e curtas. Foi vencedor na categoria Melhor Filme no Festival Cinemóvel, com a obra Salvadores Mavi SP 9,11,13 116 Mavi é escritora, produtora cultural e artista plástica. Estudou cinema nacional e também desenho, pintura e escultura no Dundee College, na Escócia. Tem especialização em fotografia e gravura em metal. Foi presidenta do Fórum Permanente de Cultura de Campinas e conselheira de Cultura e dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Mayara Camargo RO 15,17 108 Mayara Camargo tem deficiência visual e auditiva. Cursa licenciatura em teatro na Universidade Federal de Rondônia (Unir), é bailarina há quatro anos e, em maio de 2022, fechou contrato com a Sky Model Brasil para se desenvolver como modelo. MC DeusdetiH BA 7,9 258 Rapper, MC DeusdetiH estuda humanidades na Universidade Federal da Bahia (Ufba). Tetraplégico, encontrou na música uma forma de expressar sua realidade e levar mensagens de empoderamento através de sua superação. Também investiga questões sociais pela ótica de um jovem negro. Miguel Filho PA 11,15 318 Miguel Filho é artista visual, dançarino (com especialidade em dança folclórica), escritor e modelo. Autista de suporte 1, recebeu o Prêmio de Artista Revelação do Shopping Pátio Belém e da Câmara Municipal de Belém o título de Honra ao Mérito por suas contribuições à Amazônia e à capital paraense. Participou das edições 2 e 3 do Festival de talentos do estado do Pará, bem como de diversas feiras inclusivas – expondo suas obras de arte e livros. Já se apresentou na Câmara Municipal de Belém, na Assembleia Legislativa do Estado do Pará, no 1º Congresso amazônico e na Paróquia da Natividade, entre outros espaços.  Miguel Rosa SP 11 107 Miguel Rosa é graduando em artes visuais e concilia a pesquisa acadêmica com sua produção artística, na qual busca um lugar que orbite em torno do concreto e do contemporâneo. Milu Almeida RJ 15,17 309 Milu Almeida é multiartista, trans, negra, não binária, fazedora cultural e pessoa com deficiência, com doença falciforme e insuficiência adrenal. Formada pelo Conservatório Brasileiro de Dança, cursa artes dramáticas na Escola Sesc de Artes Dramáticas (Esad). Articula suas pesquisas nas artes do corpo – dança, teatro, performance – e nas artes visuais, como linguagens que transpassam e constroem suas vivências e experiências nas práticas artísticas. Moira Braga RJ 15,17 59 Moira é atriz, bailarina, jornalista e consultora de audiodescrição em conteúdos artísticos. É pesquisadora em dramaturgia do movimento e fruição estética e trabalha com o método Angel Vianna. Mônica Mello MA 9,13 272 Advogada especialista em direito civil, Mônica Mello migrou, em 2012, para o audiovisual, no qual atua como produtora-executiva. Tem trabalhos como roteirista, crítica de cinema, produtora de set e de lançamento comercial, coordenadora e jurada de festival de cinema, entre outros. Tem um livro publicado e ministra cursos livres na área audiovisual. Mostra Dislexia quando arte SC 7,9,11,13,15,17 210 A mostra Dislexia quando arte reúne artistas disléxicos de diferentes linguagens artísticas. Acontece de forma digital, através do Instagram e do site, além da promoção de eventos presenciais de sensibilização sobre esse tema e de valorização das habilidades criativas.  Movidos Dança RN 15 225 Movidos Dança é um grupo de dança contemporânea, cujo objetivo é promover uma nova perspectiva para a dança a partir da investigação da identidade de corpos diversos, sem delimitar padrões estéticos tradicionais como meio para a execução da cena artística. Foi idealizado pelo coreógrafo e diretor artístico Anderson Leão e pelo bailarino Daniel Silva em 2018. Desde então, dedica-se aos estudos do movimento. Movidos Dança Contemporânea RN 15 135 Movidos é um grupo de dança contemporânea sediado em Natal (RN) que tem como objetivo promover uma nova perspectiva para a dança, com a investigação da identidade de corpos diversificados, sem delimitar padrões estéticos tradicionais como o meio para a execução da cena artística. Munique Mattos RJ 7,15 228 Bacharel em dança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Munique Mattos é atriz pela Escola de Teatro Martins Penna. Sapateado e música corporal são suas linguagens em desenvolvimento. Como compositora, participou de rodas de samba tradicionais e também de blocos de enredo. Naddo Pontes RS 7 279 Iniciou na música no começo da década de 1980, em festivais estudantis. Classificou músicas em oito festivais e foi premiado em cinco. Tem quatro EPs gravados e dois álbuns (2014 e 2022). Em 2015, foi indicado ao Açorianos (prêmio de música no Rio Grande do Sul) como Melhor Compositor (categoria Pop/Rock). Toca em bares e casas de show em Porto Alegre com projetos em homenagem a Gilberto Gil e à bossa nova.  Natália Xavier SP 7,11,13,17 240 Natália Xavier é artista visual, cantora, compositora, poeta e atriz. Atualmente é mestranda em poéticas visuais na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Graduada em pedagogia (2011), também é atriz formada pelo Teatro-Escola Célia Helena (2013). Em 2022 lançou seu primeiro disco autoral e seu segundo livro de poesia pela Editora Urutau.  Nathielle Wougles SC 17 188 Nathielle Wougles é mulher artista DEF, mãe e terapeuta ocupacional. Move seus sonhos pesquisando e performando a criação de campos ficcionais e territórios de (r)existência para denunciar o capacitismo e celebrar os corpos com deficiência. Mestranda em artes da cena e mediação cultural e integrante do Grupo de Teatro Libração, formado por pessoas surdas e ouvintes, dirigiu o espetáculo Fala comigo! ou Um mundo invertido (2019). Trabalha temas como denúncia do capacitismo, performance dos corpos com deficiência, construção dramatúrgica coletiva e colaborativa, teatro do oprimido e lutas sociais e políticas da América Latina. Nayuda SP 13,17 29 Nayuda é Nayara Silva, slammer, poeta, atriz, contadora de histórias e performer surda de São Paulo. É cofundadora do grupo Ramarias e contadora de histórias no gRUPO êBA! Sua poesia em Libras foca no erotismo e na realidade da mulher negra e surda. Neto Inácio e Banda Alma Perdida CE 7 249 Músico multi-instrumentista, compositor e arranjador, Neto Inácio também é produtor musical. Já fez trilha sonora para filmes e foi contemplado pelo edital Aldir Blanc com o projeto Nordestino. Atualmente, dedica-se à produção de músicas autorais, além de jingles. Nicolle Monteiro SP 9,13 166 Nicolle Monteiro é autora de dois livros, slammer e produtora cultural. Formada em artes, está cursando mídia e tecnologia. Nilva Rigo SP 11 271 Artista e curadora. Investiga com desenho, gravura, pinturas e performance os aspectos objetivos esubjetivos na relação com o meio. Participou de exposições coletivas e individuais. Foi premiada noEdital Proac Trajetórias-2021. Atualmente, dedica-se à curadoria da exposição Olga aos 15 anos. Até 2022 assinava como Biba Rigo. Nivânia Carvalho RJ 13 186 Nivânia Carvalho é escritora, produtora cultural, professora e idealizadora do Sarau literário virtual, evento realizado desde 2020. Possui quatro livros publicados: Cicatrizes (2011, Editora Above), Pedro tropeçou numa pedra (2015, Editora Litteris), A toca do guaiamum (2020, Chiado Books) e Você quer uma mãozinha? Incluindo, integrando e transformando (2009, Editora Litteris). Em seu trabalho artístico, aborda o tema da inclusão. Noah C. BA 11 284 Noah C. é artista visual transgênero, não binário e intersexo. Atualmente é docente e doutorando no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos, da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Dedica-se à produção artística utilizando a pintura e a fotografia. Sua pesquisa aborda a questão do gênero, da sexualidade e da diferença como alteridades. Odara Rufino RR 13 159 Odara Rufino, artista, escritora e mãe, nascida e criada em Boa Vista - Roraima, no extremo Norte do Brasil, tem 26 anos e 2 livros de poesia publicados. Surda oralizada, usa aparelhos auditivos que permitem transitar entre os mundos do silêncio e do som. Faz da arte uma ação para provocar boas diferenças no mundo e dar sentido à vida. Odrus DF 11 234 Rafael Caldeira – Odrus – é grafiteiro. Interessado em enfatizar o lado social do seu trabalho artístico, já realizou oficina de grafite para crianças surdas, pregando a valorização das pessoas negras, da cultura surda e das comunidades periféricas.  Palhaço Surddy AL 16 41 Professor de Libras na Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), ator e especialista em educação de surdos. Militante da comunidade surda no campo da cultura, da arte e da educação. É consultor de Libras na VouVer Acessibilidade e apoia a campanha “Legenda para quem não ouve, mas se emociona”. Park Juju SP 7,11 162 Julia Bueno, mais conhecida como Park Juju, é desenhista e cantora. Patricia Ilus ES 7,13 158 Patricia Ilus é cantora lírica e popular, compositora, atriz e escritora. Possui dois livros de poemas e contos e duas dramaturgias publicadas. Cantou em óperas e concertos com orquestra e possui um trabalho com música popular autoral. Patricia Torelly RJ 11 213 Patricia Torelly estudou com artistas como Fayga Ostrower, Jacob Klintowitz, Aluísio Carvão, Charles Watson e Sandro Donatello. Participou de várias exposições, em lugares como Palácio Tiradentes e Galeria Zagut, e foi premiada no Salão do Clube Naval, com o Pirelli Prêmio Pintura Jovem, e no Concurso Artes da Universidade Candido Mendes (RJ).  Paula Gotelip SC 13,17 211 Mãe, artista, arte-educadora, arteterapeuta, disléxica e doutoranda em teatro na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Paula Gotelip dedica-se a uma pesquisa de sensibilização para a causa da dislexia. É autora do livro Dançando com as palavras (2021), uma investigação sobre design acessível, tipografia e editoração a fim de que crianças com dislexia possam ter facilidade no ato da leitura. Tem experiência nas áreas de teatro, produção e gestão cultural. Paulo Gaivota Um PR 11,13,17 198 Paulo Gaivota é uma pessoa com deficiência  visual e começou a estudar acordeom e teatro na infância. Colaborou em atividades no Clube do Leitor e tocou em festivais, praças públicas e teatros. Pcnt 425558 PR 9,11 311 Durante uma longa avaliação multidisciplinar para diagnóstico de autismo, o artista foi incumbido de representar o transtorno através de desenhos. Após o diagnóstico concluído, ele entendeu que poderia continuar com o processo, que serviria como válvula de escape para os tratamentos a seguir. Segundo ele, seu portfólio “se caracteriza basicamente como um esgoto emocional, reunindo pictoricamente as piores características no autismo de nível de suporte 1”. Pedro Zomer Juncklos SC 13 229 Escritor, poeta, cronista, professor, filósofo e psicoterapeuta, Pedro Zomer Juncklos ficou tetraplégico e passou a se dedicar a leituras e à escrita. Pook PS SC 17 276 Nascido em Goiânia (GO), Pook Ps é formado em letras/libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atuante na área cultural e educacional, é consultor, tradutor e professor de Libras. Também é apresentador do projeto Pook PS como palhaço, ator, poeta e comediante. Possui um canal no YouTube, onde são apresentados quadros de perguntas e respostas, piadas, bate-papo, sempre com protagonismo da comunidade surda. Pricila Saulus RJ 11 252 Nascida em 1980 no Rio de Janeiro (RJ), onde vive e trabalha até hoje, Pricila Saulus é artista autodidata, neurodivergente e portadora da síndrome de Asperger (TEA). Sua pesquisa busca reunir valores simbólicos, envolvendo conceitos referentes a conhecimentos ancestrais e contemporâneos, de forma poética, entrelaçando conhecimentos e dando vida aos trabalhos de forma pictórica, escultórica, fotográfica e instalativa. Priscilla Leonnor BA 13 40 Ativista do movimento de mulheres negras surdas, artista, poeta e educadora. Priscilla é formada em pedagogia e letras/Libras pela UFSC, pólo UFBA, tem mestrado em ensino (PPGen) na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e é professora de Libras na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Professor Mandinga ES 15 61 Rodrigo Mantovani, conhecido na capoeira como Professor Mandinga, iniciou sua jornada na capoeira no final dos anos 1990, na Associação de Capoeira São Salvador. Posteriormente, deu continuidade no grupo Ginga Brasil Raça. Em 2011, formou-se professor de capoeira na Associação Método Artes pelo Mestre Aldecir Beiçola. Projeto Somos todos especiais RJ 7,9,13,15,16,17 214 Gerido pela ativista Jussara Costa, o projeto Somos todos especiais coloca em evidência os dons e talentos de pessoas com deficiência em diversas expressões artísticas, ao mesmo tempo que estimula processos de sensibilização e interação.   Quixote SP 7 53 Multi-instrumentista, produtor musical e artista de rua. Buscando a independência de seu som, montou um home studio, Casa 56, onde desenvolve pesquisas ligadas à experimentação como ferramenta de emancipação das ideias. Desenvolve o PQP (Pague quanto puder), que tem como propósito produzir faixas de áudio. Rafa Vasconcelos CE 11,17 277 Rafa Vasconcelos é mulher monocular, urbanista e arquiteta, designer e pesquisadora de artes e psicologia ambiental. Realiza projetos residenciais, expografias e instalações, e atua no Instituto Trêsmares. Em design, trabalha com identidades visuais e produtos gráficos para artistas. Por fim, pesquisa as vivências de uma mulher com deficiência visual em artes integradas, atuando como artista e produtora de acessibilidade. Rafael Palermo RJ 11,17 316 Rafael Palermo é artista visual e ator. Cria paisagens de acordo com suas experiências pessoais, utiliza cores vibrantes e diversos recursos do ArtRage (programa que permite criar desenhos semelhantes aos feitos à mão). Já expôs no Conselho de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito) e na Rede Sarah, ambos do Rio de Janeiro. Durante dez anos criou 48 quadros, dos quais 35 estão impressos em tela canva. Rainer MB PI 7 182 Rainer MB é violeiro neurodivergente, antropólogo, professor e engajado nas artes integradas como esforço crítico e criativo da cultura popular. Artista e pesquisador interessado em encruzilhadas culturais, ele explora sons, imagens e histórias imagináveis entre as artes musicais dos povos do mundo e do semiárido do Brasil. Rapper Roberto RO 7,9 310 José Roberto Cândido Silva é atleta, músico e ativista. Aos 18 anos, foi diagnosticado com distrofia muscular de Becker, uma doença degenerativa que afeta os músculos. Começou a praticar basquete em cadeira de rodas e, em pouco tempo, se tornou um dos melhores jogadores do Brasil, jogando em várias competições nacionais e internacionais. O artista também escreve e canta raps que falam de fé, superação e esperança, pois acredita que a música pode ser uma ferramenta poderosa para a evangelização e a transformação social.  Raquelly SP 7 119 Raquelly é produtor-executiva, diretor musical e DJ. Em 2022, foi um dos novos talentos do Festival de ativação urbana do Rio de Janeiro. Já esteve em turnê pela América Latina levando o funk e o techno funk como música eletrônica. Ravison Dilam AP 13 239 Ravison Dilam escreve desde os 15 anos, incentivado por uma professora. Gosta de escrever poesias, contos, distopia, drama, romance e fantasias. Pequenas gotas de poesias é seu primeiro livro, já editado. Rei Borges SP 11 259 Nascido em Ribeirão Preto (SP), Rei Borges vive com seus dois gatos na capital paulista há mais de 15 anos. Autista, ele tenta diariamente ser artista. É físico, engenheiro de computação e designer de moda, e se apresenta como “quase fotógrafo”. Rei emprega a técnica de colagem mista (analógica e digital) em suas fotografias (2D) e também produz colagem em esculturas em gesso cru ou concreto (3D). Renata França SP 11 132 Renata França é formada em artes plásticas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1989, e trabalha com várias técnicas de expressão visual. Renata Mara MG 15,17 308 Renata Mara é artista da dança, docente e pesquisadora praticamente cega. Suas criações integram corpo, música, imagem, poesia e cena. Interessada no fazer artístico por e para todos, é professora certificada do método DanceAbility, sendo referência nacional em práticas e estudos em arte, educação, inclusão e acessibilidade. Foi contemplada com vários prêmios e editais, como Entre arte e acesso – Itaú Cultural (2022 e 2023), Funarte Acessibilidança (2020), Lei Aldir Blanc (2020) e LMIC da Prefeitura de Belo Horizonte (2017 e 2010). É doutora em teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), mestra em artes pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (EBA/UFMG), pós-graduada em arte-educação e cultura pela Escola Guignard da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) e graduada em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG). Recentemente estreou dois espetáculos no Festival acessa BH e integrou o elenco de dois curtas-metragens. Tem como destaque artístico a participação na cerimônia de abertura dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016. Ministra cursos e oficinas em eventos pelo Brasil. Renata Rezende DF 13,17 28 Renata é produtora, atriz, performer e poeta. É idealizadora do Festival Despertacular de Cultura Surda. Seu trabalho de poeta e performer é focado no uso da língua de sinais como estratégia poética. Também atuou como atriz em diversas peças e filmes.  Renatinho 7 Cordas SP 7 133 Carlos Renato Silva dos Reis, conhecido como Renatinho 7 Cordas, iniciou sua carreira musical no ano de 1991, aos 14 anos de idade, na região do Grande ABC, atendendo ao convite de um amigo com quem aprendeu muito sobre o samba. Ricardo Kapú PR 9,17 224 Ricardo Kapú atua nas áreas de teatro e dublagem, faz curso de especialização na escola CTM Cultural, em Curitiba (PR), e constrói um projeto de dança e performance em homenagem a Exu.  Ricardo Sotaq SP 11 109 Ricardo Sotaq é artista multimídia com bacharelado em design gráfico. Suas obras possuem traços agressivos e cores fortes, com a influência do cartum e da história em quadrinhos (HQ). Com temáticas relacionadas sobretudo ao hip-hop, seu trabalho transmite os costumes, o estilo, a história e a atmosfera desse movimento cultural em releituras de imagens clássicas. Rogério Ratão SP 11 13 Artista visual e escultor, Rogério Ratão trabalha com bronze e cerâmica. Realizou sua primeira exposição individual no Centro Cultural São Paulo, em 1995, e desde então participou de mostras coletivas dentro e fora do país. Em 2011, passou também a atuar como professor-artista no programa Igual Diferente, do MAM-SP. Rosemary MS 7 68 Iniciou seu trabalho musical aos 14 anos, em um festival de música regional. Aos 17, já cantava em bares e eventos da cidade e região. Participou de inúmeros festivais e possui um álbum gravado como cover de Roberta Miranda. Rowan Romeiro TO 11 269 Artista de mídias mistas, Rowan Romeiro nasceu no Maranhão e vive no Tocantins há muitos anos. A maior parte da sua arte é produzida em fotografia analógica, mas há também produções em vídeo, arte IA, arte generativa, pintura, bordado, colagem, printing, entre outros. Rudy Barros PR 9 111 Rudy Barros é formado em cinema pelo Centro Europeu, em Curitiba, e atua como roteirista, diretor e editor há 16 anos, realizando documentários, filmes e séries em vários estados brasileiros. Ruy Relbquy CE 11 112 Artista visual com formação em história, Ruy Relbquy é paisagista e desenvolve pesquisa artística voltada para o sertão nordestino e suas peculiaridades. PcD (pessoa com deficiência/cadeirante) com tetraparesia e LGBTQIAP+, Ruy usa seu corpo e suas experiências como base para seu trabalho e elemento de desconstrução do preconceito existente. Sabrina Denise Ribeiro SP 11 19 Sabrina é uma artista visual, educadora e pesquisadora, que tem como foco de pesquisa o processo criativo e a produção artística como desenho, ilustração, pintura, escultura, fotografia e videoarte. Suas prioridades são explorar assuntos como feminilidade, natureza, ritual, poesia, símbolo, cultura surda e arte surda. Sandro Santos SP 11 289 Sandro Santos cresceu e vive na periferia de São Paulo. Quando criança, enfrentou dificuldades educacionais até estudar na Escola Municipal Helen Keller, especializada em surdez. Graduado em direito pela Universidade Zumbi dos Palmares, pretende advogar em defesa dos direitos das pessoas com deficiência. É professor de Libras na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e intérprete. Como artista, representa a cultura surda, tanto como ator – com o palhaço Sandraço – quanto pelas suas pinturas, que em 2023 foram expostas no festival Sem barreiras em São Paulo. Sansei MG 7 262 O grupo Sansei surgiu quando os músicos AG, Muha e D-Negão se encontraram, na cena do hip-hop da cidade mineira de Sete Lagoas. Combinando talento e experiência, há mais de cinco anos o trio explora temas de relevância social. Sara Bentes RJ 7 16 Sara Bentes é cantora, compositora, atriz e escritora, premiada internacionalmente na música. Tem dois álbuns, EPs e singles lançados em plataformas digitais e cinco livros publicados. Sara também é dramaturga, tem experiência no circo, como lirista, e em diversas modalidades de dança. Sarah Aristides PR 11 169 Sarah Aristides cursa artes na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Sendo uma pessoa com deficiência visual, criou o projeto O olho que a Sarah vê, cujo objetivo é dar visibilidade às diferentes produções artísticas, entre elas, fotografia e desenho. Sarau Visual MG 13,15 46 O Sarau Visual é um evento totalmente em Libras, de Belo Horizonte, voltado ao público surdo. Hoje, o Sarau Visual busca a intersecção entre a Língua Brasileira de Sinais e a dança contemporânea. O sarau é formado por Edmeia Cupertino, poeta e dançarina surda, e Uziel Ferreira, intérprete tradutor de Libras e dançarino.  Seu Kowalsky e os Nômades de Pedra RS 7 173 Kowalsky é cantor, compositor, músico e produtor independente.  Shabê Furtado MG 7 89 Shabê Furtado é mestre de cerimônias (MC) e compositor atuante no hip-hop nacional desde os anos 1990. Com Dokttor Bhu, lançou o álbum Conglomano, em 2013. Com Visão monocular, trabalho solo de 2021, foi elogiado pela crítica e teve destaque na imprensa de Belo Horizonte. Atuou e compôs parte da trilha da peça Homem vazio na selva da cidade, e escreveu todas as letras do musical Qual é a graça, encenado pelo Grupo Girino. Silver Neto PR 9,16,17 287 Silver Neto é diretor, ator, palhaço, produtor e formador com mais de 18 anos de atuação em palhaçaria e circo. É fundador da Cia. dos Palhaços e do Núcleo de Palhaçaria. Deficiente físico desde 2013 e auditivo desde 2000, seus temas principais são o circo, a bufonaria e a palhaçaria contemporâneas, sempre buscando temáticas sociais e tradicionais de impacto e relevância. Silviah Mariah PR 11 306 Artista visual, Silviah Mariah faz cenários do tipo assemblage com sucatas variadas. Utiliza elementos como cacos de vidro, tampinhas, canudos, sementes de árvores e tinta acrílica para mostrar imagens do inconsciente e contar sobre o cotidiano de forma criativa e lúdica. Ministra oficinas de artes em instituições como Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Silvio Soũls GO 7,13 299 Silvio Soũls é cantor, compositor, escritor, músico e jornalista. Trabalha com experimentos musicais e literários e apresenta, em seu repertório, uma mistura de ritmos e estilos. Entre seus trabalhos de destaque estão a trilha sonora, o roteiro e poemas do filme Resíduos de uma cidade, de 2014; a composição e a interpretação da música-tema do Primeiro encontro internacional de sobreviventes da poliomielite, no México, em 2016; e a formação do coral Vozes da Comurg, em 2022. Sinistro Parrhesia RS 7,9,13,16,17 278 Fundador e diretor-executivo do Instituto Parrhesia Erga Omnes, Sinistro Parrhesia é DJ, produtor cultural, educador social focado em direitos humanos e cultura hip-hop, performer com fogo e graduando em direito.  Slam Perplexo SP 9,13 148 Slam Perplexo é uma batalha de poesia falada. Concorrem poemas com até 15 segundos de duração, sendo que cada poeta pode se inscrever para a disputa trazendo pelo menos três textos originais. Só Vendo pra Crer SP 7 131 Só Vendo pra Crer é um grupo de samba que desperta a admiração do público e dos contratantes não somente pela sua musicalidade, mas pela alegria e pelo entusiasmo com que se apresentam, contagiando todos com o melhor exemplo de superação. Socorro Carvalho de Lima PA 15 98 Socorro Carvalho de Lima é técnica em dança com habilitação em intérprete-criador pela Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará (Ufpa), e graduada e licenciada em dança pela mesma universidade. Solane Carvalho RJ 13 175 Solane Carvalho é formada em letras e pós-graduada em literatura infanto-juvenil pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Tem cinco livros de poesia publicados e participação em diversas antologias poéticas. É sócia-fundadora da Associação Niteroiense de Escritores (A.N.E.) e membra do grupo Mulherio das Letras Rio de Janeiro – Coletivo Sonia Peçanha. Suca Moreira BA 11 238 A artista visual Suca Moreira pinta há mais de 20 anos. Por causa de um câncer de mama, teve de fazer esvaziamento da axila direita e ficou com uma deficiência moderada no braço. A pintura de paisagens é uma de suas especialidades. Suely Farhi RJ 11,13 236 Arquiteta, artista e poeta, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Pesquisa o espaço em suas dimensões vivenciais e conceituais, e como a palavra o modifica. Participou de mais de 150 coletivas no Brasil e em países como Alemanha, Argentina, Bélgica, França, Portugal, Inglaterra, Itália e Cuba. Suyan de Mattos DF 11 168 Com pós-doutorado em artes e doutorado em história da arte, Suyan de Mattos realiza projetos e obras visuais, e desenvolve seu trabalho utilizando de múltiplas linguagens na composição de narrativas pela ótica do mundo. Taís Cabral PR 11 212 Taís Cabral é artista visual, professora e pesquisadora. Vive e trabalha entre São Paulo (SP) e Curitiba (PR). Doutora em artes visuais pela Universidade de São Paulo (USP), é coautora do livro Reflexões sobre a cor (2021). Estuda a vivência da cidade como experiência artística e, recentemente, dedica-se aos atravessamentos entre natureza e cultura.  Taís Victa RJ 11,13 76 Mestre em literatura comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e escritora, foi uma das contistas selecionadas no primeiro Prêmio Rio de Contos, de fomento literário, na cidade do Rio de Janeiro. Também é residente artística em artes visuais, com um trabalho sobre dados de deficiência e artes.  Tamara Chagas ES 11,13 301 Tamara Chagas é poeta e artista visual. O livro Ariadne na Ilha de Naxos, de 2023, está entre seus trabalhos de destaque. Em geral, suas poesias possuem caráter confessional e giram em torno de questões como o tempo e a existência. Como artista, dedica-se a uma pesquisa de teor conceitual, que tenta desvelar a natureza da realidade. Tânia Granussi SP 17 305 Tânia Granussi é atriz e diretora teatral formada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atuou em companhias como Os Fofos Encenam e Os Sátiros. No cinema, participou de Febre do rato, de 2012, e Fluídos, de 2010. Foi premiada por Volta seca, curta-metragem de Roberto Veiga e, atualmente, dirige o espetáculo Cena ouro: epide(r)mia, da Cia. Mungunzá de Teatro.  Tayra Sasha DF 11,15 321 Artista e educadora, atua há mais de 25 nos países em que possui dupla nacionalidade, Brasil e Venezuela. É licenciada em dança e pedagogia, com especialização no transtorno do espectro autista (TEA). É também palestrante, pesquisadora e produtora cultural. Teatro Cego SP 17 54 O grupo Teatro Cego surgiu em 2012, quando se apresentou pela primeira vez no Brasil nesse formato, totalmente no escuro. O objetivo foi, e continua sendo, reunir atores e atrizes cegos e não cegos numa interpretação que colocasse todos em igualdade de condição, proporcionando ao grupo uma total interação. Thâmara Mazur MG 7 171 Thâmara Mazur é cantora, compositora, atriz e arte-educadora. Passou por importantes espaços de construção artística, como os cursos livres do Galpão Cine Horto e da Escola Técnica de Teatro da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Tikinho Ramon MG 13 97 Lucas Ramon, conhecido como Tikinho Ramon, é cartunista de profissão surdo e autor e ilustrador de livros infantis de literatura surda. Formado em design gráfico pelo Centro Universitário Una (UNA), em Belo Horizonte, fez também o curso de desenho da Casa dos Quadrinhos (BH) Trem Tan Tan MG 7 35 O grupo musical Trem Tan Tan tem duas décadas de trajetória artística e é formado por um coletivo de compositores com sofrimento psíquico. Nascido nas oficinas dos Centros de Convivência Venda Nova e Providência, dispositivos da Política de Saúde Mental de Belo Horizonte, o coletivo propõe a inserção social, o resgate da cidadania do cidadão com sofrimento psíquico e o tratamento em liberdade. Trupe Brincante Ritmos do Coração SP 7,17 22 Coletivo artístico que atua em apresentações artísticas lúdicas e voltadas para crianças. Sua palavra de ordem é brincar e, por meio da brincadeira, realiza atividades musicais e cênicas, mediadas por artistas com deficiência. Tutti DF 7 253 Autista e multiartista, Tutti é cantora, compositora, fonoaudióloga e terapeuta holística. Iniciou a carreira musical aos 5 anos no grupo Pequenos Cantores do La Salle, participando de turnês nacionais e internacionais. Vive e trabalha em Brasília (DF). Urbana_bruno SP 11 194 Bruno é graduado em rádio e TV e design gráfico, além de ter participado de oficinas de manuseio de materiais artísticos e desenho e recebido acompanhamento no atelier Catarina Gushiken. Os temas centrais da sua produção artística são ansiedade, figuração abstrata, mundos interiores e idiossincrasias. Valnei Ainê RJ 7,9,13 251 Em 1996, com a banda Negril, Valnei Ainê gravou seu primeiro álbum, lançado pela gravadora PolyGram, atual Universal. O segundo disco, A outra margem do rio (1999), saiu pela BMG e teve produção de Herbert Vianna. O grupo chegou a ser indicado como banda revelação da MTV e, em 2001, tocou na Tenda Brasil do Rock in Rio 3. Vanda Salles RJ 11,13 128 Vanda Salles é poeta, artista visual e arteterapeuta. Publicou 22 livros de ensaios, poesias, contos, romances e literatura infantojuvenil. Participou de exposições de artes plásticas nacionais e internacionais. Vanessa Andressa RJ 15 94 Vanessa Andressa é dançarina em cadeira de rodas desde os 12 anos. Participou de duas cerimônias paralímpicas e dançou no balé da diversidade da cantora Anitta para o Prêmio Multishow 2017, e no clipe do Dennis DJ, em 2020. Foi a primeira pessoa em cadeira de rodas a cursar dança na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Veca SP 17 49 Atriz, cantora e palhaça. Já se apresentou com o Grupo Tapa, Parlapatões, Circo Roda Brasil, Troupe Guezá, além de em diversos festivais de circo e no Festival Cenas Curtas. É também autora da websérie "Fale com Veca" e contadora de histórias.  Victor Costa SP 9,13 143 Victor Costa é filósofo, redator e fotógrafo formado em filosofia e cinema. Dirige e monta trabalhos colaborativos que se movem entre o cinema, a literatura e o corpo. No primeiro semestre de 2021, foi artista residente na Cité des Arts, em Paris. Victor Di Marco RS 9 17 Victor Di Marco é ator, diretor e roteirista. Em 2020, lançou o curta O que pode um corpo?, que estreou no 31º Curtas Kinoforum. Atualmente, trabalha no desenvolvimento de seu primeiro longa-metragem, Nós a sós. Victor também é produtor de conteúdo digital envolvendo o tema capacitismo. Vinícius Augusto SP 11 199 Formado em fotografia na Panamericana, Vinícius atua com fotos de paisagens, pessoas, eventos, flores e objetos em geral. Participou de três exposições e possui trabalhos expostos na Urban Arts, em São Paulo. Virgínia Oliveira CE 7,13,17 227 Virgínia Oliveira é uma artista de muitas facetas, e entre elas estão o teatro, a música e a poesia. Atualmente desenvolve seu trabalho autoral no musical Flor de mandacaru, sobre sertão, solidão e capacitismo. Também faz parte da cena slam no Ceará. Viviana RS 11 320 Viviana produz máscaras de papel machê e argila para peças de teatro trabalhando com temas como inclusão, diversidade e violência contra as mulheres. William JS – o Desenhista das Ruas SP 11,13 231 William JS é servidor público, estudante universitário, desenhista e ativista neurodiverso. Começou a desenhar na infância e vem aprimorando suas habilidades artísticas desde 2010, através do Coletivo Dasdoida. Participou do projeto Retratos defiças (2021), com a videoartista Estela Lapponi, cocriando o gif Zuleikando a cultura, uma crítica à falta de acessibilidade em prédios históricos. Yanna Porcino PE 13 57 Surda, preta, feminista e artista. Tradutora e intérprete de Libras e consultora surda. Pesquisadora do Pibic com temática na literatura surda e desenvolve trabalho na comissão do grupo Slam das Mãos. Produtora de poesias em Libras com temas reflexivos e impactos sociais. Yasmin Kauanna SP 11 193 Yasmin Kauanna é artista, professora e consultora de arte. Pesquisa sobre os objetos que influenciam gerações e pensamentos do coletivo. Seu processo artístico apreende questões do fazer através de ilustrações em diferentes suportes, com ênfase em pinturas. Yzalú SP 7 181 Yzalú é cantora, rapper, compositora e violonista. Destacou-se ao unir o violão ao rap e inovou no cenário independente ao apresentar seu primeiro álbum, Minha bossa é treta, que mistura ritmos diversos como o rap, a MPB, o samba jazz e o afrobeat. Zayre Kaus RJ 11,13 244 Zayre Kaus é morador do Morro da Otto, em Niterói (RJ), transmasculino e autista. Por meio de suas obras, procura promover a retomada identitária de narrativas faveladas, abordando temas como raça, territorialidade e gênero. Zé Orlando SP 7 189 Zé Orlando é um intérprete de ofício, faz reggae em português, inglês e espanhol. Também produziu três faixas de audiodescrição para pessoas cegas, gravadas em três idiomas, mostrando a sua diversidade cultural e levando seu reggae para o mundo. Possui mais de 30 anos dedicados à música, sendo 23 deles exclusivamente ao reggae, como cantor e percussionista na banda Tribo de Jah. Em 2009, formou a banda Pedra. Zelitto Alves MG 7 170 Zelitto Alves é cantor e compositor. Filho e neto de violeiros do Vale do Jequitinhonha e da Zona da Mata, leva sua música e sua poesia por todo país.
    TO BA SE PE AL RN CE PI MA AP PA RR AM AC RO MT MS GO PR SC RS SP MG RJ ES DF PB
    acessibilidadeFechar

    Tamanho da letra:

    Contraste:

    Tipo de fonte: