A romancista Carola Saavedra revela seu interesse em um tipo específico de personagem – o personagem-leitor – e analisa a decepção que Flaubert construiu em Madame Bovary ante a comparação da realidade com a ficção. A escritora conta como busca nela mesma a vida para os personagens que cria e lê um trecho de seu romance O Inventário das Coisas Ausentes.
 
Depoimento gravado em maio de 2015.
 
Saiba mais sobre Carola Saavedra na Enciclopédia Itaú Cultural.

Ouça todos os episódios já disponíveis do podcast Escritores-Leitores aqui no site ou em aplicativos especializados, como o Spotify ou o Apple Podcasts, no celular ou no computador – basta pesquisar o nome dos programas. 

ITAÚ CULTURAL

Presidente: Alfredo Setubal
Diretor: Eduardo Saron
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Kety Fernandes Nassar
Apresentação: Claudiney Ferreira
Produção audiovisual: Roberta Roque
Captação e edição de som: Tomás Franco (terceirizado)
Locução: Adriana Braga (terceirizada)
Trilha musical: “Jazz”, de Dia Musiq

O Itaú Cultural (IC), em 2019, passou a integrar a Fundação Itaú para Educação e Cultura com o objetivo de garantir ainda mais perenidade e o legado de suas ações no mundo da cultura, ampliando e fortalecendo seu propósito de inspirar o poder criativo para a transformação das pessoas.

Carola Saavedra (imagem: Tomas Rangel)
Veja também

Miguel Sanches Neto – Paiol Literário

Miguel Neto fala da sua trajetória – de menino do campo a professor universitário –, refletindo sobre a presença dessas vivências na sua obra literária, entre outros assuntos