Classificação indicativa: 12 anos

Nos dias 6 e 7 de novembro, o dançarino e coreógrafo moçambicano Panaibra Gabriel Canda traz para o Itaú Cultural a performance Tempo e Espaço: os Solos da Marrabenta. O espetáculo integra a programação do 12º Festival Contemporâneo de Dança de São Paulo.

No trabalho, o artista tem como base a história e a atual situação sociopolítica de seu país, colônia portuguesa até 1975, e desconstrói representações culturais de um suposto corpo africano “puro” – em particular o moçambicano.

A apresentação ainda conta com a participação do guitarrista Jorge Domingos, que executa ao vivo a marrabenta, música urbana típica de Moçambique.

Tempo e Espaço: os Solos da Marrabenta [com interpretação em Libras]
quarta 6 e quinta 7 de novembro de 2019
às 20h
[duração aproximada: 60 minutos]
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 201 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Ficha técnica

Coreografia, dança e texto Panaibra Gabriel Canda
Música Jorge Domingos
Desenho de luz Myers Godwin
Adaptação de luz Aude Dierkens
Operação de luz Caldino Alberto
Figurino Lucia Pinto e Mama Africa
Suporte administrativo Jeremias Canda
Adereços Panaibra Gabriel Canda com o apoio de Gonçalo Mabunda
Produção CulturArte (Maputo)
Coprodução Sylt Quelle Cultural Awards for Southern Africa 2009 – Goethe Institut Joanesburgo
Apoio Bates Festival, Festival Panorama, Kunstenfestivaldesarts e VSArtsNM
Agradecimentos especiais Cynthia Oliver, Dan Minzer, Elsa Mulungo, Jesse Manno, Jorge
Canda, Leah Wilks e Timotio Canda

Veja também