Classificação indicativa: Livre

Dialogando com a 45ª edição do programa Ocupação Itaú Cultural, que homenageia a educadora e etnomusicóloga Lydia Hortélio, no dia 21 de agosto ocorre no instituto um debate sobre como os acalantos – canções de ninar executadas pelo adulto, repletas de afeto – podem atuar tanto na formação de vínculos na primeira infância como na construção da base da identidade da criança.

Para discutir o assunto, estarão presentes a psicóloga e doutora em letras pela Universidade de São Paulo (USP) Silvia Ambrosis, autora do livro Canção de Ninar Brasileira: Aproximações (2017); e a educadora, contadora de histórias e escritora, com especialização em arte-educação pela USP, Cristiane Velascos. A mediação ficará por conta de Ana Cláudia Leite, consultora da área de educação do Instituto Alana.

Com iniciativa do Instituto Alana, a atividade é uma realização do Portal Lunetas, plataforma de jornalismo voltada para a temática da infância.

A importância dos acalantos na construção da identidade e de vínculos fortes e saudáveis na primeira infância [com interpretação em Libras]
quarta 21 de agosto de 2019
às 19h30
[duração aproximada: 120 minutos]
Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

Entrada gratuita

distribuição de ingressos
público preferencial: uma hora antes do evento, com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
público não preferencial: uma hora antes do evento, um ingresso por pessoa

[livre para todos os públicos]

Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos

Veja também