Classificação indicativa: Livre

Quais são as perspectivas para o futuro quando pensamos em política e gestão cultural, economia da cultura e política para as artes? Com o objetivo de debater os desafios presentes em nosso segmento a partir do atual cenário de isolamento social, a série Diálogos Itaú Cultural convida dirigentes e agentes de diferentes áreas de expressão e regiões do Brasil para pensar a cultura em nosso país.

Nesta quarta-feira, 15 de julho, às 17h, nesta página, Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural (IC), conversa com Hugo Barreto, diretor-presidente da Fundação Vale, e Mário Mazzilli, diretor do Instituto CPFL.

Hugo Barreto ingressou na Vale em 2019 e, atualmente, é diretor de Sustentabilidade e Investimento Social e diretor-presidente da fundação. De 2002 a 2018, foi secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, tendo ocupado anteriormente os cargos de diretor de criação e superintendente de conteúdo da organização. Com uma longa trajetória no campo da televisão educativa, é responsável grandes programas de inclusão educacional no Brasil, bem como pela criação e implantação do Museu do Amanhã, do Museu da Língua Portuguesa, do Museu do Futebol e do Museu de Arte do Rio.

Mário Mazzilli é sociólogo e gestor de organizações do terceiro setor. Foi consultor do Itaú Cultural e colaborador de outras grandes organizações brasileiras e internacionais. Diretor do Instituto CPFL, plataforma de investimento social da CPFL, maior grupo privado de energia do Brasil, é responsável, entre outros, pelo programa Café Filosófico CPFL, pelo Circuito CPFL de Arte e Cultura e por demais programas culturais e sociais do instituto.

Confira todos os nossos Diálogos aqui.

Veja também