Classificação indicativa: Livre

Neste mês, a questão que orienta o Brechas Urbanas – ciclo de debates sobre a vida nas cidades – trata de algo fundamental às políticas públicas: o sentido de desenvolvimento. Indicadores de produção bastam ou precisamos de outras métricas? Pode-se pensar em crescimento sem dar atenção a problemas sociais ou ao meio ambiente? Com mediação de Monique Evelle, a conversa passa por essas e outras perguntas.

Participam do debate Miriam Cisneros, presidente da organização Tayjasaruta, do povo Kichwa, de Sarayaku, localidade no Equador, e Beatriz Pedreira, cofundadora e diretora de inteligência do Instituto Update.

Miriam é formada desde a infância nas lutas dos Kichwa por direitos e pelo território – esforço político que data já de 30 anos. Como líder, participou de várias manifestações e debates pelas suas perspectivas. No debate, ela fala sobre o Sumak Kawsay – ou bem-viver, em kichwa –, conceito de vida harmônica nos âmbitos sociais e do meio ambiente. Essa filosofia foi inscrita na constituição equatoriana e pauta o crescimento nacional.

Beatriz é cientista social com 12 anos de experiência em inovação e política. No Update, desenvolve as pesquisas focadas na América Latina Emergência Política, Mapeamento e Tendências (novas práticas políticas), e Emergência Política Mulheres (inovação política conduzida por mulheres). Também apresentou Política: Modo de Usar, na GloboNews.

Brechas Urbanas – O que É Desenvolvimento? [com interpretação em Libras]
quarta 25 de setembro de 2019
às 20h

[duração aproximada: 120 minutos]
Sala Multiúso (piso 2) – 100 lugares

[livre para todos os públicos]

Veja também

Lagoas do Norte para quem?

O projeto de reurbanização da comunidade ribeirinha Boa Esperança é o mote de verdeVEZ, trabalho do artista visual Maurício Pokemon