Classificação indicativa: Livre
 

Para a Banda Nova Malandragem, o jazz e o samba-rock devem habitar o imaginário das juventudes negras brasileiras como forma de resgate às memórias afetivas e às identidades construídas no fundo de quintais, terreiros e casas. Uma herança que ganha continuidade nos arranjos instrumentais do grupo.

Formada nas periferias da Grande São Paulo, a Banda Nova Malandragem tem entre seus 13 integrantes ex-alunos da Escola do Auditório Ibirapuera. Para esses músicos, “o desejo latente [...] é o de que a nossa música esteja intrincada a todo e qualquer espaço possível de aquilombamento negro, tendo em vista a promoção de um espaço similar ao que Abdias Nascimento um dia chamou de Quilombo: um espaço de ‘reunião fraterna e livre’”.

Ouça o EP de estreia nas plataformas de streaming. Reserve seu ingresso neste link ou no botão abaixo para o show on-line no Palco virtual do Itaú Cultural (IC) no próximo dia 29 de julho, às 20h.

Foto colorida da Banda Nova Malandragem. Grupo formado por músicos negros, da periferia da Grande São Paulo. O grupo, cerca de 13 homens, formam uma fileira, todos olham para frente segurando seus instrumentos musicais. Todos vestem terno preto e gravata.
Banda Nova Malandragem (imagem: divulgação)

Banda Nova Malandragem
quinta 29 de julho de 2021
às 20h
[duração aproximada: 60 minutos]
on-line – plataforma Sympla/Zoom
Palco virtual – 270 ingressos

[livre para todos os públicos]

Atividade gratuita

Reserve seu ingresso

Saiba como acessar a transmissão via Sympla.

Veja também