Poeta em imagens propõe que autores se apresentem de maneira não convencional, por meio de fotografias, desenhos ou do que sua criatividade permitir, e comentem essas escolhas.

Um objeto companheiro

Fotografia vertical colorida de um caderno preto com uma caneta apoiada sobre ele
(imagem: Tom Grito)

Qual é a função desse objeto na sua vida?

Para organizar os pensamentos, criar meus códigos de linguagem, decodificar o mundo, desenhar poemas.

Um poema especial

Imagem vertical com o escrito Ler um livro escrever um poema pegar sol amar lar um poema pegar um livro escrever um amor solar ler um amor escrever um sol pegar um poema livre @tomgritopoeta
(imagem: Tom Grito)

Por que esse poema?

Caso o corpo livre esteja vulnerável, é sempre bom se re-vestir de poemas de esperança.

Autorretrato

Desenho com riscos que forma uma pessoa de perfil com a palavra Grito
(imagem: Tom Grito)

Uma mentira e uma verdade sobre você, sem revelar qual é qual.

Não falo mentiras, mas uma das frases se supõe mentira, o poeta é afinal um fingidor?
Se ambas as frases forem verdade, teria eu mentido outra vez?

O que é poesia para você?

Fotografia vertical colorida de uma folha com terra, raízes e galhos
(imagem: Tom Grito)

O que é poesia?

Uma folha que cria raízes, dá brotos e se faz renascer. A elipse do tempo, a morte que gera nova vida, o ciclo, esperança, utopia, sentimento, renovação.

Veja também

Bastidores, com Lenise Pinheiro

No Dia Mundial da Fotografia, estreia série que convida fotógrafos de diferentes campos artísticos para comentar imagens marcantes de sua carreira

Poeta em imagens: Julianna Motter

Nesta série, autores se apresentam de forma não convencional, por meio de fotografias, desenhos ou do que sua criatividade permitir