Classificação indicativa: Livre

A FILAFRO Pop Orquestra – grupo musical da Filarmônica Afro Brasileira, formado por cordas, sopros e percussão – sobe ao palco, sob a regência do maestro Josoé Polia, e recebe o músico cubano Rolando Luna (pianista do Buena Vista Social Club) para o concerto inédito Alma Rumbaiana.

O repertório traz obras de compositores brasileiros e cubanos, como Chiquinha Gonzaga, Ernesto Lecuona, Rafael Hernández e Ignácio Cervantes, além de trabalhos de Josoé e de Rolando – a exemplo da inédita “Suite Lecuona”, especialmente criada por ambos para o espetáculo. Segundo o regente, a ideia de realizar uma apresentação conjunta com a orquestra e o artista cubano já existia há alguns anos.

“A professora do Rolando – dra. Rosa Maria Tolón – é minha orientadora de doutorado. Quando eu o conheci, há cerca de dez anos, ocasião em que ele venceu o Festival de Jazz de Montreux (Suíça), comentei essa vontade de fazermos algo juntos”, conta Josoé Polia. “Recentemente, ele ligou para avisar que vinha ao Brasil e perguntou o que eu achava de, finalmente, montarmos o concerto – que coincide, inclusive, com os 20 anos de atividades da orquestra. Para nós é um prazer enorme, um presentão”, diz. “Será a primeira vez que ele vem sozinho ao país sem o Buena Vista Social Club.”

Josoé Polia, fundador e responsável pela direção artística e musical da FILAFRO, acrescenta que Alma Rumbaiana é o primeiro de uma série de concertos em comemoração dos 20 anos de atividades da orquestra. Ainda em fase de produção, eles serão apresentados em diferentes formatos, nos próximos meses.

“A FILAFRO é conhecida pela exigência na seleção de seu repertório. É uma orquestra composta de grandes músicos, entre eles o contrabaixista Sidiel Vieira, os pianistas Yaniel Matos e Pepe Cisneros, o guitarrista Gileno Foinquinos, o violinista Renato Pereira e o trompetista Sidmar Vieira. E quando conseguimos reuni-los num mesmo espetáculo, que conta ainda com a ilustre participação de Rolando Luna, a apresentação se torna grandiosa”, fala Josoé. “Ou seja: quem gosta de boa música, seja ela latina, cubana ou brasileira, vai ter uma noite surpreendente e inesquecível.”

FILAFRO Pop Orquestra
sexta 16 de novembro de 2018
às 21h
[duração aproximada: 90 minutos]

ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

[livre para todos os públicos]

abertura da casa: 90 minutos antes do espetáculo

Os ingressos podem ser adquiridos pelo site Ingresso Rápido, em seus pontos de venda e pelo telefone 11 4003 1212.Também estão à venda na bilheteria do Auditório Ibirapuera, nos seguintes horários:
sexta e sábado das 13h às 22h
domingo das 13h às 20h

 

Veja também

O exercício da cidadania é uma constante

Indígena da tradição Xúmono do Mato Grosso do Sul, o comunicador Marcos Terena relata em texto sobre como os povos indígenas formam uma civilização que exercita sua cidadania desde o primeiro grito de uma criança até o fim da vida